Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

O QUE OS ANJOS ESTÃO FAZENDO NO PRESÉPIO?

Segundo a tradição, foi São Francisco de Assis quem deu origem aos presépios, em 1223.
O ato de montar presépios nas casas, nos lugares de trabalho ou locais públicos é uma tradição hoje em dia. De fato, o presépio é um dos sinais característicos da época natalina.
O Papa Bento XVI, na audiência geral de 22 de dezembro de 2010, disse que o presépio é uma expressão da nossa espera em Deus, do Deus que se aproxima. Mas, ao mesmo tempo, é uma ação de graças Àquele que decidiu compartilhar nossa condição humana, na pobreza e na simplicidade.
Para o papa emérito, o presépio é um testemunho genuíno da fé cristã, bem como um sugestivo ícone do amor infinito do Pai a todos nós.
Tudo isso nos leva a ver, nos elementos que integram o presépio, sinais representativos do mistério que se celebra; em palavras de Bento XVI, devem ser ícones, devem nos transportar a este mistério de fé para o qual nos preparamos no Natal: a encarnação do Filho de Deus.

Neste sentido, cabe recordar o que Ratzinger afirmou em seu livro “A infância de Jesus”, com relação ao boi e ao jumento. De fato, o papa alemão afirmou que estas duas figuras “representam a humanidade desprovida de entendimento, mas que, diante do Menino, diante da humilde aparição de Deus no estábulo, chega ao conhecimento”.
Assim, os anjos no presépio devem representar algo desse mistério; não são figuras meramente decorativas.
Como disse João Paulo II, os anjos são seres inseparáveis da ação salvífica de Deus na história do ser humano.
Também no livro sobre a infância de Jesus, Bento XVI, baseando-se no texto do profeta Habacuc (3, 2), afirma que, com a imagem os dois seres viventes, o profeta dá a entender claramente os dois querubins sobre a Arca da Aliança que, segundo o Êxodo (25, 18-20), indicam e ao mesmo tempo escondem a misteriosa presença de Deus. Assim, o presépio seria, de alguma maneira, a Arca da Aliança na qual Deus, misteriosamente protegido, está entre os homens.
Que riqueza tão grande e que sinais tão eloquentes o presépio nos traz! Você já pensou nesta riqueza toda, ao montar seu presépio em família?
A presença dos anjos manifesta também que os anjos protegem o diálogo que se dá entre Deus e os homens. Os santos anjos custodiam o diálogo com Deus. E esse diálogo que se dá entre a criatura e o seu Criador recebe o nome de “adoração”.
Neste sentido, o Catecismo da Igreja Católica, no número 2628, ensina que a adoração é a primeira atitude do homem que se reconhece criatura diante do seu Criador; exalta a grandeza do Senhor. É a ação de humilhar o espírito diante do Rei da Glória.
Os anjos nos ajudam, pois eles são os primeiros adoradores. Estas criaturas espirituais nos ajudam a conservar a pequenez, a proteger a pequenez diante do nosso Deus.
E o fato de serem os primeiros adoradores se conclui das próprias palavras do Nosso Senhor: “Eles contemplam sempre o rosto do meu Pai que está nos céus” (Mateus 18, 10).

Fonte: Aleteia

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém