Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

sábado, 30 de agosto de 2014

ORAÇÃO DE SÃO PADRE PIO DE PIETRELCINA

Papa Paulo VI: "Veja que fama ele alcançou! Que clientela mundial reuniu em torno de si! Mas por quê? Por que era um filósofo? Por que era um sábio? Por que dispunha de meios? Não, mas porque rezava a Missa humildemente, confessava de manhã à noite; era, difícil de dizer, representante estampado dos estigmas de Jesus. Era um homem de oração e de sofrimento." (20 de fevereiro de 1971).

Fica comigo, Senhor!

Fica Senhor comigo, pois preciso da tua presença para não te esquecer.
Sabes quão facilmente posso te abandonar.
Fica Senhor comigo, porque sou fraco e preciso da tua força para não cair.
Fica Senhor comigo, porque és minha vida, e sem ti perco o fervor.
Fica Senhor comigo, porque és minha luz, e sem ti reina a escuridão.
Fica Senhor comigo, para me mostrar tua vontade.
Fica Senhor comigo, para que ouça tua voz e te siga.
Fica Senhor comigo, pois desejo amar-te e permanecer sempre em tua companhia.
Fica Senhor comigo, se queres que te seja fiel.
Fica Senhor comigo, porque, por mais pobre que seja minha alma, quero que se transforme num lugar de consolação para ti, um ninho de amor.

Fica comigo, Jesus, pois se faz tarde e o dia chega ao fim; a vida passa, e a morte, o julgamento e a eternidade se aproximam. Preciso de ti para renovar minhas energias e não parar no caminho. Está ficando tarde, a morte avança e eu tenho medo da escuridão, das tentações, da falta de fé, da cruz, das tristezas. Oh, quanto preciso de ti, meu Jesus, nesta noite de exílio.

Fica comigo nesta noite, Jesus, pois ao longo da vida, com todos os seus perigos, eu preciso de ti. Faze, Senhor, que te reconheça como te reconheceram teus discípulos ao partir do pão, a fim de que a Comunhão Eucarística seja a luz a dissipar a escuridão,a força a me sustentar, a única alegria do meu coração.

Fica comigo, Senhor, porque na hora da morte quero estar unido a ti, se não pela Comunhão, ao menos pela graça e pelo amor.

Fica comigo, Jesus. Não peço consolações divinas, porque não às mereço, mas apenas o presente da tua presença, ah, isso sim te suplico!

Fica Senhor comigo, pois é só a ti que procuro teu amor, tua graça, tua vontade, teu coração, teu Espírito, porque te amo, e a única recompensa que te peço é poder amar-te sempre mais. Como este amor resoluto desejo amar-te de todo o coração enquanto estiver na terra, para continuar a te amar perfeitamente por toda a eternidade. Amém.

São Padre Pio, rogai por nós!

Fonte: https://padrepauloricardo.org/blog/oracao-de-sao-padre-pio-de-pietrelcina#at_pco=smlwn-1.0&at_si=53e52cb77d391481&at_ab=per-2&at_pos=0&at_tot=1

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

MENSAGEM E SINAIS DE NOSSA SENHORA DO REI DOS REIS para uma Iraquiana

REPASSANDO

Hoje pela manhã, bem cedinho encontrei uma informação linda na internet. Tive a graça de encontrar mais uma Manifestação de Nossa Senhora em nossos dias, a uma senhora iraquiana que reside nos EUA. Ela é católica do rito caldeu.

Vamos a notícia, que traduzi pelo Google:

No final de agosto de 2008, uma mulher casada de meia idade do Iraque (católica do rito caldeu) percebeu que em sua casa uma imagem de 8 "x10" de Maria, a Mãe de Jesus, mostrava alguns sinais de óleo que fluiam para baixo a imagem na parte  da frente.

A imagem é uma cópia da metade superior de uma estátua de Nossa Senhora do Cabo, uma forma particular de devoção que os católicos franceses de Quebec, no Canadá, tiveram de Maria desde 1700. Quando essa mulher trouxe-a para um lugar mais proeminente de honra em sua casa, a imagem começou a exudar o óleo em grandes quantidades. Um prato de plástico foi colocado sob a imagem para recolher o óleo que escorre e uma redoma de plástico foi colocada ao redor da imagem de proteção, para permitir que  as pessoas que visitam a casa desta mulher possam tocá-la .

POR QUE A IGREJA PERMITE O JURAMENTO SE JESUS O PROÍBE?

Nosso Senhor Jesus Cristo, em seu famoso “Sermão da Montanha”, é taxativo ao proibir juramentos. Ele diz:

Ouvistes também que foi dito ao antigos: “Não jurarás falso”, mas “cumprirás os teus juramentos feitos ao Senhor”. Ora, eu vos digo: não jureis de modo algum, nem pelo céu, porque é o trono de Deus, nem pela terra, porque é o apoio dos teus pés, nem por Jerusalém, porque é a cidade do Grande Rei. Também não jures pela tua cabeça, porque não podes tornar branco ou preto um só fio de cabelo. Seja o vosso sim, sim, e o vosso não, não. O que passa disso vem do Maligno. (Mt 5, 33-37)

Diante de uma proibição tão clara, como pode a Igreja permitir - muitas vezes exigir - o juramento de seus filhos? Ensina o Catecismo da Igreja Católica, que jurar “é invocar a Deus como testemunha do que se afirma. É invocar a veracidade divina como garantia da nossa própria veracidade”(1250).

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

O CÉU FALA AQUELES QUE SOFREM POR DIFICULDADES FINANCEIRAS

O Céu fala aqueles que sofrem por dificuldades financeiras

17 de Dezembro de 2006

Jesus

Falo hoje com um imenso amor no Meu coração.

Entre vós, há aqueles que sofrem de dificuldades financeiras. Não tendes dinheiro suficiente para sustentar a vossa família. Talvez não tenhais aquilo que é necessário para comprar alimentos ou para pagar o vosso alojamento. Meus amigos, não estais esquecidos. O Céu não vos abandonará.

Vejo a vossa angústia e reconheço a vossa necessidade. Quero pedir-vos que olheis para a vossa situação sem medo. Perguntai-vos se estais em verdadeiro perigo de ficardes sem alimento. Estais em verdadeiro perigo de perder o vosso local de habitação?

O CÉU FALA AQUELES QUE ESTÃO FORA DA IGREJA

9 de Dezembro de 2006

Jesus

Eu chamo todos os que abandonaram a Minha Igreja. Digo-vos, voltai. Voltai para a segurança

do caminho sacramental. Será melhor para vós, e Eu só quero o que é melhor para vós. Tende a certeza do Meu bom acolhimento. Tende a certeza de que Eu quero que regresseis. Não penseis que não sois bem
acolhidos na vossa fé. Como é que isso poderia ser, se sou Eu, Jesus, que vos estou a chamar?
A Minha Igreja na terra representa-Me. É a Minha Igreja, e ela pertence-Me. Quando as pessoas da Minha Igreja Me representam adequadamente, sentis-vos acarinhados. Eu quero recolocar-vos na vossa Igreja e quero restaurar a vossa Igreja para vós.

DEZ CONSELHOS DO PAPA FRANCISCO PARA SER FELIZ

Viva e deixe viver

Em Roma as pessoas usam uma expressão similar que diz: ‘Siga adiante e deixe que os outros sigam também’. Viver e deixar viver é o primeiro passo para a paz e a felicidade.

Doe-se aos outros

"Se uma pessoa não se abre com os outros, ela corre o risco de ser egoísta. E a água represada é a primeira a se tornar pútrida." 

A DIVINDADE DE JESUS COMPROVADA POR SUAS PRÓPRIAS DOUTRINAS

Tendo chegado Nosso Senhor aos trinta anos, deu início à sua vida pública, na qual se apresentou como Enviado do Pai, Messias prometido e Filho de Deus. Tudo isso Ele provou magistralmente, com a sua doutrina e com os vários milagres que ficaram registrados nas páginas dos Evangelhos.

No Evangelho de São Marcos, após pronunciar o grande Sermão da Montanha - um verdadeiro exemplo da grandeza, sublimidade e novidade da doutrina ensinada por Ele, encontramos uma pequena passagem na qual Nosso Senhor nos diz: "Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição." (5, 17).

AGOSTINHO, O FILHO DAS LÁGRIMAS–28 de Agosto

Como Santa Mônica renunciou ao seu filho para entregá-lo nas mãos da Santa Mãe Igreja

As Confissões de Santo Agostinho não são apenas o retrato extraordinário desta alma tão grande, cuja sombra cobriu não só a Idade Média, como toda a história da humanidade. Por trás do gênio de Agostinho estão as súplicas e o fervor incansável de uma mãe. A autobiografia deste doutor da Igreja inclui, em suas páginas, a incrível história de Santa Mônica, que orou dia e noite para que seu filho pagão se encontrasse com a Igreja e se fizesse seu filho.

A primeira grande lição da vida de Mônica está no valor do sofrimento escondido. De fato, são inúmeras as vezes que Santo Agostinho interrompe a narrativa de sua vida para falar das devotadas lágrimas de sua mãe: “Minha mãe, tua fiel serva, chorava-me diante de ti muito mais do que as outras mães costumam chorar sobre o cadáver dos filhos, pois via a morte de minha alma com a fé e o espírito que havia recebido de ti” [1]; “Tuas mãos, meu Deus, no segredo de tua providência, não abandonavam minha alma; e minha mãe, dia e noite, não deixava de te oferecer em sacrifício por mim o sangue de seu coração, na forma de suas lágrimas” [2].

terça-feira, 26 de agosto de 2014

O modo de comungar: Qual é o correto?

Introdução

Este tema, aparentemente simples, foi objeto de grandes controvérsias ao longo da história da Igreja, e sofreu diversas alterações em seu transcurso. Ele engloba os seguintes aspectos: 1. A comunhão na mão ou na boca; 2. A comunhão sob as duas espécies; 3. A comunhão fora da Missa; 4. A frequência da comunhão. Trataremos de cada um deles.

Nosso Senhor Jesus Cristo instituiu o sacrifício sacramental de seu Corpo e de seu Sangue na forma e sob os sinais decomida e bebida, quando pronunciou as palavras "tomai e comei" e "tomai e bebei". Inclusive o mandato aos apóstolos "fazei isto em memória de Mim" não se referia apenas a que eles reatualizassem o sacrifício, mas também que participassem do mesmo.

De fato, a Igreja sempre entendeu que a comunhão era parte integrante do Sacrifício, segundo podemos comprovar com Comunhao...jpgtestemunhos muito antigos, tal como a primeira carta de São Paulo aos coríntios e boa parte da Tradição Apostólica, além da prática multissecular, nunca interrompida, de exigir a comunhão, ao menos do ministro, na celebração da Missa.

Entretanto, surgiram diversas dificuldades, como acima mencionamos, e que a Igreja teve que resolver. Talvez a mais antiga seja a questão da comunhão na boca ou na mão.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

MODOS CORRETOS DO SINAL DA PAZ COLOCADO ANTES DA COMUNHÃO

O Rito da Paz é um ritual da missa, que pode, por vezes, contrastar com a dignidade e decoro da cerimônia. Para reforçar a dignidade e importância deste ato, o Vaticano está contemplando alterações à forma como o rito é realizado.

O que se deseja com as alterações é uma compreensão mais profunda do significado cristão de paz e de sua expressão na celebração litúrgica.

Nesta carta circular da CONGREGAÇÃO PARA O CULTO DIVINO E A DISCIPLINA DOS SACRAMENTOS todos são instruídos sobre os modos corretos do sinal da paz colocado antes da Comunhão.

Entre as  recomendações lemos que:

"De todos os modos, será necessário que no momento de dar-se a paz se evitem alguns abusos tais como:
- A introdução de um "canto para a paz", inexistente no Rito romano .
- Os deslocamentos dos fiéis para trocar a paz.
- Que o sacerdote abandone o altar para dar a paz a alguns fiéis."

Leia a carta completa aqui:

https://domvob.files.wordpress.com/2014/08/o-significado-ritual-do-...

Há um ano atrás já explicava o Padre Paulo Ricardo:

O chamado "canto da paz" não é litúrgico, porém, é necessário justificar essa resposta simples. Este canto faria parte de um rito inserido na Missa, ou seja, dentro do "rito da paz", o qual está presente dentro da legislação da Igreja, mais precisamente no número 82, da Instrução Geral do Missal Romano.

O rito da paz é composto de uma parte obrigatória e outra facultativa. A parte obrigatória é a oração do sacerdote - e somente dele - que diz:

Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos: eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz: não olheis aos nossos pecados, mas à fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a vossa vontade, Vós que sois Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

Domine Iesu Christe, qui dixisti Apóstolis tuis: Pacem relinquo vobis, pacem meam do vobis: ne respicias peccata nostra, sed fidem Ecclesiæ tuæ; eamque secundum voluntatem tuam pacificare et coadunare digneris. Qui vivis et regnas in saecula saeculorum.

Esta oração é obrigatória e constitui o núcleo do rito da paz. A Instrução Geral do Missal Romano diz: "Segue-se o rito da paz, no qual a Igreja implora a paz e a unidade para si própria e para toda a família humana, e os féis exprimem uns aos outros a comunhão eclesial e a caridade mútua, antes de comungarem no Sacramento." Ora, essa expressão dos fiéis de comunhão eclesial e caridade mútua é que é facultativa.

O missal "Ordinário da Missa com o Povo", em seu número 128 diz: "deinde, pro opportunitate, diaconus vels sacerdos, subungit: offerte vobis pacem", ou seja, se for oportuno, o diácono ou o próprio sacerdote pedem que se deem um ao outro o sinal de paz.

Esse gesto é facultativo, segundo o missal, porque a oferta da paz já aconteceu quando o sacerdote, olhando para a assembleia, disse: "Pax Domini sit semper vobiscum" (a paz do Senhor esteja sempre convosco). E o povo respondeu: "Et cum spiritu tuo" (o amor de Cristo nos uniu). Deste modo, o padre já significou o abraço da paz de forma coletiva.

O fato de o abraço da paz não ser obrigatório pode causar estranheza, porém, é o Missal quem assim define. Ele é facultativo. Cabe ao sacerdote julgar se, naquela circunstância, a comunidade pode ou não expressar a caridade e a comunhão eclesial por meio do sinal da paz. O abraço nada mais é do que uma expressão, um sinal de uma paz que já estava lá, que já fora desejada pelo sacerdote, recebida pelas pessoas.

Expressar a paz não é algo sem lei, que pode ser feito de qualquer modo. Quanto a isso a Instrução Geral do Missal Romano diz:

"Quanto ao próprio sinal com que se dá a paz, as Conferências Episcopais determinarão como se há de fazer, tendo em conta a mentalidade e os costumes dos povos. Mas é conveniente que cada um dê a paz com sobriedade apenas aos que estão mais perto de si."

Portanto, está bem claro que esse momento não é de congraçamento, de festa, de reconciliação. Isso se dá pelo simples fato de que esse momento antecede ao da comunhão, ou seja, não é oportuno que as pessoas se dispersem. Da mesma forma, como o sacerdote está tocando as espécies eucarísticas, não é oportuno que ele se congrace com as pessoas. É por isso que no rito romano, é previsto apenas um leve toque, algo que pontue que se trata realmente de um rito, de um abraço ritual.

A sobriedade, que é prevista pela legislação do missal, deve expressar a realidade interior, ou seja, a preparação para receber a comunhão, o Cristo que é a fonte de toda paz. Trata-se de um momento cristocêntrico, por isso, a comunidade não deve tomar o lugar de Cristo.

O Cardeal Joseph Ratzinger, em sua obra "Introdução ao espírito da liturgia" alerta para o fato de que a maneira pela qual o Missal de Paulo VI está sendo vivido denota um certo antropocentrismo, ou seja, é o homem, a comunidade no centro, e não Cristo.

Assim, o canto da paz não é necessário. Primeiro, porque não é absolutamente previsto na legislação litúrgica. Segundo, porque a própria natureza das coisas impede que ele exista, pois, se a saudação é um "sinal ritual" não há necessidade de uma música que o acompanhe.

Fonte: http://aveluz.ning.com/profiles/blog/show?id=3019310%3ABlogPost%3A153079&xgs=1&xg_source=msg_share_post

RUINAS DE MAGDALA, A CIDADE DE SANTA MADALENA ONDE JESUS PREGOU

Funcionário limpa mosaicos ornamentados no sítio arqueológico de Magdala, Israel
Uma tentativa de construir um hotel para peregrinos na Galileia acabou desencavando as ruínas da cidade natal de Santa Maria Madalena e uma antiga sinagoga onde Nosso Senhor Jesus Cristo pode muito bem ter pregado, noticiou “The New York Times”.
O padre Juan Solana, diretor do Instituto Centro Pontifício Notre Dame de Jerusalém, quis construir uma instalação para romeiros no lugar onde se ouviu a maior parte da pregação divina e se viu a maioria dos milagres de Jesus, segundo os Evangelhos.
Em 2009 um velho resort foi demolido, e quando se cavou a terra para colocar os alicerces, apareceram restos da cidade. Do ponto de vista arqueológico e histórico, a descoberta é relevante, pois não se conhecia ao certo o posicionamento de Magdala, (ou Migdal).

sábado, 23 de agosto de 2014

SANTO AFONSO DE LIGÓRIO

SANTO AFONSO DE LIGORIO

Quando contemplamos um céu estrelado, extasiamo-nos com as miríades de astros a cintilarem nas etéreas vastidões. Entretanto, outra constelação há, ainda mais bela e reluzente que a fixada no firmamento: são os Santos da Igreja Católica, fulgurantes exemplos para todos os fiéis. Um desses  grandes luminares do cristianismo é Santo Afonso Maria de Ligório.

No dia 1º de agosto se comemora a festa de Santo Afonso Maria de Ligório, Bispo, Confessor e Doutor da Igreja. Fundador da Congregação do Santíssimo Redentor, é o tratadista por excelência da moral católica, e se destacou por sua profunda devoção a NossaSanto Afonso Maria de Ligório.jpgSenhora, em louvor da qual escreveu uma de suas mais belas obras, as Glórias de Maria. Dele temos essa síntese biográfica, escrita por Dom Guéranger:

Afonso Maria de Ligório nasceu de pais nobres, em Nápoles, a 27 de setembro de 1696. Sua juventude foi piedosa, estudiosa e caritativa. Aos 17 anos ele era doutor em direito civil e canônico. E começava pouco depois uma brilhante carreira de advogado. Mas nem seu sucesso, nem as instâncias de seu pai, que o queria casado, o impediram de deixar o mundo. Diante do altar de Nossa Senhora, fez o voto de se tornar sacerdote. Ordenado padre em 1726, consagrou-se à pregação. Em 1729, uma epidemia permitiu-lhe que se dedicasse aos doentes em Nápoles. Pouco depois retirou-se, com companheiros, a Santa Maria dos Montes, e com eles se preparou para a evangelização dos campos.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO EQUILÍBRIO


"Virgem Mãe de Deus e dos homens, MARIA. Pedimos-vos o dom do equilíbrio cristão, hoje tão necessário à Igreja e ao mundo. Livrai-nos de todo o mal; salvai-nos do egoísmo, do desânimo, do orgulho, da presunção e da dureza de coração.

Dai-nos tenacidade no esforço, calma no insucesso, humildade no êxito feliz. Abri nossos corações à santidade. Fazei que pela pureza de coração, pela simplicidade e amor à verdade, possamos conhecer nossas limitações. Alcançai-nos a graça de compreender e viver a palavra de Deus.

Concedei-nos que, pela Oração, Amor e Fidelidade à Igreja na pessoa do Sumo Pontífice…, vivamos em comunhão fraterna com todos os membros do Povo de Deus, Hierarquia e fiéis.

Despertai-nos profundo sentimento de solidariedade entre irmãos, para que possamos viver, com Equilíbrio, a nossa Fé, na Esperança da eterna salvação. Nossa Senhora do Equilíbrio, a Vós nos consagramos, confiantes na ternura da vossa maternal Proteção.

Assim seja, amém

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

O PECADO VINIAL

Como entender e incutir em nossas almas o quanto é de importância capital a nossa rejeição ao pecado venial? Pois, como nos ensina Santo Agostinho, o pecado venial é a lepra da alma, que deturpa tanto a nossa beleza de alma, que nos afasta do convívio de Deus.[1] Tentaremos dar uma visão clara sobre o tema através deste artigo.

Conservamos ideias errôneas a respeito do pecado venial, esse mal, que tanto prejuízo traz para a nossa vida espiritual. Pensando ser um pecado inofensivo, cometemo-los muitas vezes, esquecendo-nos ser um mal que desagrada a Deus.

Antes de tratarmos a fundo sobre o pecado venial, achamos necessário demonstrar que é um mal existente, visto que, hoje em dia, se nega tal realidade. Para esse efeito nada melhor do que apoiar-nos no Magistério da Santa Igreja: "Então,Jesus CRUCIFICADO.jpg por mais que nesta vida mortal, haja os santos e justos, [eles caem] algumas vezes em pecado, pelo menos, leves e cotidianos, que se chamam também de veniais". [2] Logo, se o santo cai em algo, esse algo existe, então o pecado venial é declarado verdade pela Santa Igreja e quem o negar está fora dela. Também São Paulo afirma: "Se dissermos: ‘Não temos pecado', enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós" (1Jo 1,8-9).

Depois de comprovarmos a existência do pecado venial, antes de tudo, deveremos defini-lo e discutir sobre ele, recordando sua origem.

Sua procedência está relatada no Livro do Gêneses, na parte em que relata como Deus criou o mundo.

ORAÇÃO PELA CONVERSÃO DOS JUDEUS

Deus de bondade, Pai de misericórdia, nós Vos suplicamos, pelo Coração Imaculado de Maria e pela intercessão dos Patriarcas e dos Santos Apóstolos, que lanceis um olhar de compaixão sobre os restos de Israel, a fim de que eles reconheçam nosso único Salvador, Jesus Cristo, e que participem das graças preciosas da Redenção.Pai, perdoai-os, porque eles não sabem o que fazem. Amém.
(100 dias de indulgência)




(Fonte: "A conjuração anticristã", Mons. Henri Delassus, Paris – 1910, página 696).

terça-feira, 19 de agosto de 2014

LEIGOS PODEM BENZER A ÁGUA?

"PODEMOS, COMO LEIGOS, ABENÇOAR A ÁGUA?"

Sempre achei que sim, mas achar pode ser apenas um "achismo" e já há algum tempo venho pesquisando sobre o tema. Em alguns links da internet já li que SIM e que NÃO.

NO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA LEMOS QUE:

"Todo batizado é chamado a ser uma "bênção" e a abençoar. Eis por que os leigos podem presidir certas bênçãos; quanto mais uma bênção se referir à vida eclesial e sacramental, tanto mais sua presidência ser reservada ao ministério ordenado (bispo presbíteros - "padres" - ou diáconos)."

Sabemos que benzer uma água NÃO é um Sacramento, é um "sacramental", ou melhor, a água e objetos bentos são sacramentais.

Como batizada sou chamada a ser bênção e a abençoar. Logo, nesta condição todo leigo pode também abençoar a água!

Achei um link ótimo sobre O PODER DA BENÇÃO:

Interessante que a água benta é utilizada  nos primórdios da Igreja, em íntima conexão com o Batismo.

OS MANDAMENTOS, BASE DA BOA ORDEM SOCIAL

Conforme a doutrina católica, Deus, ao criar o Universo, não o deixou entregue à sua própria sorte, mas o assiste continuamente com sua Providência. Estabeleceu leis que regem nouvelle1.jpgtodos os seres, numa ordem e sabedoria admiráveis (CIC, 2001). Para o homem deu os Mandamentos. Muitos poderiam imaginar, erroneamente, que estes seriam uma espécie de camisa de força que Ele nos impõe e que coarcta a nossa liberdade de ação. Seriam normas que o Altíssimo, usando de seu direito de mandar, teria promulgado arbitrariamente, como poderia ter imposto outras em vez destas. Nada mais falso. Os Mandamentos não são normas aleatórias, mas um reflexo da própria santidade divina. Com efeito, afirmou o Divino Mestre: "Sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito".[1] (BÍBLIA SAGRADA, 2006, p. 1289).

A inobservância desses Mandamentos não poderia deixar de gerar consequências desastrosas. Assim como um relógio simplesmente deixaria de funcionar, caso suas peças não cumprissem a finalidade a que foram destinadas pelo relojoeiro, assim também um indivíduo ou uma sociedade que não cumprissem os Mandamentos que lhes foram prescritos pelo Criador, caminhariam para sua ruína. Poderíamos citar como exemplo a decadência do Império Romano, amplamente descrita pelo historiador Daniel-Rops (1988) e por LLorca, Villoslada e Montalban (1960). Em sentido contrário temos o florescimento da civilização cristã ocidental, descrita pelo Papa Leão XIII (1954) em sua encíclica Imortale Dei.

Por Pe. Carlos Alberto, EP

[1] Mt 5, 48

Fonte: http://www.arautos.org/noticias/60650/Os-Mandamentos--base-da-boa-ordem-social.html

ORAÇÃO–COURAÇA DE SÃO PATRÍCIO II

Hoje me levanto com a poderosa força e invoco à Santíssima Trindade com trinitária fé professando a unidade do Criador e da criatura.

Hoje me levanto com a força do nascimento de Cristo graças a seu batismo, com a força de sua crucificação e morte, com a força de sua ressurreição e Ascensão, com a força de seu retorno no dia do juízo.

Hoje me levanto com a força do amor do querubim, obediente ao anjos, a serviço dos arcanjos, na esperança da ressurreição para encontrar consolo com as orações dos patriarcas, as predições dos profetas, os ensinamentos dos apóstolos, a fé dos confessores, a inocência das santas virgens, os feitos dos homens de bens.

Hoje me levanto com a força dos céus: a luz do sol, o brilho da lua, o esplendor do fogo, a velocidade do trovão, a rapidez do vento, a profundidade dos mares, a permanência da terra, a firmeza da rocha.

Hoje me levanto com a força de Deus que me guia: sua grandeza que me apoia, sua sabedoria que me guia, seu olho que me cuida, seu ouvido que me escuta, sua palavra que me fala, sua mão que me defende, seu caminho para segui-lo, seu escudo para proteger-me, sua eucaristia para livrar-me das armadilhas do demônio, da tentação dos vícios, daqueles que me desejam mal, longe ou perto, só ou acompanhado.

Invoco hoje todo estes poderes para que se levantem entre mim e estes males, contra todos os cruéis e infames poderes que desejam o mal para meu corpo e alma, contra as invocações dos falsos profetas, contra as nefastas leis da pagania, contra as falsas leis da heresia, contra as artes da idolatria, contra os feitiços de bruxas, quiromantes e feiticeiros, contra todo conhecimento que corrompa o corpo e a alma.

Cristo que me proteja hoje contra o veneno, contra o fogo, contra morrer afogado, ser ferido para que assim venha a mim abundante consolo.

Cristo comigo,
Cristo à minha frente,
Cristo atrás de mim,
Cristo em mim,
Cristo abaixo de mim,
Cristo sobre mim,
Cristo a minha direita,
Cristo a minha esquerda,
Cristo quando durmo,
Cristo quando descanso,
Cristo quando me levanto,
Cristo no coração de todo homem que pense em mim,
Cristo na boca de quem fale de mim,
Cristo em todos os olhos que me veem,
Cristo em todo ouvido que me ouve.
Hoje me levanto com poderosa força e invoco à Santíssima Trindade com trinitária fé professando a unidade do Criador e da criatura.
Amém!

São Parício

ORAÇÃO–COURAÇA DE SÃO PATRÍCIO I

Uma Oração que aparentemente é simples, mas contém a força do NOME que está acima de TODO NOME, e por isso você irá também experimentar a eficácia desta Oração em sua vida….

“Jesus Cristo comigo,
Jesus Cristo em minha frente,
Jesus Cristo atrás de mim,
Jesus Cristo em mim,
Jesus Cristo abaixo de mim,
Jesus Cristo sobre mim,
Jesus Cristo à minha direita,
Jesus Cristo à minha esquerda,
Jesus Cristo quando me deito,
Jesus Cristo quando me sento,
Jesus Cristo quando me levanto,
Jesus Cristo no coração de cada um que pensa em mim,
Jesus Cristo na boca de cada um que fala de mim,
Jesus Cristo em todo olho que me vê,
Jesus Cristo em todo ouvido que me ouve. Amém!”

Oração Contra os Inimigos Ocultos
Senhor Deus, vós enviastes o Arcanjo Rafael para acompanhar Tobias em sua viagem.
Arrependido dos meus pecados, peço-vos, entregai-me à proteção de um de vossos Santos Anjos, para que em eu possa percorrer a estrada da minha existência, livre da fofoca, calúnia, maledicência, perseguição e do ódio dos meus inimigos.
Senhor Jesus Cristo, do alto da Cruz dissestes ao Criador: "Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem".
Senhor Deus, perdoai os meus inimigos.
Abri o seu coração para que possam sentir a Vossa caridade. Amém!

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

PAPA FRANCISCO SUPERA 15 MILHÕES DE SEGUIDORES NO TWITTER

Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco superou os 15 milhões de seguidores na conta Twitter @Pontifex em nove línguas, inaugurada por Bento XVI em dezembro de 2012.
Os seguidores mais numerosos são os de língua espanhola com 6.479.550, seguidos pelos de língua inglesa, com 4.366.300, italiana 1.867.400, português 1.123.800, francês 291.800, latim 271.600, alemão 206.300, polonês 251.100 e árabe 145.500. (JE)

site da Rádio Vaticano

PAPA RECEBE RETRATO EM ESTILO JOSEON

Seul (RV) - Para celebrar a histórica visita do Papa Francisco à Coreia, um grupo de sete pintores tradicionais presentou o pontífice antes do seu retorno a Roma com um retrato, feito com antigas técnicas e com caracteres típicos coreanos. Fez parte do grupo Jo Yong-jin, professor emérito de história da arte na Universidade de Seul, que junto com os outros artistas trabalhou por mais de cinco meses na obra - relata a agência Asianews.
A técnica de composição do quadro chama-se Baechae, na qual as cores são aplicadas por detrás do hanji, papel feito à mão com material proveniente da cortiça da madeira da amoreira. Todavia, para que não estragasse, o quadro de Papa Francisco foi feito em seda.
Os artistas realizaram duas cópias, e um busto: o original foi dado a Francisco depois da missa para a paz e a reconciliação, nesta segunda-feira. Os demais serão enviados ao santuário dos mártires de Seosomun, no centro de Seul. O Papa foi retratado em branco em razão do seu ministério, mas também – explica Jo – “porque durante a dinastia Joseon era a cor da temperança e da simplicidade”. (R.B)

Texto proveniente da página do site da Rádio Vaticano

OLHOS DE ÁGUIA

"Não sou uma águia, dela tenho simplesmente os olhos e o coração, pois apesar de minha pequenez extrema, ouso fitar o Sol Divino [...] e meu coração sente em si todas as aspirações da águia".
Irmã Marcela Alejandra Ruiz Reyes, EP
Quando o Sol, ainda tímido, deita seus primeiros raios sobre as altas cordilheiras, o panorama vai adquirindo aos Águia real voando sobre a Serra de Guadarrama - Espanha.jpgpoucos uma luminosidade toda especial que faz coruscar como minúsculos diamantes o alvo manto de neve no cimo das montanhas mais elevadas. E à medida que a presença do Astro Rei ganha força, a neve se derrete levemente em alguns recantos da encosta, fazendo escorrer torrentes de água cristalina que rompem o silêncio da aurora com seu inconfundível e agradável murmúrio.
Entre os picos que se levantam sobranceiros, algo convida nosso espírito à contemplação e ao heroísmo. Trata-se de uma majestosa ave que, depois de se ter despertado junto com o nascer do Sol, cruza os ares com grandeza: a águia real. Sentindo-se inteiramente à vontade em tão espetacular cenário, ela voa com elegância, desafiando as alturas e parecendo estar no ar por puro prazer. Mas se a observarmos com mais cuidado, veremos que ela presta muita atenção no que acontece nos vales profundos e nas íngremes vertentes.
De repente, sua vista extremamente aguçada divisa uma presa que lhe reporá as energias. Investe, então, com uma velocidade vertiginosa - que pode passar até de 150 km/h - e a apanha certeira, com suas garras afiadas. Uma vez alimentada, fixa o Sol como se quisesse atingi-lo e outra vez fende os ares com audácia, em sua direção.
Contemplando-a levantar voo, ela nos dá ideia do que é a ousadia que não duvida nem toma precauções pequenas e mesquinhas. Sua forma de sulcar os céus evoca a beleza das almas que, no supremo heroísmo do desapegar-se das coisas da Terra, se abandonam nas mãos de Deus, dispostas a enfrentar todos os riscos desta vida, para contemplar eternamente a luz do Criador.
Tal é a Virgem Santíssima que, em sua humildade, voa como uma águia mística pelos céus inexcogitáveis do amor a Deus. E assim também são as almas que, reconhecendo sua debilidade para alcançar o Céu, podem dizer com Santa Teresinha: "Não sou uma águia, dela tenho simplesmente os olhos e o coração, pois apesar de minha pequenez extrema, ouso fitar o Sol Divino, o Sol do Amor, e meu coração sente em si todas as aspirações da águia...".1 ² 1 SANTA TERESA DE LISIEUX. Manuscrito B. O passarinho e a águia divina. 

In: Obras completas. São Paulo: Paulus, 2002, p.175. (Revista Arautos do Evangelho, Agosto/2014, n. 152, p. 50-51)
Por: Irmã Marcela Alejandra Ruiz Reyes





ORAÇÕES A SANTA FILOMENA

Devoção a Santa Filomena

Orações a SANTA FILOMENA


Saudação a Santa Filomena

Composta pela Serva de Deus Irmã Maria Luisa de Jesus, oração muito poderosa e querida a Santa Filomena,

Saúdo-vos, Filomena, Virgem e Mártir de Jesus Cristo, e peço-vos oreis a Deus pelos justos, para que se conservem em sua justiça e cresçam diariamente de virtude em virtude.
Creio em Deus Pai.
Saúdo-vos, Filomena, Virgem e Mártir de Jesus Cristo, e peço-vos oreis a Deus pelos pecadores, para que se convertam e vivam a vida da graça.
Creio em Deus Pai.
Saúdo-vos, Filomena, Virgem e Mártir de Jesus Cristo, e peço-vos oreis a Deus pelos heréticos e infiéis, para que venham à verdadeira Igreja e sirvam ao Senhor em espírito e verdade.
Creio em Deus Pai.
Glória ao Pai. (três vezes, à Santíssima Trindade, em ação de graças pelos favores concedidos a tão ilustre Virgem Mártir heroína do Evangelho).
Uma Salve Rainha (à Virgem das Dores, para agradecer-lhe a suprema fortaleza que lhe alcançou nos seus múltiplos e cruéis martírios).
Rezar o credo.

COROINHA DE SANTA FILOMENA

A Coroinha de Santa Filomena é um pequeno rosário formado por contas brancas e vermelhas.
Reza-se assim:
Um Credo. (na medalha)
Três Pai-Nossos (nas contas brancas)
Em honra da Santíssima Trindade, por cuja glória Santa Filomena deu a vida.
Treze Ave-Marias (nas contas vermelhas)
Em louvor dos treze anos em que viveu na terra a Virgem Mártir.

A cada Ave-Maria acrescenta-se a jaculatória:
Santa Filomena, pelo sangue que derramastes por amor a Jesus Cristo, alcançai-me a graça que vos peço.
Santa Filomena, pelo Vosso amor por Jesus e Maria, rogai por nós.
Termina-se a coroinha na medalha triangular, com a oração a Santa Filomena:
“Oh! gloriosa Princesa da Corte Celestial, Santa Filomena, prostrado diante de vós, rememorando as vossas virtudes e prodígios, minha alma engrandece ao Senhor que operou em vós tamanha maravilha de santidade. Querida Protetora, vinde em meu auxílio para conduzir-me pelos caminhos da virtude, para ser minha fortaleza em face do inimigo infernal, para me trazer do Coração de Jesus a riqueza dos auxílios divinos que são pra este devoto a saúde, a paz do coração, a solução de minhas dificuldades, o bem-estar de minha família e o consolo em toda tribulação. Milagrosa Santa Filomena, em Vós confio! Amém”.

ORAÇÃO A SANTA FILOMENA

Oh! gloriosa Virgem e Mártir Santa Filomena, que do Céu onde reinais vos comprazeis em fazer cair sobre a Terra benefícios sem conta, eis-me aqui prostrado a vossos pés para implorar-vos socorro para minhas necessidades que tanto me afligem, vós que sois tão poderosa junto a Jesus, como provam os inumeráveis prodígios que se operam por toda parte onde sois invocada e honrada.
Alegro-me ao ver-vos tão grande, tão pura, tão santa, tão gloriosamente recompensada no céu e na terra.
Atraído por vossos exemplos à prática de sólidas virtudes e cheio de esperança à vista das recompensas concedidas aos vossos merecimentos, eu me proponho de vos imitar pela fuga do pecado e pelo perfeito cumprimento dos mandamentos do Senhor.
Ajudai-me, pois, oh! grande e poderosa Santinha, nesta hora tão angustiante em que me encontro, alcançando-me a graça . e sobretudo uma pureza inviolável, uma fortaleza capaz de resistir a todas as tentações, uma generosidade de que não recuse a Deus nenhum sacrifício e um amor forte como a morte pela fé em Jesus Cristo, uma grande devoção e amor a Maria Santíssima e ao Santo Padre, e ainda a graça de viver santamente a fé para um dia estar contigo no céu por toda a eternidade.
Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.

ORAÇÃO DE SÚPLICA

Prostrado ante vossos pés, oh! grande e gloriosa Santa, venho apresentar minha fervorosa oração;
Acolhei benignamente e obtende-me as graças que me são necessárias.
Tenho um coração atribulado.
Sinto fortes os golpes da dor, a desventura me oprime.
Recorro, pois, a vosso auxílio.
Ajudai-me e olhai minha oração.
Santa Filomena, rogai por mim. Glória ao Pai.
Fatigado e sem consolo, privado de esperança, sozinho e oprimido pelas tribulações, espero ser por Vós atendido. Santa Filomena, rogai por mim.
Glória ao Pai.


Reconheço que foram meus grandes pecados a causa de tantas desventuras.
Obtende-me de Jesus o pedido e abrasai-me em seu santo amor.
Santa Filomena, rogai por mim. Glória ao Pai.
Vê quantas graças me são necessárias e não me abandoneis.
Vós que sois tão poderosa junto a Deus afastai de mim a tristeza e a desolação, dai paz a minha alma, protegei-me dos perigos e livrai-me dos castigos do pecado;
Abençoai a minha casa, a minha família, a teus fiéis devotos e alcançai-me a graça que necessito (mencionar a graça).
Gloriosa Santa Filomena, não me abandones e rogai por mim.
Glória ao Pai.


Por vossos sofrimentos, alcançai-nos de Deus a Misericórdia. Amém.

ORAÇÃO PELOS FILHOS

Oh! Santa Filomena, eu coloco meus filhos sob teu cuidado. Ilustre Virgens, que tão cuidadosamente compreendida a excelência de pureza, a manter a sua alma pura e santa, aos olhos de Deus. Santa jovem solteira, que o compreenderam plenamente o infinito valor da vida eterna e os tesouros passageiros temporais de riquezas e poder, instruir meus filhos no valor das coisas espirituais. Auxiliá-los na criação de ricos tesouros no celeiro do Céu, onde a sua riqueza não pode ser destruída, nem roubadas.
Corajosa Mártir, que morreu em tormento, em vez de ofender a Deus Todo-Poderoso, ensinai os meus filhos um verdadeiro horror do pecado e o amor pela verdade virtude. Eu imploro-te, Santa Filomena, para obter-lhes a coragem de sofrer perseguições e torturas corajosamente, em vez de negar a Deus Todo-Poderoso.
Peço estes favores com total confiança, Santa Filomena, porque eu sei que Deus, vos concedeu este poder de intercessão e tenho a certeza que vós nunca se recusam a ouvir a oração de uma mãe que imploras ajuda para salvação eterna do seu filho. Amém.

Fonte: http://www.nospassosdemaria.com.br/SantaFilomena/SantaFilomena-Oracoes.html

COMO PROVAR QUE JESUS É DEUS?

Os homens de nosso tempo, embora aceitem Jesus Cristo como um grande líder religioso, estão cada vez menos dispostos a reconhecê-lo como Deus. A Sua divindade, no entanto, é a coluna vertebral da religião cristã, sem a qual todo o edifício da fé rui inevitavelmente. Afinal, se Jesus é Deus, tudo o que disse é verdadeiro – e a Ele devemos, pela fé, “plena adesão do intelecto e da vontade”, já que Deus “não pode enganar-se nem enganar” ninguém [1] –, mas, se é apenas uma pessoa “iluminada”, a religião que fundou pode muito bem ser remodelada ao gosto dos tempos.

Para provar que Jesus é Deus, o autor C. S. Lewis serviu-se de um argumento que já era apresentado desde o início da Igreja e apresentou-o no livro Mere Christianity [“Cristianismo puro e simples”, no Brasil]. Ele chamou o argumento de “the shocking alternative – a alternativa estarrecedora”:

sábado, 16 de agosto de 2014

PAPA TRANCISCO - Critica hipocrisia dos religiosos que "vivem como ricos"

Papa Francisco critica hipocrisia dos religiosos que "vivem como ricos" KIM HONG-JI/AFP

"A hipocrisia dos homens e mulheres consagrados que professam o voto de pobreza e, contudo, vivem como ricos, danificam a alma dos fiéis e prejudicam a Igreja", disse neste sábado o papa Francisco a 4 mil membros das comunidades religiosas sul-coreanas, no centro católico para pessoas com mobilidade reduzida de Kkottongnae, que fica a 100 quilômetros ao sul de Seul.
O papa advertiu para "o perigo que constitui o consumismo em relação à pobreza da vida religiosa", em um país que alcançou um rápido progresso material nas últimas décadas. Falou também sobre a castidade, expressando "a entrega exclusiva ao amor de Deus", em uma alusão a setores que defendem o desaparecimento do celibato na Igreja Católica.
– Todos sabemos quanto exigente é [a castidade] e o compromisso pessoal que comporta. As tentações neste domínio requerem humildade e confiança em Deus, vigilância e perseverança – lembrou Jorge Mario Bergoglio aos religiosos sul-coreanos.

APARIÇÕES DE JESUS

 
 

NOVENA DE SÃO JOAQUIM E SANTA ANA


Oração para todos os dias
Senhor por intercessão de São Joaquim e Santa Ana, lembra-Te daqueles a quem deste o dom da vida longa. Recompensa-os agora pelo bem que realizaram no passado, perdoa-os por suas falhas. Torna seus dias felizes e dá-lhes Tua graça a fim de que sigam crescendo através dos desafios de seus últimos anos. Dá-lhes a vida eterna Contigo. Senhor Jesus, peço-te uma bênção para todos aqueles que chegaram à idade avançada, especialmente estes:
(Diga os nomes, bem como sua intenção pelos idosos)
E a mim Senhor peço a graça de saber valorizar os idosos, peço a graça de saber dar atenção, carinho e afeto, respeito e dignidade aos idosos. Sei que se Vossa bondade me conceder um dia, também o serei e sei que a vida é um aprendizado. Por isso rezo, dai-me a graça de saber envelhecer, dai-me a maturidade que a minha idade permite ter, dai-me sabedoria, compreensão do mundo e das pessoas porque cada dia é um passo rumo à Tua presença.
Senhor por intercessão de São Joaquim e Santa Ana, avós de Jesus, pedimos a graça de aceitar o tempo, aceitar os fatos, mas nunca desistir de um recomeço. Aos que já são idosos, pedimos Senhor que saibamos amá-los em suas fragilidades, acolhê-los em suas limitações, ajudá-los em suas dificuldades. Que a minha presença junto aos idosos leve-os a superar o sentimento de solidão e me ajude a ser um ouvido que escuta, uma mão estendida e um coração que ama. Amém.

Fonte: http://www.amormariano.com.br/igreja/liturgia-diaria-26072013-santa-ana-e-sao-joaquim/

ORAÇÃO OU NOVENA A SÃO JOAQUIM, pai da Virgem Maria

Esta oração, querendo pode ser uma novena. 

Ó grande patriarca S. Joaquim, nosso glorioso padroeiro, nós, devotos vossos, nos regozijamos com o pensamento de terdes sido escolhido entre todos os santos para cooperar nos mistérios divinos e enriquecer o mundo com a Bem-aventurada Mãe de Deus e nossa, vossa filha Maria Santíssima.
Por este singular privilégio, sois poderosíssimo junto à Mãe e ao Filho de Deus, de sorte que não há graça que não possais alcançar.
Recorremos a vós, animados por essa confiança plena, pedindo vossa valiosíssima proteção e recomendando-vos todas as nossas necessidades espirituais e temporais, bem como as da nossa família.
Pedimo-vos, ó glorioso Santo, a graça especial de (pedido) e esperamos obtê-la pela vossa paternal intercessão. 
Pedimos particularmente a graça do amor perseverante a Jesus e Maria, a fim de que nós vivamos e morramos na Fé, Esperança e Caridade, invocando também o vosso bendito nome.
Amém.


1 Pai Nosso, 3 Ave Maria, 1 Glória.


São Joaquim, rogai por nós.

Fonte: http://precantur.blogspot.com.br/2014/08/oracao-sao-joaquim-pai-da-virgem-maria.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+precantur+(ORA%C3%87%C3%95ES+CAT%C3%93LICAS+-+PALE+IDEAS)

SÃO JOAQUIM, Pai da Virgem Maria - 16 de Agosto

16 de agosto

São Joaquim

Pai da Virgem Maria, esposo de Santa Ana

por Giulia d'Amore

clique para ver mais imagens imprimíveis
Joaquim – do latim Ioachim, e este do hebraicoJojakim (Yônâkhîr): “Preparação de Javé” – foi pai da Virgem Maria e avô de Jesus Cristo, e é venerado como Santo pela Igreja.
De acordo, São Joaquim é identificado com Heli, através da variação do nome: Joaquim - Eliaquim - Eli - Heli.
São Joaquim não é mencionado nos textos canônicos. Sua história é narrada por três evangelhos apócrifos – o Protoevangelho de Tiago, o evangelho do pseudo-Mateus (ou “Liber de ortu beatae Mariae Virginis”) e o “Evangelium de nativitate Mariae”, nos quais se inspiraram
Santo Agostinho, o Papa Inocêncio Ie a “Legenda Aurea” de Jacopo da Varagine(ou de Varazze)(*), e também na “Caverna dos Tesouros” (os quinhentos anos, desde o segundo ano de Ciro até o nascimento de Cristo: as genealogias dos israelitas mais tardios), atribuído a Efrém da Síria.
Joaquim e seu irmão gêmeo Jacó eram filhos de Matã e Sebhrath. Sebhrath era filha de Finéias, e Matã era filho de Eleazar e Dîbath, filha de Tôlâh. Os dados biográficos que sabemos sobre os pais da Virgem Maria foram legados pelo Proto-Evangelho de Tiago, obra citada em diversos estudos dos padres da Igreja Oriental, como Epifânio e Gregório de Nissa.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

15 AGOSTO - Assunção de Nossa Senhora

Assunção de Nossa Senhora

Hoje, solenemente, celebramos o fato ocorrido na vida de Maria de Nazaré, proclamado como dogma de fé, ou seja, uma verdade doutrinal, pois tem tudo a ver com o mistério da nossa salvação. Assim definiu pelo Papa Pio XII em 1950 através da Constituição ApostólicaMunificentissimus Deus: “A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial.”

Antes, esta celebração, tanto para a Igreja do Oriente como para o Ocidente, chamava-se “Dormição”, porque foi sonho de amor. Até que se chegou ao de “Assunção de Nossa Senhora ao Céu”, isto significa que o Senhor reconheceu e recompensou com antecipada glorificação todos os méritos da Mãe, principalmente alcançados em meio às aceitações e oferecimentos das dores.

ORAÇÃO

A alma, como incenso, ao céu se eleva Da férvida oração nas asas puras, E Deus recebe como um longo hosana O cântico de amor das criaturas.

Do trono d'ouro que circundam anjos Sorrindo ao mundo a Virgem-Mãe se inclina, Ouvindo as vozes de inocência bela Dos lábios virginais de uma menina.

Da tarde morta o murmurar se cala
Ante a prece infantil que sobe e voa
Fresca e serena qual perfume doce
Das frescas rosas de gentil coroa.

As doces falas de tua alma santa
Valem mais do que eu valho, ó querubim!
Quando rezares por teu mano, à noite,
Não te esqueças: também reza por mim.


Casimiro de Abreu

IRMÃ DULCE

 Seu nome de batismo era Maria: Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes. Em casa, ela era carinhosamente chamada de Mariínha. Dos vinte anos até o fim da vida passou a ser Irmã Dulce. Hoje ela é conhecida como Bem-aventurada Dulce dos Pobres, ou, se quiser, o Anjo Bom do Brasil.

Fragilidade que escondia uma fortaleza

Ninguém poderia prever que, depois de setenta e sete anos, a pequena e frágil filha do casal Augusto Lopes Pontes e Dulce Maria de Souza Brito Lopes Pontes seria capaz de fazer tudo que fez.

Foi uma vencedora: venceu sua fragilidade, seu temperamento, as adversidades, os enganos e desconfianças. Venceu a vida e, muitas vezes, venceu a morte que rondava os seus pobres. Venceu o demônio, o mundo e a carne.

Irma.jpg

"A figura de [Irmã Dulce dos Pobres] resplandece entre aqueles cristãos que fizeram da caridade a Deus e ao próximo toda sua vida. Sua caridade foi maternal, terna. Sua dedicação (...) tinha uma raiz sobrenatural e do alto trouxe energias e meios para colocar em prática uma espantosa atividade de serviço aos mais humildes.

Ela fez-se pobre junto aos pobres. Sem contraposições de classes, recordou aos ricos a exigência evangélica de repartir o pão com o faminto." (Congregação da Causa dos Santos ao concedendo a Irmã Dulce o título de Venerável.)

Ela nasceu há quase cem anos, no dia 26 de maio de 1914, em Salvador, na Bahia.

Mariínha ficou órfã de mãe muito cedo. Dona Dulce morreu em 1921, aos 26 anos, quando a menina tinha apenas sete anos.

Não foi por isso que ela deixou de ser uma criança alegre: brincava de roda, corria, cantava, subia em árvores para colher frutos, tocava instrumentos musicais. Acompanhava o pai em passeios e até assistiu partidas de futebol.

Ainda criança e já no início da adolescência, a filha do bem sucedido Cirurgião Dentista e Professor Universitário Dr. Augusto, rezava pedindo que Santo Antônio lhe desse um sinal do Céu, que indicasse seu futuro: deveria ou não deveria seguir a vida religiosa?

DE ONDE VIERAM OS QUATRO SÍMBOLOS DOS EVANGELHOS?

Como foram atribuídos os símbolos dos quatro Evangelhos? A arte cristã sempre representou cada evangelista por um ser vivente: São Mateus é simbolizado por um homem; São Marcos, por um leão; São Lucas, por um touro; e São João, por uma águia.

O fundamento desses ícones é bíblico. O livro do Apocalipse de São João, por exemplo, traz a visão de quatro seres viventes que rendiam glória a Deus:

“O primeiro animal vivo assemelhava-se a um leão; o segundo, a um touro; o terceiro tinha um rosto como o de um homem; e o quarto era semelhante a uma águia em pleno voo. (...) Não cessavam de clamar dia e noite: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Dominador, o que é, o que era e o que deve voltar.” [1]

QUARESMA DE SÃO MIGUEL ARCANJO

Quaresma são miguel

Histórico

No dia, 15 de Agosto começa a Quaresma de São Miguel Arcanjo, uma oração que tem se espalhado entre os católicos a cada ano que passa. Apesar de muito antiga (conta-se que eram os franciscanos que a rezavam), somente agora com o surgimento de meios de comunicação católicos e das mídias sociais, esta oração ganhou força e graças a Deus hoje muitos jovens, adultos e até famílias inteiras se reúnem para rezá-la.

Miguel (em hebraico: (Micha’el ou Mîkhā’ēl; em grego: Μιχαήλ, Mikhaḗl; em latim: Michael ou Míchaël; em árabe: م يخائ يل , Mīkhā’īl) é um arcanjo. Em hebraico, Miguel significa mi-“quem”, ke-“como”, El-“deus”, o que é tradicionalmente interpretado como uma pergunta retórica: “Quem é como Deus?” (em latim: Quis ut Deus?), para a qual se espera uma resposta negativa, e que implica que “ninguém” é como Deus. Assim, Miguel é reinterpretado como um símbolo de humildade perante Deus. No Antigo Testamento, Miguel é mencionado três vezes no Livro de Daniel, uma como um “grande príncipe que defende as crianças do seu povo”. A ideia de Miguel como um advogado de defesa dos judeus se tornou tão prevalente que, a despeito da proibição rabínica contra se apelar aos anjos como intermediários entre Deus e seu povo, Miguel acabou tomando um lugar importante na liturgia judaica.

No Novo Testamento, Miguel lidera os exércitos de Deus contra as forças de Satã no Apocalipse, onde, durante a guerra no céu, ele o derrota. Na Epístola de Judas, Miguel é citado especificamente como “arcanjo”. Os santuários cristãos em honra a Miguel começaram a aparecer no século IV, quando ele era percebido como um anjo de cura, e, com o tempo, como protetor e líder do exército de Deus contra as forças do mal. Já no século VI, a devoção a São Miguel já havia se espalhado tanto no oriente quanto no ocidente. Com o passar dos anos, as doutrinas sobre ele começaram a se diferenciar. E até hoje, temos esse belíssimo costume de consagrar nossas vidas a São Miguel.

QUAL É O VERDADEIRO EIXO DA HISTÓRIA?

As realidades materiais, como o papel do Sol na vida sobre a Terra, são facilmente constatadas e admitidas por todos. As espirituais, entretanto, custa muito mais serem reconhecidas, inclusive pelos analistas da História.

Situar a História da Igreja dentro da História universal ou, melhor dizendo, a História profana na História da Salvação, parece-me ser o principal dever de um autêntico historiador cristão. De fato, esta concerne a todos os homens, pertencentes ou não à Igreja; além disso, é, afinal de contas, História.
São João Bosco e São Domingos Sávio..jpg
São João Bosco com São Domingos Sávio
Basílica do Sagrado Coração de Jesus, Roma

Entretanto, verifica-se desde alguns séculos - creio não equivocar-me ao situar em fins da Idade Média o início desse processo - uma gradual dissociação entre a História da Igreja e a História universal. Assim, abundam os manuais desta última nos quais são raras as referências ao papel da Esposa Mística de Cristo nos acontecimentos. E muitos a mencionam apenas para tecer acerbas críticas à atuação de certos eclesiásticos ou difundir contra ela calúnias emanadas do espírito laicista e anticristão de seus autores.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

O CORTEJO DOS PROFETAS

Ouro Preto.jpg

Congonhas do Campo é o lugar onde as pedras falam. Milagre da arte que o escultor brasileiro Antônio Francisco Lisboa - o Aleijadinho - realizou, nas figuras dos Profetas.

Estamos em 24 de maio de 1733. As ruas íngremes de Vila Rica, antiga capital de Minas Gerais, despertaram floridas, repletas de damascos e sedas. As pedrarias, o ouro, a prata brilhavam nos locais mais inesperados...Profeta Daniel.jpg

"Então, com absoluto respeito do povo, celebrou-se Missa na Igreja do Rosário oficiada a dois coros de música, de cujos ministros a riqueza dos paramentos dava gosto aos olhos, elevação aos corações. "Além da massa de fiéis vindos de uma redondeza de quarenta léguas, irmandades, representantes do clero, autoridades civis e militares, desfilavam ainda mais de duzentas figuras em vestes simbólicas e alegorias variadas.

"Cinco arcos de triunfo incrustados de ouro e diamantes enfeitavam as ruas. "À frente da principal irmandade se distinguia uma custosa Cruz de prata com mangas de seda e franjões de ouro nos lados. Conduzida por ceroferários, viam-se duas tocheiras de prata ornamentadas de caprichosos arabescos. Era acolitada pelo provedor e sacerdotes de casula, dalmáticas, capas de asperges, alvas, manípulos e estolas. Anjos vestidos ‘à trágica' levavam bandejas de prata cheias de flores odoríferas, que espalhavam graciosamente nas ruas, e só então surgia o Divino e Eucarístico Sacramento debaixo de um pálio carmesim."

Assim descrevia Simão Ferreira, cronista da época, a transladação do Santíssimo Sacramento da Igreja do Rosário para o novo templo de Nossa Senhora do Pilar. E concluía dizendo:

"Não há lembrança de que se visse no Brasil, nem consta que se fizesse na América, ato de maior grandeza."

O Brasil, desde sua descoberta, não havia contemplado uma festividade com tanto esplendor, com tamanho fausto. Para sempre essa procissão ficaria gravada nos anais de nossa história como O Triunfo Eucarístico.

S.S PIO XII–As Lições Espirituais–2ª Parte

S.S. Pio XII
Conclusão do post anterior
17. Ora, o mundo, que tantos e tão justos motivos de ufania e de esperança oferece nos nossos dias, conhece também uma terrível tentação de materialismo, muitas vezes denunciada pelos nossos predecessores e por nós mesmos.
Esse materialismo não está somente na filosofia condenada que preside à política e à economia de uma porção da humanidade; manifesta-se também no amor do dinheiro, cujas devastações se amplificam à medida dos empreendimentos modernos, e que, infelizmente, comanda tantas determinações que pesam sobre a vida dos povos; traduz-se pelo culto do corpo, pela procura excessiva do conforto e pela fuga de toda austeridade de vida; induz ao desprezo da vida humana, daquela, mesmo, que é destruída antes de ver a luz; está na demanda desenfreada do prazer, que se ostenta sem pudor e que mesmo, pelas leituras e pelos espetáculos, tenta seduzir almas ainda puras; está na indiferença para com seu irmão, no egoísmo que o esmaga, na injustiça que o priva dos seus direitos, numa palavra, nessa concepção da vida que regula tudo em vista somente da prosperidade material e das satisfações terrenas.
“Minha alma, dizia um rico, tens quantidade de bens em reserva por longo tempo; repousa, come, bebe, leva vida regalada. Mas Deus lhe diz: Insensato, esta noite mesmo vão te pedir a tua alma” (Lc 12, 19-20).

A LUTA DE SATANÁS CONTRA A IGREJA

O diabo sabe que a melhor maneira de destruir a religião é atacando o sacerdócio

“Para fazer reinar Jesus Cristo no mundo, nada é mais necessário do que um clero santo, que seja, com o exemplo, com a palavra e com a ciência, guia dos fiéis” [1]. Estas são palavras que os Santos Padres não se cansam de repetir ao orbe católico, desde que foram pronunciadas, pela primeira vez, pelo papa São Pio X. De fato, o testemunho de um bom sacerdote é capaz de arrastar centenas de fiéis à Igreja de Cristo, quer por meio da pregação, quer por meio da administração dos sacramentos, quer por meio da obediência às normas eclesiais, como o celibato.

A missão do sacerdote resume-se àquela regra máxima da Igreja, de que falam os santos: Salus animarum suprema Lex – a lei suprema é a salvação das almas. Por isso o Papa Bento XVI, na proclamação do Ano Sacerdotal, em 2009, exortou o clero católico a redescobrir a dimensão eclesial de seu ministério. Somente na comunhão com a Igreja o sacerdote pode atingir aquela santidade necessária “para fazer reinar Jesus Cristo no mundo”. Explica-nos o Papa Emérito: “a missão é eclesial, porque ninguém se anuncia nem se leva a si mesmo, mas, dentro e através da própria humanidade, cada sacerdote deve estar bem consciente de levar Outro, o próprio Deus, ao mundo” [2].

TRÍDUO A NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO - 3º DIA

 

 

3º DIA

 

 

Oh! Santíssima Virgem que, para morrer santamente, ajuntastes um imenso tesouro de méritos e virtudes; alcançai-nos a graça de conhecermos que só a virtude e a graça de Deus é a estrada que pode conduzir-nos à salvação.
Pai Nosso, Três Ave Marias
Nossa Senhora da Assunção – Rogai por nós!

Fonte:- See more at: http://www.arautos.org/triduo_assuncao/#sthash.CgCRNZXn.dpuf

ESPLENDORES DA CRIAÇÃO

Para compreendermos a História Sagrada, ou seja, a narração baseada na Sagrada Escritura dos principais fatos ocorridos com o homem, desde quando foi criado até a vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, consideremos inicialmente a Criação.
1. Seres visíveis e invisíveis
Contemplando o céu numa noite estrelada, ficamos maravilhados. E as miríades de corpos celestes que vemos mais luar_noite..jpgnumerosos que todos os grãos de areia existentes nas praias dos mares  são minerais, os quais pertencem à categoria mais baixa entre todos os seres criados por Deus. Pois em graus superiores estão os vegetais, os animais e os homens. Todos esses são seres visíveis; acima deles o Altíssimo criou seres invisíveis: os anjos.
O universo foi criado por Deus a partir do nada; essa é uma verdade de Fé fundamentada na primeira frase da Sagrada Escritura: "No princípio, Deus criou o céu e a terra" (Gn 1, 1). Criar significa "dar existência a um ser do qual todos os elementos constitutivos não existiam anteriormente. Um pintor não cria, pois não dá existência à tela, nem à tinta, nem aos outros elementos constitutivos de seu quadro. Sua ação se limita a confeccionar com meios preexistentes um ser novo, que é o quadro"1.
O Altíssimo sustenta todas as criaturas, como ensina São Paulo: "Ele existe antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem n'Ele" (Cl 1, 17). E transcende os seres criados, pois "está acima de todas as suas obras" (Eclo 43, 30). É o único Ser necessário; todos os outros são contingentes, ou seja, poderiam não existir.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

NOVENA "MARIA PASSA NA FRENTE"

MARIA PASSA NA FRENTE


Primeiro Dia

MARIA, PASSA À FRENTE da minha vida!

“Deus reuniu todas as águas e as chamou de ‘mar’. Reuniu todas as graças e as chamou de ‘Maria’!” (São Luiz Maria Grignon de Montfort).

S.S. PIO XII–As Lições Espirituais das Aparições–1ª Parte

 
O Papa Pio XII no dia de sua coroação.
O Papa Pio XII no dia de sua coroação.
12. Essas lições, eco fiel da mensagem evangélica, fazem ressaltar de maneira impressionante o contraste que opõe os juízos de Deus à vã sabedoria deste mundo.
Numa sociedade que não tem lá muita consciência dos males que a corroem, numa sociedade que vela as suas misérias e as suas injustiças sob aparências prósperas, brilhantes e descuidosas, a Virgem imaculada, por quem o pecado jamais roçara, manifesta-se à uma menina inocente.
Com compaixão maternal percorre com o olhar este mundo redimido pelo sangue de seu Filho, onde, infelizmente, o pecado faz cada dia tantas devastações, e por três vezes lança o seu apelo premente: “Penitência, penitência, penitência!”
Gestos expressivos são, mesmo, pedidos: “Ide beijar a terra em penitência pelos pecadores”. E ao gesto há que juntar a súplica: “Rogareis a Deus pelos pecadores”.
Tal como no tempo de João Batista, tal como no início do ministério de Jesus, a mesma injunção, forte e rigorosa, dita aos homens a trilha da volta a Deus: “Arrependei-vos” (Mt 3, 2; 4, 17). E quem ousaria dizer que esse apelo à conversão do coração perdeu, nos nossos dias, a sua atualidade?

TRÍDUO A NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO - 2° DIA

 

2° DIA

Oh! Santíssima Virgem que, para vos preparardes para uma santa morte, suspirastes na vida por vos unirdes para sempre com vosso Filho; alcançai-nos que vivamos sempre fiéis ao mesmo Senhor até à morte. Em virtude de sua Assunção aos céus peço... (fazer o pedido)
Pai Nosso, Três Ave Marias
Nossa Senhora da Assunção – Rogai por nós!

Fonte:  See more at: http://www.arautos.org/triduo_assuncao/#sthash.nDRvyySb.dpuf

EU SOU O CAMINHO

"Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai senão por mim" (Jo 14,6). Em todos os tempos essas palavras de Nosso Senhor Jesus Cristo se fazem atuais, pois todo homem tem em si um senso que o leva a buscar a felicidade e a estabilidade própria da vida. Mas será que todos os homens encontram o que ambicionam?
Para aquele que crê em Deus e em Nosso Senhor, a resposta saltaria aos olhos numa única pincelada. Dir-se-ia que esta constante perplexidade humana estaria solucionada, para todos aqueles que sabem buscar a Nosso Senhor Jesus Cristo.

SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA–A REALEZA DE MARIA

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo
Lucas (Lc 1, 39-56)

Em 1950, o Papa Pio XII, por meio da constituição apostólica Munificentissimus Deus, definiu “ser dogma divinamente revelado que a imaculada Mãe de Deus, a sempre virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre, foi assunta em corpo e alma à glória celestial” [1]. Ou seja, Deus, em sua bondade, dispôs que o corpo de Maria, que carregou em seu ventre o próprio Verbo humanado, fosse poupado da corrupção do túmulo. Por mais que se usem argumentos para explicar logicamente esse mistério, a Assunção de Maria é um ato gratuito e livre de amor do Todo-Poderoso, que quis elevar a bem-aventurada Virgem Maria primeiro à glória do Céu.

ORAÇÃO DA PROSPERIDADE

PROSPERIDADE_DE_DEUS_500_x_375_
Ó Senhor, me alegro em vossa força e exulto de alegria em vosso auxílio, por isso a vós me dirijo, confiante em vosso poder, pois havereis de transformar meu nome numa bênção e de cobrir-me de alegria em vossa face.

É de vós que vem a riqueza e a glória, sois vós o Senhor de todas as coisas, por isso suplico-vos:

Vós, que tendes em vossas mãos a força e a riqueza, abençoe o meu trabalho (ou concedei-me a graça de ter um trabalho), pois é a vossa mão que tem o poder de dar a tudo grandeza e solidez.

Fazei que eu ande em vossos caminhos, Senhor, e que minha terra dê seus produtos e as árvores de meus campos se carreguem de frutos espirituais e materiais que eu coma vosso pão até a saciedade e habite em segurança em minha morada, que haja paz em minha casa, minha terra, que meu sono seja tranquilo.

Afastai de meus caminhos meus inimigos, caiam todos diante de vossa espada, multiplicai minhas colheitas, meus resultados e lucros, não rejeiteis minha alma.

Andai no nosso meio e fazei-me vosso servo. Aquilo que me dás que aos necessitados jamais negue e nunca esqueça de cumprir com vossos mandamentos de amar ao próximo como a mim mesmo e a vós acima de tudo.

Senhor, que eu não ande ansioso pela vida, porque a vida é mais que o alimento e o corpo mais que as vestes e se vós vestis os lírios e alimentais os pássaros do campo, também por vós serei protegido e nunca me há de faltar os bens necessários para a vida.

Livrai-me da avareza, cobiça, do amor ao dinheiro, raiz de todos os males, que a prosperidade venha a mim e que eu a use com sabedoria e amor.

Lembrai-vos de vosso servo, São José, o justo, o carpinteiro, pai adotivo de vosso Filho, patrono dos trabalhadores, e por sua intercessão concedei-me a graça que vos peço.

São José, homem justo e trabalhador, intercedei por mim para que imite vossas virtudes e tenha prosperidade, conforme a vontade celeste, força, beleza e graças espirituais, materiais e luz da sabedoria divina para guiar-me.

Ó Virgem fecunda, Senhora Rainha, Santa Maria, que nos destes a Riqueza e a Plenitude da Vida que e Jesus, acompanhai-me com vossas orações  e que por onde eu passar, siga-me o sucesso, a prosperidade e o poder, pois vós, Senhora , mais poderosa que exércitos em ordem de batalha, estais comigo e que eu nunca deixe de buscar a humildade e a caridade para com o próximo, que é a verdadeira riqueza cristã.

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém