Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

29° Aparição - QUERO QUE O MUNDO INTEIRO CONHEÇA A MENSAGEM


Aparições de Dozulé

Sexta-feira - 11 de Abril de 1975
15:00 hs
Madalena Aumont:
Às 15 horas, fui à capela para adorar o Senhor e pus uma vela.


Estava sozinha. A Luz apareceu-me e de repente, o Senhor apresentou-se como de costume, com as mãos estendidas na minha direção. Ele sorriu-me e disse-me :


" Dizei ao padre : Quero que o mundo inteiro conheça a mensagem. 
Os padres devem falar com franqueza, sem medo porque nada do que deve ser divulgado deverá ser omitido. "

Depois Jesus sorriu-me e desapareceu.

sábado, 28 de setembro de 2013

28° Aparição - É PELA CRUZ GLORIOSA, SINAL DO FILHO DO HOMEM, QUE O MUNDO SERÁ SALVO

Aparições de Duzulé

Sexta-feira - 28 de Março de 1975na Igreja de Dozulé


Madalena Aumont:
Eu sabia que o senhor viria me ver neste dia, porque Ele tinha dito : " Vós tereis conhecimento da tarefa que vos mandarei fazer, na Sexta-feira Santa."
De manhã, havia uma camada de neve em Dozulé.



Durante a manhã, fui à capela, no caminho encontrei o Senhor Padre, ele disse-me : " Você vai à capela ? Hoje não há Santo Sacramento na capela, mas sim na igreja. "

Fui então à igreja às 11 horas; a Presença do Senhor não se manifestou.
Voltei às 15 horas para o Caminho de Cruz - nada - depois durante a tarde às 17 horas - o Senhor ainda não tinha vindo. A noite tinha um pouco medo por causa da multidão que iria estar na igreja.

À noite voltei à Igreja às 20h30. Havia cerca de cinquenta pessoas reunidas dentro da igreja para participar na celebração da Paixão. 

Do meu lugar, vi a Luz tal como ela surge antes de cada aparição, " não em vez do tabernáculo do altar-mor, mas ao fundo da igreja onde se encontrava nessa Sexta-feira Santa a Eucaristia, num outro tabernáculo que servia de reserva. "

O Senhor apresentou-se como de costume, com as mãos estendidas na minha direção.

Ajoelhei-me, e o Senhor disse-me :

" Dizei o seguinte em voz alta : 
Porque é que vocês choram a morte de Jesus crucificado se hoje Ele está vivo no meio de vós ?

Rezai antes por aqueles que hoje, ainda mais que ontem, O perseguem. " 

Depois : 
"Recuai três passos, repetireis aquilo que vos direi, com os braços em cruz." 

Nesse momento, Jesus cruzou as mãos ; levantou os olhos para o Céu como para rezar ; Seus olhos estavam graves e tristes - senti a Sua tristeza ; repeti em voz alta, umas a seguir às outras, cada frase que Ele me dizia : 

"Piedade Meu Deus, para aqueles que Te blasfemam. 
Perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem.

Piedade Meu Deus, pelo escândalo do mundo.
Libertai-os do espírito de Satanás.

Piedade Meu Deus, por aqueles que hoje, ainda mais que ontem, Te perseguem ; enche os corações dos homens com a Tua Misericórdia." 

Depois Jesus baixou as mãos. Nesse momento, vi uma bola na qual estavam pousados os Seus pés. 

Ele estendeu as mãos bastante alto na direção das pessoas presentes.

De cada uma das Suas mãos, das Suas palmas, saíam raios : alguns brancos, outros vermelhos.

Durante todo esse tempo, o Senhor olhava para a multidão. E disse-me : 

" Dizei-lhes o seguinte: ( repeti-o em voz alta ) 

Sabeis que Jesus de Nazaré venceu a morte, que o Seu Reino é eterno e que Ele vem vencer o mundo e o tempo. " 

Senti uma grande alegria ; senti que o Senhor dominava a Terra. 

Parecia-me que Ele vinha em Poder e em Glória, porque esta bola por debaixo de Seus pés, era a Terra.

Depois, Ele disse estas Palavras as quais repeti em voz alta : 

" É pela Cruz Gloriosa que Madeleine viu este dia, três anos antes, é pela Cruz Gloriosa, sinal do Filho do Homem, que o mundo será salvo. 

Jesus neste momento, está no meio de nós, e pede-vos a todos que ides em procissão ao sítio onde a Cruz Gloriosa apareceu.

Ide arrepender junto da Cruz Gloriosa, aí encontrarão a Paz e a Alegria. 
Jesus pediu que todos os anos seja celebrado uma festa solene - nesse dia."

" Notum fecit Dominus a Magdalena Salutem Suam. " ( " O Senhor deu a conhecer através de Madeleine, a Sua Salvação. ")

Depois Jesus disse-me : 

"Escrevei o que vos disser quando chegar a casa. "

Ele só disse isto a mim pelo que não o repeti em voz alta. 

Nesse momento, Jesus olhou para mim, sorriu-me e estendeu a Sua mão direita na minha direcção.

A terra desapareceu tal como os raios que até agora saíam das Suas mãos.
O seu olhar era tão doce. Ele disse-me :

"Vós fostes escolhida, Madeleine, para seres a imagem do Meu Amor. 
É por isso que vós fostes toda iluminada.

Depois deste dia glorioso, tereis-vós a bondade de executar uma grande tarefa ? "

Disse em voz alta : " Seja feita a Sua vontade " e Jesus disse-me : 

"Fazei escrever trezentas e vinte vezes a oração que Eu vos ensinei e sejais o Meu Apóstolo. 

Ide dizer a cada lar desta cidade, até às suas fronteiras, que Jesus de Nazaré venceu a morte, que o Seu Reino é Eterno e que Ele vem vencer o mundo e o tempo. "

Depois Ele disse-me : 

"Dizei isso em voz alta : 
Viveis o tempo onde cada acontecimento é sinal da Palavra escrita. "

Depois sem repeti-lo em voz alta : 

"Eu quero que eles rezem todos os dias a oração, seguida duma dezena do terço. 

Cada lar que a disser com grande confiança será protegido de todos os cataclismos depois, encherei os seus corações com a Minha Misericórdia.
Se vos perguntarem quem vos mandou, dizei que foi Jesus de Nazaré, o Filho do Homem Ressuscitado. 

Lembrai-vos, não temeis as humilhações, os maldizeres e os escárnios que se levantarão contra vós. Vós sereis odiada por causa do Meu Nome, mas continuai até ao fim. "


"Se quiserdes, fazei-vos acompanhar duma pessoa. 

Vós tendes todo o tempo para executar a tarefa. Vossa lar sofrerá, pois este último Ano Santo só acabará depois da Cruz Gloriosa ser erguida. Mas, para aqueles que têm por missão erguê-la apressem-se, porque o tempo escassa. Não voltais mais ao lar onde a porta vos fôr fechada."

"Dizei isso em voz alta (disse-me Jesus) : 

O pecado veio ao mundo por causa do homem. É por isso que peço ao homem que faça erguer a Cruz Gloriosa.
Dizei-lhes que depois voltarei em Glória, e que vós ireis ver-Me como esta serva Me vê. " 

Depois Jesus desapareceu. 

Levantei-me e encontrei-me na igreja. Quando me virei e vi as pessoas, com todos os olhos virados para mim, não tive coragem de voltar para o meu lugar. O Senhor Padre fez-me sinal para que me sentasse ao seu lado.

Voltando para casa, tinha na ideia escrever aquilo que o Senhor me tinha pedido, mas toda a minha família estava presente. Era-me impossível escrevê-lo e tinha medo de que mais tarde o esquecesse. Mas de repente, todo a gente subiu para se deitar. Só ficou Ghislaine e Bruno, os meus dois filhos mais novos. Então pude escrever o que Jesus me tinha dito e foi no dia seguinte que o contei ao Senhor Padre.(9) 


9- No fim da Celebração da Paixão das 20h30, o Padre pediu às 50 pessoas que assistiram para guardar silêncio sobre o que tinham visto e ouvido e que não tinham compreendido. 


quinta-feira, 26 de setembro de 2013

A MONTANHA DA INDEPENDÊNCIA



Imagine-se no alto de uma montanha, uma montanha muito grande. Você chegou até o alto dessa montanha de uma forma: você a construiu.

Dia-a-dia você foi assumindo o controle de cada coisa em sua vida. Você assumiu o controle do futuro profissional, você passou a decidir sozinho sobre o seu relacionamento, você colocou tudo sob sua responsabilidade. Você construiu a montanha da independência.

Por isso você se sente como no alto de uma montanha em que tudo está totalmente sob seu controle. Sabe onde Deus está? Lá no pé da montanha. Deus sabe que você não é capaz de sustentar tudo com suas próprias decisões, por isso Ele quer demonstrar o amor a você com todo cuidado. Deus quer cuidar de toda a sua vida. Para isso você precisa jogar para Deus cada coisa que está sob seu controle.

Você precisa pegar o seu casamento e jogar para Deus, que está lá no pé da montanha, e gritar bem alto: "Deus, segura meu casamento!". Depois, pegue sua vida financeira e jogue também para Deus, gritando: "Deus, cuida do meu trabalho!". Jogue para Deus tudo que fez você construir a montanha da independência, porque Ele é completamente capaz de cuidar de toda a sua vida.

A cada coisa que você deixar sob o controle de Deus, a montanha irá diminuir até que você chegue no mesmo patamar do Pai e possa experimentar todo o amor e o cuidado Dele. Assim fez a viúva pobre da passagem narrada em Marcos 12:41-44. 

Enquanto Jesus observava as pessoas que depositavam o dinheiro na arca do tesouro, 

Ele viu muitos ricos depositarem grandes quantias. Porém, em certo momento apareceu uma viúva que depositou apenas duas pequenas moedas.

Então, Jesus disse aos discípulos: "Em verdade vos digo que esta pobre viúva depositou mais do que todos os que depositaram na arca do tesouro; porque todos ali depositaram do que lhes sobejava, mas esta, da sua pobreza, depositou tudo o que tinha, todo o seu sustento." (Marcos 12:43-44).

Enquanto os ricos depositavam o dinheiro na arca do tesouro, a atitude daquela viúva foi diferente. Ela depositou o dinheiro na arca do tesouro, mas aquele era todo dinheiro que ela tinha. Isto é, ela não estava entregando apenas duas moedas, ela estava confiando todo o seu sustento nas mãos de Deus. A atitude daquela viúva era a confirmação de um pensamento: "Eu confio em Deus!".

Deus não fica mais ou menos rico por causa do seu dinheiro. O dízimo e a oferta objetivam sustentar os ministérios das igrejas e as obras realizadas por esses ministérios, e isso deve ser feito com fidelidade.

No entanto, Deus quer muito mais de você. Ele ofereceu o melhor Dele por nós, o Seu Filho Unigênito, e espera que nós confiemos a Ele toda a nossa vida, para que experimentemos a plenitude de Suas bênçãos e de Seu Amor.

Portanto, desfaça a sua montanha da independência, confia Nele e Ele tudo fará (Salmos 37:5).

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

INESPERADO


Confusão, medo, pânico, terror. Talvez fossem essas as sensações que os discípulos sentiram no meio do mar. 

Em Mateus 14:22-36, Marcos 6:45-56 e João 6:16-21, é narrada uma das experiências mais surpreendentes dos discípulos de Jesus. O Mestre estava em um lado do mar da Galiléia com os discípulos e uma grande multidão. 

Enquanto despedia as pessoas que buscavam ouvi-lo ou desejavam ser curadas, o Mestre ordenou que os discípulos entrassem no barco e partissem para o outro lado do mar. A maior largura (leste/oeste) do mar da Galiléia mede cerca de 13 km e a maior extensão (norte/sul) mede cerca de 19 km, então possivelmente essa travessia levaria um bom tempo.

Obedientes, os discípulos aprontaram o barco e partiram para a outra margem do mar. Jesus despediu a multidão e subiu ao monte para orar. "E, chegada já a tarde, estava ali só" (Mateus 14:23b). Então, podemos concluir que os discípulos começaram a navegar antes do fim da tarde.

O mar não estava para peixes e logo "o barco estava já no meio do mar, açoitado pelas ondas, porque o vento era contrário" (Mateus 14:24). Os discípulos deviam ter tentado usar suas experiências na tentativa de manter o barco sob controle em meio às fortes ondas, mas o pânico parecia inevitável.

Talvez eles esperassem que em algum momento Deus mandaria anjos para os salvarem, ou que Jesus iria surgir com um jet ski e a guarda-costeira para resgatá-los, talvez eles tivessem criado vários planos 

naquele momento alimentando a esperança de que sairiam com vida daquela situação.

A luta com o impetuoso vento e as fortes ondas durou algumas horas, pois Jesus despediu a multidão perto do final da tarde, mas Ele só apareceu aos discípulos na quarta vigília da noite (Mateus 14:25), que é o período entre três e seis horas da manhã. Segundo o relato de João, os discípulos já haviam navegado cerca de 6 km (vinte cinco ou trinta estádios) (João 6:19), então parece que ainda havia um longo caminho a percorrer.

Naquele momento, eles viram Jesus andando sobre as águas, mas não perceberam de imediato que era o Mestre, eles acharam que era um fantasma e gritaram com medo (Mateus 14:26).

Eles esperavam uma solução para aquele pânico em meio à tempestade, e provavelmente pensaram em várias formas de saírem dali, mas Jesus preparou o inesperado. Eles não esperavam que Jesus aparecesse andando sobre as águas, pois o medo e a perturbação daquela situação cegaram seus olhos por um momento.

Semelhantemente aos discípulos que enfrentaram aquela tempestade, nós também não conseguimos perceber a presença de Deus quando estamos no meio de uma tempestade. Quando enfrentamos momentos de grande perturbação, criamos em nossas mentes soluções mirabolantes como se estivéssemos produzindo um filme, mas não percebemos Deus falando suavemente: "Eu estou aqui". Deus está vendo você na tempestade e Ele já preparou o inesperado. Portanto, confie Nele!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

27° Aparição - COMEÇAI AMANHÃ UMA NOVENA


Aparições de Dozulé

Sexta-feira - 21 de Março de 1975
15:30 hs
 
Madalena Aumont:
Jesus apresentou-se como sempre, com as mãos estendidas na minha direção como para me acolher e disse-me : 


"Começai amanhã uma novena para vos preparardes para aquilo que vos mandarei fazer. Esta novena é composta por um mistério por dia, seguido da oração que vos ensinei e da dezena do terço. 

Dizei-a com recolhimento e humildade. "

Perguntei-Lhe : " Quando me direis Vós, Senhor, a missão que terei de executar" 

Jesus respondeu-me :

" Sexta-feira Santa ", depois sorriu-me e desapareceu.

domingo, 22 de setembro de 2013

APRENDA A AGIR COMO ÁGUIA



A Palavra de Deus contém diversos símbolos e diversas figuras que transmitem uma mensagem muito mais ampla do que o significado literal de uma palavra. Uma das figuras utilizadas em vários livros da Bíblia é a águia. 

Na Terra Santa, há inúmeras variedades de águias, incluindo a águia imperial e a dourada. De constituição robusta, têm asas fortes; seus movimentos revelam agilidade e força. Seu bico característico em forma de gancho se constitui instrumento eficaz para dilacerar e matar sua presa. Pernas e garras pequenas e poderosas capacitam-na a aplicar um aperto intenso numa vítima batalhadora. As garras curtas têm pontas afiadas e cortantes.

Confrontados por essas qualidades impressionantes, os autores bíblicos observaram a águia com respeito e admiração (Jó 39:27-30; Provérbios 30: 18-19). Para Jeremias e outros profetas a águia é a síntese da rapidez (2 Samuel 1:23; Jeremias 4:13). A Bíblia cita sua força e invencibilidade quase sempre com relação a poderosas nações que atacaram Israel (Ezequiel 17:3).

Diante das adversidades, dos desafios que enfrentamos e dos problemas que precisamos solucionar, podemos escolher agir como uma galinha ou como uma águia. Não entendeu? Vamos às comparações. A galinha é uma ave, mas não voa; possui olhos laterais, come restos, é domesticável (conforma-se), é medrosa, sujeita-se a ficar presa, enxerga somente de dia e faz seu ninho de pena e capim no chão. 


A águia voa alto, é caçadora, possui olhos frontais, não se alimenta de nada que esteja em decomposição, é corajosa, não aceita ficar presa (é livre), faz seu ninho de pena, capim e espinhos nos penhascos ou nos topos das árvores. 

A águia não lida apenas com capim e suas penas, ela sabe lidar também com os espinhos. Além disso, as águias avistam suas presas desde longe, lá do alto, conforme foi observado por Jó (Jó 39:28-30).

Assim como as águias, é necessário que mantenhamos o foco com olhos frontais para que não percamos tempo preocupados com as circunstâncias ao redor.

Além de lidar com os espinhos para construir o ninho, a águia possui outra característica admirável. Quando surge uma tempestade, a águia sai para voar, a fim de se fortalecer. Isso não parece uma tarefa fácil, porque enfrentar uma tempestade exige suportar a dor e persistir sempre. Como você reage nas adversidades? Você se enfraquece ou se fortalece? 

Lance seus sonhos e suas expectativas em Deus, porque "os que esperam no Senhor renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão" (Isaís 40:31). Assuma a mesma direção que Josué recebeu de Deus: "Esforça-te e tem bom ânimo; não pasmes, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo, por onde quer que andares." (Josué 1:9).

Confie em Deus para deixar de agir como galinha e aprender a agir como águia.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

26° Aparição - CONTINUAI MADALENA A ORAR, A FAZER JEJUM E EM ABSTINÊNCIA

Aparições de Dozulé


Sexta-feira - 14 de Março de 197515:00 hs


Madalena Aumont:
Eis a Luz.
O senhor apareceu-me com a mão direita sobre o Seu peito, e com a outra ao longo do Seu corpo. 

Ele sorriu-me e disse-me sem precisar de mo repetir em voz alta :

" Continuai Madeleine, a orar, a fazer jejum e em abstinência. 

Continuai sem temer os escárnios e os maldizeres que levantar-se-ão contra vós, pois poucos têm fé nas palavras que vós dissestes, mas o padre poderá testemunhar que sobre o seu rosto, se vê a Presença Invisível.

Depois destes dias de jejum, vós sereis encarregados de realizar uma difícil tarefa. " 

Eu tinha um pouco de medo dessa tarefa e disse ao Senhor : " Mas e se eu não conseguir realizar essa tarefa? "
Jesus respondeu-me : 

"Se Eu vos dou essa tarefa para vós realizardes, é porque vós o podereis executá-la. "

Antes de partir, Jesus disse-me : 

" Cruzai as mãos sobre o peito como Eu vos ensinei. "

Jesus sorriu-me e desapareceu.

O seu olhar é cheio de bondade, duma doçura inexprimível; ninguém tem um olhar como aquele, límpido, mais límpido que o olhar duma criança; a cara não tem nenhuma ruga, mas as feições são marcadas. Aparenta ter uns trinta anos. Quando o vimos, temos a sensação de que Ele é ao mesmo tempo Corpo e Espírito, e que Espírito! Pureza, Limpidez e Santidade transparecem em todo o Seu Corpo. 


Quando Ele fala, não procura, nunca se engana, nunca hesita...é puro e claro como a Cruz que eu vi, uma claridade sem sombras, uma frescura sem rugas, uma limpidez sem manchas.

É impossível definir e impossível de exprimir a minha alegria interior no momento da comunhão, quando senti a Sua Presença pela primeira vez.

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém