Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

A FAMÍLIA ONTEM E HOJE

Familia_cristãA família é tão importante que Jesus quis entrar na nossa história por ela!

O Papa João Paulo II chamava a família de “Santuário da vida” (Carta às Famílias, 11), “lugar sagrado da vida”. Ao desejar que a humanidade existisse, Deus estabeleceu a sua base: a família, a união de um homem com uma mulher, crescendo mutuamente no seu amor e gerando os filhos para esta vida e a eternidade.

É na família que a vida humana surge como de uma nascente sagrada, e é cultivada e formada. É missão sagrada da família, guardar, revelar e comunicar ao mundo o amor e a vida. O Concílio Vaticano II já a tinha chamado de “a Igreja doméstica” (Lumen Gentium, 11) onde Deus reside, é reconhecido, amado, adorado e servido; e ensinou que: “A salvação da pessoa e da sociedade humana estão intimamente ligadas à condição feliz da comunidade conjugal e familiar” (Gaudium et Spes, 47). A Igreja ensina, enfim, que “a família é a comunidade na qual, desde a infância, se podem assimilar os valores morais, em que se pode começar a honrar a Deus e a usar corretamente da liberdade. A vida em família é iniciação para a vida em sociedade” (CIC, § 2207).

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

PRIMADO E INFABILIDADE DE PEDRO

A infalibilidade pontifícia e o primado de jurisdição do Pontífice, necessariamente unidos, devem ser, para todo católico, alvo de um amor preferencial. Mas
como fundamentá-los na Escritura, na Tradição e na História?

"Eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mt 16, 18).

Nos últimos cem anos, poucas passagens do Evangelho têm sido objeto de discussões tão veementes e apaixonadas, pois, segundo alegam alguns, a formulação atual não corresponderia ao original escrito por Marcos, mas tratar-se-ia de um texto manipulado por volta do ano 130 com vistas a justificar o primado de Pedro e seus sucessores sobre seus irmãos no episcopado.

Entretanto, durante séculos ninguém pusera em dúvida a autenticidade dessa passagem. Foi preciso aguardar a infiltração do racionalismo na exegese bíblica no século XIX e o historicismo protestante do século XX, para começarem as tentativas de desqualificá-la.

 

Argumentos bíblicos em favor do primado de Pedro

Sob o ponto de vista documental, a tese da suposta manipulação desse versículo não se sustenta. Os textos mais antigos que reproduzem a passagem em questão não apresentam nenhum vestígio de adulteração: nem o Diatessaron (concordância dos quatro Evangelhos) de Taciano, de meados do segundo século, nem os escritos dos Padres da Igreja anteriores ao século IV e nem os 4 mil códices dos oito primeiros séculos que hoje se conhecem.

A TENTAÇÃO DE JESUS NO DESERTO

tentaçao_JesusO deserto nos leva a perguntar a nós mesmos: o que é mais importante na minha vida?

Jesus começou sua vida pública, para inaugurar o Reino de Deus entre nós, e levar a cabo a nossa salvação, sendo batizado no rio Jordão pelo Batista, apesar dos protestos de João, fazendo-se solidário com os pecadores, e assumindo a figura de Servo de Javé” (Is 53), sofredor, para cumprir toda a justiça. É o que o mesmo João já tinha anunciado a seus discípulos: “Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo 1,29).

Como chefe de um Corpo Místico, Ele assume sobre si os pecados da humanidade diante da Justiça divina; e começa a expiá-los nos quarenta dias de jejum e oração que passa no deserto. Ali Ele enfrenta Satanás, o mesmo que tinha vencido Adão e Eva no Paraíso; agora Jesus, como o novo Adão, vai vencê-lo e começar a nos arranjar de seu jugo.

POR QUE É TÃO IMPORTANTE FAZER SILÊNCIO NA MISSA?

A eficácia espiritual da missa pode depender do seu silêncio

Nem todo mundo acompanha a missa com atenção. Às vezes, o padre é obrigado a interromper a liturgia para reprovar as conversas entre os fiéis. Esta chamada de atenção não é acidental, porque o silêncio durante a missa tem uma importância acima de tudo teológica. Descubramos o porquê.


Silêncio sagrado
"O silêncio na igreja durante o culto sagrado – explica à Aleteia o liturgista Pe. Enrico Finotti – é uma questão primordial, porque dele depende, em boa medida, a eficácia espiritual da ação litúrgica."
"No entanto, não considero oportuno intervir nas situações concretas, pois se supõe que cada sacerdote vai se comportar de maneira adequada em circunstâncias às vezes difíceis", acrescenta.

O QUE A IGREJA ENSINA SOBRE JEJUAR E ABSTER-SE DE CARNE?

Uma resposta clara à dúvida de muitos católicos

Qual é o ensinamento da Igreja em relação a jejuar e abster-se de carne?

A abstinência e o jejum são formas de penitência interior. O Catecismo da Igreja Católica define penitência interior como sendo:
"Uma reorientação radical de toda a vida, um retorno, uma conversão para Deus de todo nosso coração, uma ruptura com o pecado, uma aversão ao mal e repugnância às mãs obras que cometemos. Ao mesmo tempo, é o desejo e a resolução de mudar de vida com a esperança da misericórdia divina e a confiança na ajuda de sua graça. Esta conversão do coração vem acompanhada de uma dor e de uma tristeza salutares chamadas pelos Padres de 'animi cruciatus' (aflição do espírito, "compunctio cordis" (arrependimento do coração)." (CIC 1431)

ORAÇÃO NO DESERTO DO MEU CORAÇÃO

Para os momentos de dificuldade espiritual

Hoje sei que minha vida é um deserto,
no qual já não nascem mais flores.
Venho te pedir, Cristo jardineiro,
pelo deserto do meu coração.
Para que nunca a amargura seja
na minha vida mais forte que o amor,
põe, Senhor, uma fonte de alegria
no deserto do meu coração.


Para que os fracassos nunca sufoquem
meu anseio de seguir sempre a tua voz,
põe, Senhor uma fonte de esperança
no deserto do meu coração.


Para que eu nunca busque recompensa
ao dar a mão ou ao pedir perdão,
põe, Senhor, uma fonte de amor puro
no deserto do meu coração.


Para que, ao buscar-te, não busque a mim mesmo
e não seja egoísta a minha oração,
põe teu Corpo, Senhor, e tua Palavra
no deserto do meu coração.
Amém.

Adaptada de José Luis Martín Descalzo

Fonte: Oleada Joven

MARIA, A MÃE DOLOROSA QUE PERMANECEU DE PÉ NA HORA MAIS CRUEL DA HISTÓRIA

Ouça nesta Quaresma um dos cantos gregorianos mais pungentes, composto há mais de 800 anos

"Stabat Mater Dolorosa"

"Stabat mater dolorosa" ("A mãe dolorosa permanecia em pé") é um dos hinos espirituais mais pungentes da Idade Média. Composto no século XIII, o poema medita sobre a dor de Maria ao pé da cruz, durante o sacrifício do filho Jesus no Calvário. Não há certeza sobre a autoria do hino, que pode ter sido escrito pelo papa Inocêncio III ou pelo frade franciscano Jacopone da Todi.
Em vários lugares do mundo cristão, durante a Via Crúcis rezada na Quaresma, as estrofes do "Stabat Mater" costumam ser cantadas de duas em duas durante a passagem de uma estação para a outra.
Confira no vídeo a interpretação cantada e, logo abaixo, o texto em latim e a versão ao português feita por Ricardo Dias Neto.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

FÓRMULA DE ORAÇÃO DO CERCO DE JERICÓ PARA LEIGOS

* Extraída do livro do Padre Rogério Canciam

A fórmula simplificada da oração do Cerco de Jericó poderá ser proferida por qualquer pessoa, em casa ou diante do Santíssimo Sacramento, e deverá ser realizada durante sete dias seguidos.

1.  Inicie a oração do Cerco de Jericó professando a fé cristã:

Creio em Deus Pai Todo-Poderoso,
Criador do céu e da terra,
creio em Jesus Cristo Nosso Senhor,
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo,
nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto e sepultado,
desceu à mansão dos mortos,
ressuscitou ao terceiro dia,
subiu aos céus,
está sentado à direita de Deus Pai,
de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos.
Creio no Espírito Santo,
na Santa Igreja Católica,
na comunhão dos Santos,
na remissão dos pecados,
na ressurreição da carne,
na vida eterna.

SÃO JOSÉ E A GRAÇA DE TER UM BOM TRABALHO

A Novena ao pai adotivo de Jesus. Para quem está desempregado ou sofre no local de trabalho

Uma das orações mais lindas (e mais eficazes) para pedir a graça de encontrar um trabalho é a Novena de São José Operário. Normalmente ela acontece de 22 a 30 de abril, em preparação à festividade do santo, celebrada dia 1° de maio, mas se pode rezar sempre, especialmente no momento de necessidade.


Quem deve rezar?
Todos, mas é especialmente indicada para quem vive o drama dodesemprego ou sofre injustiça no local de trabalho. É possível rezá-la para si, para os amigos ou parentes.

PAPA FRANCISCO EXPLICA QUAL É O VERDADEIRO JEJUM

"Nesta Quaresma – pergunta o Papa – em seu coração existe ainda lugar para quem não cumpriu os mandamentos? Que cometeram erros e estão encarcerados?”

Os cristãos, especialmente na Quaresma, são chamados a viver coerentemente o amor a Deus e o amor ao próximo. Este é um dos trechos da homilia que Francisco pronuncio una Missa celebrada na manhã desta sexta-feira na Casa Santa Marta.
O Papa se inspirou na primeira Leitura extraída do Livro de Isaías, em que o povo se lamenta a Deus por não ouvir seus jejuns. Para o Pontífice, é preciso distinguir entre “o formal e o real”. Ou seja, de que adianta jejuar, não comer carne, e depois brigar ou explorar os funcionários? Eis o motivo pelo qual Jesus condenou os fariseus, porque faziam “tantas observações exteriores, mas sem a verdade do coração”.

15 SIMPLES ATOS DE CARIDADE DE QUE COSTUMAMOS ESQUECER

Pequenos segredos para ser feliz e fazer os outros felizes também

Padre en casa

Vamos espalhar a caridade!


1. Sorrir


Um cristão sempre é alegre. Às vezes podemos nem perceber, mas, ao sorri, aliviamos a carga dos que estão ao nosso redor: na rua, no trabalho, em casa, na faculdade. A felicidade do cristão é uma bênção para os outros e para si mesmo.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

CONSELHO DE 3 GRANDES SANTAS DA IGREJA PARA VOCÊ

A sabedoria de Teresa de Jesus, Catarina de Sena e Teresa de Lisieux

No início de cada etapa, as pessoas geralmente se imputam alguns objetivos para serem cumpridos ao longo do período. Assim, para a vida espiritual, propomos também uma meta e, para isso, nada melhor que tomar como modelo três conselhos de três grandes santas da Igreja: Santa Teresa de Jesus, Santa Catarina de Sena e Santa Teresa de Lisieux, seguindo as indicações extraídas da obra “Doctoras de la Iglesia”, do Padre Antonio Royo Marín.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

PARA VIVER A QUARESMA AGORA

Quem deixa as coisas para depois é porque não quer fazer nunca. Deus não pode ser deixado para depois.

cuaresma

O momento favorável é agora! Será que amanhã estaremos aqui? Sabemos que a morte encerra o nosso tempo de nos arrependermos dos pecados e encontrar Deus, para viver com ele. Não deixemos para depois.
A quaresma é um tempo em que Jesus nos convida a ir para o “deserto” com Ele, não o deserto de areia, mas o deserto do nosso coração, onde Deus habita desde o nosso batismo, mas que tantas vezes esquecemos. Esses quarenta dias tem um significado grande na Bíblia; significa “um tempo de prova” antes de uma grande “vitória”.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

“ A ORAÇÃO É ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIA PARA A SALVAÇÃO”

Santo Afonso de Ligório

Nas Sagradas Escrituras, são muito claros os textos que nos mostram a necessidade de rezar, se quisermos alcançar a salvação.

“É preciso rezar sempre e nunca descuidar” (Lc 18,1). “Vigiai e orai para não cairdes em tentação” (Mt 25.41). “Pedi e ser-vos-á dado” (MT 7,7).

Segundo a doutrina comum dos teólogos, as referidas palavras: “É preciso rezar, orar e pedir”, significam e impõem um preceito e uma obrigação, um mandamento formal.

Vicleff afirmava que todos esses textos não se referiam à oração, mas tão somente às boas obras, assim, rezar no seu modo de ver, nada mais é do que agir corretamente e praticar o bem.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

QUANTO SE FALA SOBRE DEUS!!

D. José Antonio Peruzzo

São já antigos os anúncios de que os caminhos da humanidade seriam fortemente assinalados pela centralidade do homem e a dispensa de Deus. Isso seria ensejado tanto pela genialidade do pensamento humano(filosofia) quanto pela capacidade inventiva da nossa inteligência(ciência e tecnologia). Especialmente a partir de meados dos anos 1700escrevia-se que o domínio do poder do homem inteligente sobre as realidades atribuídas a Deus seria apenas uma questão de tempo.Passaram-se as décadas, tornaram-se séculos, e ainda se continua a repetir o mesmo, quase como um estribilho de variadas melodias.Todavia, o homem de hoje continua à procura de Deus. E de si mesmo.

Provavelmente nunca se tenha escrito tanto sobre Deus. E este não é apenas tema para teólogos ou religiosos. Também os ateus o fazem. Hoje os tratados de “teologia” se enumeram; são cada vez mais volumosos. O mais recente e conhecido foi escrito sob a mão de um famoso biólogo radicado nos Estados Unidos (Richard Dawkins; Deus, um delírio). Os que dispensam Deus saudaram a obra como altamente persuasiva. Os que crêeme leram-no atentamente dizem que o autor passou da crítica mordaz ao fundamentalismo religioso à adesão ao fundamentalismo científico.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

O JOVEM INSTRUÍDO NA PRÁTICA DE SEUS DEVERES RELIGIOSOS–SÃO JOÃO BOSBO- VIII Parte

VIII Parte

II. o que especialmente devem os jovens evitar

ARTIGO I.

Fugir do ócio

            O laço principal que o demônio arma á juventude é o ócio, origem funesta de todos os vícios. Persuadi-vos pois, meus caros jovens, que o homem nasceu para trabalhar e quanto evita o trabalho, está fora do seu centro e corre grande perigo de ofender a Deus. O ócio diz o Espírito Santo, é o pai de todos os vícios e a ocupação os combate e os vence a todos.Nada atormenta mais os condenados no inferno do que o pensamento de ter passado no ócio aquele tempo, que Deus lhe tinha dado para se salvarem.Pelo contrário, nada há que tanto console os bem-aventurados no paraíso, quanto a pensar que um pouco de tempo empregado na glória de Deus lhes proporcionou uma felicidade eterna.
            Não quero com isso dizer que deveis andar ocupados desde a manhã até à noite, sem nenhum descanso: eu vos quero bem e vos concedo de boa mente aquelas diversões que não são pecado. Todavia, não posso deixar que recomendar-vos de preferência aquelas coisas que, enquanto servem de recreio, também podem ser alguma utilidade.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

QUAL O SEGREDO DA ALEGRIA DO CRISTÃO?

a_liberdade_do_homem_poucas_palavras“O pecado é a tua tristeza, deixa que a santidade seja a tua alegria.” Santo Agostinho

A alegria do cristão não se confunde com prazer, que é a satisfação do corpo; é o bem estar da alma. É importante saber que a alegria não está nas coisas, mas em nós. As coisas nos dão prazer, mas nem sempre nos dão alegria, que é a felicidade da alma. A alegria nasce no interior de um espírito cultivado pela beleza, pela pureza e pelas virtudes. Esta é a alegria cristã, brota no bojo das virtudes.

São Paulo disse aos romanos: “Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes na oração. Alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram.” (Rm 12,12-16).

O SANTO SUDÁRIO E A SAGRADA FACE

 

Sobre o Santo Sudário e a Devoção a Sagrada Face

O JOVEM INSTRUÍDO NA PRÁTICA DE SEUS DEVERES RELIGIOSOS-SÃO JOÃO BOSCO-VII Parte

VII Parte

ARTIGO V.

Advertências aos Jovens inscritos

em alguma congregação ou Oratório

            Se tendes a bela sorte de estar alistados em alguma congregação ou oratório, procurai frequenta-los pontualmente e observai suas regras com exatidão. Recomendo-vos especialmente que tenhais grande respeito aos diretores, procurando pedir sempre a sua licença quando tiverdes que ausentar-vos. Na igreja estai com toda a modéstia e em silêncio, lendo ouvindo ler algum livro devoto até que comecem os Ofícios Divinos.Então, com alegria de espírito e com recolhimento, cantai os louvores do Senhor.Quando tiverdes de conversar-vos ou fazer a Santa Comunhão, procurai fazê-los na fossa congregação ou oratório, porque isto será de bom exemplo e contribuirá muito para animar os outros a frequência destes sacramentos.
Excetua-se contudo a Comunhão da Páscoa, que convém que seja feita na própria paróquia.Além disso, além disso, também outras vezes, quando puderdes, procurai aproximar-vos dos Santos Sacramentos na igreja da vossa paróquia, para dar bons exemplos aos outros e para conservar a união com o vosso pároco.
            Se no vosso oratório tendes a boa comodidade de passar o tempo de recreio nos dias santos, tomai parte nele de boa vontade: mas evitai as brigas dar apelidos aos companheiros mostrar-vos mal satisfeitos com os brinquedos que forem designados. E quando ouvires ou presenciardes alguma coisa inconveniente a esse lugar santo, ide logo avisar o superior, para que se impeça toda ofensa de Deus.

SANTO SUDÁRIO DE OVIEDO E SANTO SUDÁRIO DE TURIM

Santo_Sudario_01O site da Gaudim Press publicou hoje, 12 de fevereiro de 2015, uma notícia importantíssima sobre os Sudários que envolveram o corpo de Jesus Cristo, o de Turim (que envolveu todo o corpo de Cristo) e o de Oviedo na Espanha (que envolveu apenas a cabeça).
O Sudário de Oviedo é um dos maiores tesouros da Igreja na Espanha. Segundo a tradição, neste pano ficou gravado um rosto masculino com marcas correspondentes àquelas registradas no relato da Paixão de Jesus Cristo, é a mesma que envolveu a cabeça de Jesus de acordo com a tradição da época, e narrado por São João em seu Evangelho: “Viu também o sudário que estivera sobre a cabeça de Jesus. Não estava, porém com os panos, mas enrolado num lugar a parte” (Jo 20,7).

QUARESMA, TEMPO DE VOLTAR PARA DEUS

quaresmaO momento favorável é agora! Será que amanhã estaremos aqui? Sabemos que a morte encerra o nosso tempo de se arrepender dos pecados e encontrar Deus, para viver com ele. Não deixemos para depois.

A quaresma é um tempo em que Jesus nos convida a ir para o “deserto” com Ele, não o deserto de areia, mas o deserto do nosso coração, onde Deus habita desde o nosso batismo, mas que tantas vezes esquecemos. Esses quarenta dias tem um significado grande na Bíblia; significa “um tempo de prova” antes de uma grande “vitória”.

NA FESTA DE SANTA BERNADETTE: Sofrimentos finais pelo Papa e pela vitória da Igreja

A gruta de Nossa Senhora das Águas no fundo do jardim do convento de Saint Gildard, Nevers. Essa imagem era a que mais lembrava a Nossa Senhora segundo Santa Bernadette.

A gruta de Nossa Senhora das Águas no fundo do jardim do convento de Saint Gildard, Nevers.
Essa imagem era a que mais lembrava a Nossa Senhora segundo Santa Bernadette.

Santa Bernadette entrou no convento de Saint Gildard, na cidade de Nevers, da Congregação das Irmãs da Caridade.
Ali fez o noviciado, passou toda sua vida de religiosa que, aliás, não foi longa, e ali faleceu.
Em Saint Gildard, Santa Bernadete ficou encarregada da enfermaria do convento.
No fundo da casa há uma imagem da Nossa Senhora das Águas, dentro de uma espécie de gruta artificial.
Santa Bernadete achava que por causa da atitude de benevolência e o sorriso, essa imagem era a que melhor lhe relembrava a Nossa Senhora como lhe apareceu em Lourdes.

A MISSÃO DE SANTA TERESINHA…

Em vésperas da morte, exclamou Santa Teresinha toda cheia de alegria celeste: “Sinto que é chegada a hora de desempenhar a minha missão.

– A Missão de fazer amar a Nosso Senhor como eu o amo… de dar a conhecer a minha veredazinha às almas… Quero passar o meu Céu a fazer o bem na Terra”.

A Missão providencial de Santa Teresinha é:

I. Dar a conhecer a sua Veredazinha, ou a via da Infância Espiritual, e passar o Céu fazendo o Bem na Terra.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

O QUE É O SANTÍSSIMO SACRAMENTO?

Monsenhor de Ségur

Nas discussões religiosas, mais do que nas outras, é indispensável entender bem e, por consequência, saber bem claramente o que se fala.

Como vamos falar do Santíssimo Sacramento, para estabelecer claramente a realidade da presença de Nosso Senhor na Eucaristia, comecemos por expor algumas palavras o que ensina a Igreja Católica sobre este grande mistério. Antes de tudo, devemos evitar mal-entendidos.

O QUE TODO CATÓLICO DEVE FAZER NA QUARESMA?

Os três domingos  consecutivos da  septuagésima, sexagésima e  quinquagésima (70, 60 e 50 dias  antes da Páscoa), tem por fim encaminhar  os  fiéis à preparação próxima da festa pascal.

Chama-se  Quaresma os 40 dias de jejum e penitência que precedem à festa da Páscoa.  Essa preparação existe  desde o tempo dos Apóstolos, que limitaram sua duração a 40 dias , em memória do jejum de Jesus  Cristo no deserto.

Durante esse tempo a  Igreja  veste seus  ministros com paramentos de cor roxa e suprime os cânticos de alegria: O “Glória”,  o “Aleluia” e o “Te Deum”.

OS ANJOS E OS HOMENS–conheça mais sobre a nossa relação com os Anjos!

(…) Mais de uma vez, embora menos frequentemente do que se pode imaginar, São Miguel, chefe das Milícias Celestes, ajuda guerreiros cristãos a triunfar no campo de batalha.

Aliás, São Miguel tem, na Europa Ocidental, dois grandes santuários onde os reis e os povos iam em peregrinação, da mesma forma que ao túmulo dos Apóstolos.

O Monte Gárgano, no sul da Itália, e o Monte São Miguel, nas costas da Normandia, foram, desde a Alta Idade Média, verdadeiros santuários angélicos. Acreditava-se que o Príncipe celeste distribuía, nesses sítios, seus favores e aí recebia o peregrino com toda nobre graciosidade de um poderoso senhor.

O JOVEM INSTRUIDO NA PRÁTICA DE SEUS DEVERES RELIGIOSOS-SÃO JOÃO BOSCO-VI Parte

VI - Parte

ARTIGO III.

Para conservar a bela virtude

            Toda virtude é nos jovens precioso ornamento que os torna queridos de Deus e os homens. Mas a virtude rainha, a virtude Angélica, a santa pureza é um tesouro de tal valor, que os jovens que a possuem tornaram-se iguais aos anjos de Deus no Céu, embora vivam ainda na terra: Erunt sicut ángeli Dei in coelo, são palavras do Senhor. Esta virtude é como o centro ao redor do qual se congregam e se conservam todos os bens e se por desgraça se vier a perder, perdem-se também todas as demais virtudes. Venérunt autem mihi ómnia bona páriter cum illa, diz o Senhor.
Mas esta virtude, meus jovens, que vos torna outros tantos anjos do Céu, esta virtude que tanto agrada a Jesus e a Maria, é muito combatida pelo inimigo das almas, que costuma dar-vos terríveis assaltos para vo-la fazer perder ou para levar-vos a manchá-la. Por este motivo eu vos indico algumas normas ou armas espirituais, com as quais certamente conseguireis conservar a virtude e repelir o inimigo tentador.
            A arma principal é o recolhimento. A pureza é um diamante de grande valor; ora, se alguém se expor com o tesouro a vista dos ladrões, corre grande perigo de ser assassinado.São Gregório Magno declara que se alguém carrega em publico um tesouro pela rua, é sinal que quer ser roubado.

DEUS SÓ FALA AOS HUMILDES…

Já que Nosso Senhor nos convida a ser pequenos, a imitar as criancinhas para obtermos o reino do céu, entremos na Pequenina Via da Infância Espiritual.

O que agrada a Jesus em minha alma, escreve Santa Teresinha, é me ver amar a minha pequenez e minha pobreza, é a esperança cega que eu tenho em sua misericórdia”. Destas palavras, podemos concluir que para entrar na Via da Infância Espiritual é preciso:

Reconhecer e amar a nossa pequenez e pobreza e ter uma confiança cega na misericórdia do Coração de Jesus.

O grande obstáculo do progresso da alma no caminho, na perfeição, é o orgulho.

INTRODUÇÃO SOBRE A QUARESMA

A Quaresma são os quarenta e seis dias, da Quarta-feira de Cinzas ao Domingo da Páscoa, em que jejuam os cristãos, exceto aos Domingos.

Nosso Senhor Jesus Cristo jejum por quarenta dias

Afirmam os Santos Padres (como se pode ver em Cornélio da Lápide, Bellarmino etc.) que a Quaresma foi instituição dos Apóstolos, para honrarmos e imitarmos o jejum de Cristo S.N., satisfazermos a Justiça divina, e, assim, nos preparamos à digna celebração da Páscoa.
Nesse tempo sagrado, substituindo a Igreja o luto às profanas alegrias, bradando a Deus a implorar Seu auxílio, a pedir-lhe a conversão dos pecadores, exorta-nos, e como que nos obriga, a entrarmos em contas conosco. Façamos-lhe a vontade, cumpramos com o preceito do jejum, e juntemos a essa penitência exterior a do coração, sondando o abismo de nossa consciência, lavando os pecados nas lágrimas da compunção e no sangue de Cristo, frequentando mais os Sacramentos, ouçamos a Missa todas as vezes que pudermos, apliquemo-nos à lição espiritual, à oração, à consideração das verdades eternas, à práticas das boas obras, façamos esmolas mais generosas, sirvam as nossas privações para o sustento dos pobres. Dessa sorta, apagaremos, nestes dias da salvação, nossas culpas passadas, e nos fortaleceremos contra as tentações futuras.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

ACIMA DE TUDO, SEGUIR A VONTADE DE DEUS!

Santo Afonso de Ligório

Numa palavra, que mais deseja Deus que não seja nosso bem? Quem acharemos, nós, que nos ame mais do que Deus?

A Sua vontade é não só que ninguém se perca, mas que todos se façam Santos e sejam salvos: “Não querendo que alguém pereça, mas que todos se arrependam”. (S. Pedro 2,9) “A Vontade de Deus é a vossa santificação”. (1 Thess. IV, 3)

Deus tem colocado a Sua própria glória no nosso bem porque sendo em sua essência Infinita Bondade, como diz S. Leão, e a bondade sendo por sua natureza desejosa de comunicar-se, Deus tem o soberano desejo de nos fazer participantes de seus bens e felicidade.

E se nos manda as tribulações nesta vida, manda-as todas para nosso bem: “Tudo coopera para bem nosso”. (Rom. VIII, 28)

Os mesmos castigos, dizia Santa Judith, não vêm para nossa ruína, mas para nossa emenda e salvação. Acreditemos, pois, que estes flagelos do Senhor acontecem para nossa emenda, e não para nossa destruição. (Judith VIII, 27)

Nosso Senhor, para nos salvar das eternas penas, cerca-nos com sua bondade: “Ó Senhor, Tu nos tem coroado com um escudo da Tua Vontade” (Ps. V, 13) Ele não só deseja, mas solicita o nosso bem: “O Senhor é zeloso em meu benefício” (Ps. XXXIX, 18)

O MENINO JESUS ATENDEU AO PEDIDO DE UMA CRIANÇA. Leia esta linda história:

O pai de Joãozinho estava gravemente enfermo. Os médicos o tinham desenganado: nenhum remédio do mundo poderia curá-lo.

Coitado do Joãozinho e coitada da família inteira! O que farão sem o pai, seu único arrimo? Mas Joãozinho é bom, ele ama muito, muito a Jesus, e é amado por Ele com a mesma intensidade; Jesus virá certamente em seu auxílio. Se os médicos são incapazes de curar o pai, Jesus é Deus e Ele pode tudo.

O menino corre para a Igreja e, vendo-se sozinho, aproxima-se, trepa no altar, e lá, de joelhos, cheio de fé e confiança, começa a bater na portinhola dourada do tabernáculo, e vai repetindo essas frases:

- Jesus, estás aí? Abre, eu preciso de uma grande graça. O papai está gravemente enfermo. Tu deves curá-lo.

Não obtendo resposta, continua a bater, duas, três, cinco vezes repete a humilde e
insistente súplica:

- Abre, Jesus. Abre, Jesus!

Pois bem, aquele Jesus disse: “Batei e vos será aberto”, não é surdo. Eis que de repente  a portinhola dourada se escancara, e ali, no limiar, aparece uma encantadora criança, vestida com uma roupa alva como a neve, os olhos que parecem estrelas: a criança olha para o meninozinho tão aflito, sorri para ele e diz:

- O que queres, meu Joãozinho? E Joãozinho responde:

- O papai está doente, os médicos não podem curá-lo. Ele morre e todos ficaremos sem arrimo e sem pão, mas Tu podes… Tu o deves curar!

- Pois bem, acrescenta Jesus, tem coragem, Joãozinho; volta para casa e dize à mamãe e aos teus irmãozinhos que o papai ficará bom, mas tu e os outros continuem sempre a querer-me muito bem.

Acariciou-o, beijou-o na testa e tornou a trancar-se na casinha de ouro.

Joãozinho corre para casa. Louco de alegria, relata o fato e a promessa obtida. A princípio todos duvidam do que o pequeno diz, mas a febre do doente diminui e desaparece.

O papai sara de verdade e fica mais forte do que antes. Joãozinho, desde aquele dia, amou a Jesus cada vez mais: amou-O tanto que ficou santo e é São João Bechmans, protetor dos jovens.

Oh! Meninos, Jesus é realmente bom, muito bom! Vamos então, vamos a Ele com fé e com amor!

*   *   *

Fonte: “Vamos crianças, vamos a Jesus!” – Pe. Luis Chiavarino

Fonte: Associação Apostolado do Sagrado Coração de Jesus

Você sabia? 15 FATOS ESCLARECEDORES SOBRE O ANO LITÚGICO E A QUARESMA

Você vai se maravilhar com a sabedoria dos tempos litúrgicos, que nos ajudam a viver a história da Salvação ao longo de todo o ano

A Quaresma é um período muito específico e muito especial do ano litúrgico cristão.


MAS O QUE É O ANO LITÚRGICO?
1. O ano litúrgico, ou ano cristão, é o espaço de tempo ao longo do qual a Igreja recorda progressivamente a salvação realizada por Deus. A Igreja distribui nesse período os diversos tempos litúrgicos que celebram o mistério de Cristo.
2. O ano litúrgico dura de fato um ano, mas não começa nem termina nos dias 1º de janeiro e 31 de dezembro, como o ano civil. Suas datas de começo e fim são móveis.
3. O início do ano litúrgico são as vésperas do I Domingo de Advento, que ocorre no dia 30 de novembro ou no domingo mais próximo a essa data. O Advento, portanto, é o primeiro tempo litúrgico do ano cristão e nos prepara para o Nascimento de Jesus. Seu término acontece logo antes das vésperas do Natal do Senhor.
4. Nas vésperas do Natal do Senhor, tem início o segundo tempo litúrgico do ano cristão: o Tempo do Natal. Ele se estende até o domingo depois da Epifania, ou seja, o dia 6 de janeiro ou o primeiro domingo seguinte ao dia 6 de janeiro.

O JOVEM INSTRUÍDO NA PRÁTICA DE SEUS DEVERES RELIGIOSOS-SÃO JOÃO BOSCO-V Parte

V Parte

Meios de perseverança

I. O que devem fazer especialmente os jovens


ARTIGO I.

Como se ao de haver nas tentações
            Também na vossa tenra idade, amados jovens o demônio vos arma laços para vos cair em pecado e assim tornar a vossa alma sua escrava e inimiga de Deus. Deveis pois vigiar atentamente para não sucumbirdes quando fordes tentados, isto é, quando o demônio vos instiga a fazer mal.
Muito contribuirá a preservar-vos das tentações o evitar as ocasiões, as más conversas e os espetáculos públicos, onde não há nada de bom e de onde sempre vem algum dano á alma.Procurai estar sempre ocupados no vosso ofício, no estudo, no canto, na música e quando não tendes nada para fazer, armai altarzinhos, arranjai imagens ou quadros ou ide entreter-vos algum tempo em diversões honestas, bem entendido, com licença dos pais.Faze com que o demônio não te encontre nunca desocupado, diz São Jerônimo.
            Quando fordes tentados, não espereis que a tentação se apodere de vosso coração, mas fazei logo uma coisa para livrar-vos dela, ou pelo trabalho ou pela oração. E se a tentação continuar, fazei o sinal da cruz, beijai algum objeto, bento dizendo: Maria, auxílio dos cristãos, rogai por mim; ou então: São Luis, fazei com que não ofenda o meu Deus. Indico-vos este santo, porque foi proposto pela Igreja como padroeiro especial e modelo da juventude. Ele, com efeito, para vencer as tentações, fugia de todas as ocasiões; jejuava frequentemente a pão e água, açoitava-se de tal forma que as roupas, as paredes e o chão ficavam salpicados de seu sangue inocente. Foi assim que são Luis obteve uma completa vitória sobre todas as tentações. Assim a obtereis também vós, se procurardes imitá-lo ao menos na mortificação dos sentidos, especialmente na modéstia, e se vos encomendardes de coração a ele quando fordes tentados.

POR QUE UMA QUARTA-FEIRA DE CINZAS?

A Quarta-feira de cinzas é o primeiro dia a Quaresma no calendário cristão ocidental. Ela acontece sempre quarenta e quatro dias antes da Páscoa. Essa data pode ocorrer desde o começo de fevereiro até a segunda semana de março, pois a data da Páscoa é móvel. Esse primeiro dia do período de preparação pascal inicia-se com o rito da imposição das cinzas sobre a cabeça dos fiéis nas igrejas, como uma marca indicativa de um tempo de penitência e conversão. Os católicos são convidados a reconhecer com humildade seu estado de mortalidade e a revisar sua vida perante os valores perenes do Reino de Deus. A palavra de ordem dessas manifestações é: convertei-vos e crede no Evangelho (Mc 1,15).

Fonte: Cléofas

QUARTA-FEIRA DE CINZAS- INÍCIO DA QUARESMA

Quarta-feira de Cinzas

O início da Quaresma é marcado por um ritual singelo, mas de grande profundidade: a imposição das cinzas como sinal da verdadeira penitência do coração.

Como já temos considerado em ocasiões anteriores, a riquíssima liturgia da Igreja nos conduz sabiamente ao longo do ano, de maneira a tirarmos a cada momento um determinado proveito espiritual. E um dos períodos em que isso acontece com maior intensidade é no Tempo da Quaresma, "momento favorável" para a conversão (cf. II Cor 6, 2).

cerimonial_Cinzas.jpg

Ao receber as cinzas, ouviremos o convite à conversão que pode expressar-se numa fórmula dupla: "Convertei-vos e acreditai no evangelho", ou: "Recorda-te que és pó e em pó te hás-de tornar"

Ao longo de suas seis semanas, a graça nos convida a uma sincera mudança de coração. O jejum, a oração e a esmola são sinais sensíveis da penitência com que nos preparamos para comemorar o acontecimento central da História da Salvação: a Ressurreição do Senhor, celebrada no Domingo de Páscoa.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

PAPA PEDE AOS CARDEAIS QUE NÃO SE FECHEM EM UMA ‘ CASCA’

O Papa falou de uma "encruzilhada" vivida pela Igreja hoje em dia, dividida por duas lógicas. "O medo de perder os salvados e o desejo de salvar os perdidos"

O papa Francisco pediu neste domingo aos cardeais de todo o mundo que não se convertam em uma casta, advertindo que a Igreja deve se focar na reintegração dos marginalizados e esquecidos.


"O caminho da Igreja é o de não condenar ninguém para sempre e sim difundir a misericórdia de Deus a todos", afirmou o sumo pontífice durante a homilia pronunciada na Basílica de São Pedro.


Francisco concelebrou a missa solene com cerca de 160 cardeais provenientes dos cinco continentes, entre eles os 20 que foram nomeados no sábado.


Francisco, que parecia um pouco cansado depois de uma semana intensa de reuniões com os cardeais para avaliar os avanços das reformas que promove, ilustrou com palavras claras os princípos de seu pontificado, inaugurado há dois anos.


"Jesus não tem medo de escândalos. Não tem medo de pessoas obtusas, que se escandalizam com qualquer abertura, com qualquer passo que não entre em seus esquemas, qualquer carícia que não corresponda a sua forma de pensar e sua pureza ritualista quer integrar os marginalizados, salvar os que estão fora do acampamento", afirmou.


O Papa falou de uma "encruzilhada" vivida pela Igreja hoje em dia, dividida por duas lógicas. "O medo de perder os salvados e o desejo de salvar os perdidos".
Francisco citou as resistências e hostilidades de que padeceram os dois fundadores da Igreja, São Pedro e São Paulo.

O JOVEM INSTRUIDO NA PRÁTICA DE SEUS DEVERES RELIGIOSOS-SÃO JOÃO BOSCO-IV Parte

IV Parte

ARTIGO V.

Do respeito que devemos ter ás igrejas

e aos ministros sagrados

            Á obediência e ao respeito aos superiores deve andar unido o respeito ás igrejas e a todas as coisas da religião. Somos cristãos; por isso devemos venerar tudo o que se relaciona com este estado de cristãos e especialmente a igreja, que é chamada templo de Deus, lugar de santidade, casa de oração. Tudo o que pedirmos a Deus na igreja, alcançaremos: Omnis enim qui petit áccipit.Ah! meus caros filhos, quanto sois agradáveis a Jesus Cristo e que belo exemplo dais aos outros, estando na igreja com devoção e recolhimento! Quando São Luis ia à igreja, corria a gente para vê-lo e todos ficavam edificados pela sua modéstia e pelo seu porte. Quando entrardes em uma igreja, evitai correr e fazer ruído; mas, tomando água benta e depois de fazer a devida reverência ao altar, ide ao lugar que vos está marcado e ajoelhando adorai a Santíssima Trindade, rezando três glórias ao Pai.
            Se ainda não for hora de começarem as funções religiosas, podeis rezar as setes alegrias de Nossa Senhora ou fazer algum outro exercício de piedade. Evitai com o maior cuidado ri na igreja ou falar sem necessidade. É suficiente uma palavra ou um sorriso para dar mau exemplo e incomodar os que assistem ás sagradas funções. Santo Estanislau  kostka estava na igreja com tanta devoção, que muitas vezes não ouvia quem o chamava, nem percebia os empuxes com os quais os seus criados o advertiam que já era tempo de voltar para casa.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

PAPA FRANCISCO: Reformador ou renovador?

A falsa narrativa da imprensa laica só enxerga o que quer

Ao mesmo tempo em que se prepara o segundo consistório convocado pelo papa Francisco, no qual serão criados novos cardeais, vai sendo realizada uma série de reuniões entre o papa e os outros cardeais de todo o mundo. Francisco também está mantendo reuniões com o conselho de nove cardeais que o ajudam nos esforços de reforma. Nesta semana, reúnem-se ainda os membros do novo conselho criado para aplicar estratégias mais rigorosas e mais simples para acabar com o abuso contra menores. E continuam, paralelamente, as reuniões da equipe responsável por reformar as finanças do Vaticano.
Francisco é saudado como um "papa reformista" e, certamente, ele demonstra a intenção de levar a cabo os planos iniciados pelo papa emérito Bento XVI. No entanto, quando lemos a história da Igreja nos últimos cem anos, vemos que cada papa liderou a Igreja durante algum período intenso de autoexame e reforma; a partir do pontificado de São João XXIII, aliás, parece que a Igreja católica não fez outra coisa além de reformar-se. Será que é mesmo correto, então, chamar Francisco de "papa reformista"?

O JOVEM INSTRUIDO NA PRÁTICA DE SEUS DEVERES RELIGIOSOS-SÃO JOÃO BOSCO-III Parte

ARTIGO III.

A salvação da alma depende geralmente

do tempo da juventude

            Dois são os lugares que nos estão reservados na outra vida: para os maus, o inferno, onde se sofre todos os tormentos; para os bons, o Paraíso, onde se goza todos os bens. Mas o Senhor vos diz claramente que se vós começardes a ser bons no tempo da juventude, sereis igualmente no resto da vida, a qual será coroada com uma eternidade de glória. Pelo contrário, se começardes a viver mal no tempo da juventude, muito facilmente continuareis assim até a morte, e isto vos conduzirá inevitavelmente ao inferno.
            Por isso, quando virdes homens de idade avançada entregues ao vício da embriaguez, do jogo, da blasfêmia, podereis quase sempre dizer que tais vícios começaram na juventude: Adoléscens juxta viam suam, etiam cum senúerit, non recédet ab ea. Ah! filhos querido, diz Deus, recorda-te do teu criador no tempo de tua juventude.Em outro lugar declara feliz o homem que desde a sua adolescência tenha levado o jugo dos mandamentos: Bonum est viro, cum poratáverit jugum ab adolescéntia sua.
            Esta verdade foi bem conhecida pelos santos, especialmente por santa Rosa de Lima e por são Luis Gonzaga, os quais, tendo começado a servir fervorosamente a Nosso Senhor desde a mais tenra idade, quando adultos só achavam gosto nas coisas de Deus e assim se tornaram grandes santos. O mesmo se diga do filho de Tobias que, desde o início de sua juventude, foi sempre obediente e submisso aos seus pais: Este morreram e ele continuou a viver virtuosamente até a morte.
            Mas dirão alguns: se começamos agora a servir a Deus, tornaremos tristonhos. Respondo-vos que isso não é verdade. Andarás triste quem serve ao demônio, pois que, por mais que se esforce para estar alegre, terá sempre o coração a lhe segredar entre lágrimas: És infeliz, porque és inimigo do teu Deus. Quem mais afável e jovial que São Luis Gonzaga? Quem mais alegre e gracioso do que São Felipe Néri e São Vicente de Paulo? E contudo, a vida deles foi um contínuo exercício de todas as virtudes.

COMO POSSO ME RELACIONAR COM O MEU ANJO DA GUARDA?

Seu anjo da guarda pode ajudá-lo muito mais do que você imagina

 

Já sabemos qual a missão dos santos anjos da guarda: conduzir-nos ao Céu e à salvação eterna. Mas, como nos relacionarmos concretamente com eles, no dia a dia?
Antes de tudo, os nossos anjos são nossos amigos. Não existem segredos entre nós. Eles sabem tudo o que fazemos e – ao contrário dos demônios, que não veem Deus face a face – sabem também o que pensamos, quando Deus lhes comunica.


O mínimo a fazer em relação a eles é saudá-los e invocá-los constantemente durante o dia, lembrando também dos anjos das outras pessoas. Ao cumprimentar alguma pessoa, é interessante criar o hábito de saudar também o seu santo anjo. Isso, além de ajudar no relacionamento com ela, faz-nos honrar uma pessoa santa, que está ao lado dela e, ao mesmo tempo, ao lado de Deus.


Nas Sagradas Escrituras, o anjo Rafael oferece-se para acompanhar o jovem Tobias em viagem: "Perguntou-lhe Tobias: 'Conheces a estrada que vai para a Média?' Ele respondeu: 'Sem dúvida. Pois estive lá algumas vezes e tenho experiência e conheço todos os caminhos" [1]. Os anjos conhecem as coisas muito melhor do que nós. Por isso, também podemos pedir conselhos a eles, sempre que passarmos por qualquer dificuldade ou perigo. Seu auxílio é importante especialmente diante das tentações, afinal, eles foram colocados ao nosso lado para livrar-nos do inferno e levar-nos ao Céu.


Dos santos, também aprendemos lições valiosas para agir com os nossos anjos da guarda.

COMO NÃO PREGAR UM SERMÃO

Conselhos de um padre para os padres

A exortação apostólica "Evangelii Gaudium", do papa Francisco, nos traz várias dicas sobre como dar a homilia de domingo. As diretrizes sobre a pregação, da Congregação para o Culto Divino, analisam a natureza da homilia litúrgica. Juntamente com esses conselhos vindos diretamente da Santa Sé, eu gostaria, como veterano de 60 anos no mundo e 30 anos no púlpito, de oferecer as minhas próprias sugestões sobre como NÃO pregar uma homilia.


1. Faça com que tudo gire em torno de você.
Dê um sermão rigorosamente autobiográfico. Os fiéis vieram à missa com uma vontade incontrolável de saber tudo sobre as suas últimas férias. Não há necessidade alguma de falar daquela peculiar leitura sobre Abraão, Isaac e a faca.
Eu ouvi, recentemente, um sermão sobre as meias de um padre. O padre explicou o quanto é difícil manter juntos os pares de meias. Falou do seu sabão em pó preferido para lavar as meias e das vantagens de estendê-las no varal. Disse que, entre os padres, existe uma polêmica sobre o que é mais adequado: usar meias listradas ou totalmente pretas (essa foi nova para mim). Ficamos todos esperando por alguma relação entre as meias e a vida espiritual. Será que a meia perdida seria mais ou menos como a ovelha perdida na parábola do Bom Pastor? O mistério não foi desvendado. A homilia terminou com a revelação de que o padre às vezes acha difícil lavar a roupa.
Em outra ocasião, ouvi um sermão em que o pregador falava do ressentimento. O tema tinha a ver com o Evangelho, que tratava das disputas e ciúmes entre os apóstolos. Como aquecimento para o assunto, o pregador descreveu os próprios ressentimentos para com seu irmão (que era esportista e ganhava muitas medalhas), para com um professor da sexta série (que era muito crítico) e para com a sua querida mãe (que era um pouco distante dos filhos).
Caro padre, você não foi ordenado para contar a sua própria história. Você foi ordenado para proclamar outra Pessoa.

O DIA EM QUE EU TROQUEI A PORNOGRAFIA PELO AMOR VERDADEIRO

Sou um homem de sorte: consegui me livrar do vício antes que fosse tarde demais

Scarleth-Marie-CC

Eu nunca tinha contado a ninguém que era viciado em pornografia. Mantinha esse meu vício escondido para mim mesmo, por vergonha de falar dele com quem quer que fosse.
Toda vez que eu ficava entediado, entrava na internet e encontrava horas e horas de fotos e vídeos pornográficos. Era tudo muitíssimo simples de achar e de acessar.
No auge do vício, eu perdia no mínimo uma hora por dia, todos os dias, vendo material pornô. E não era só questão de tempo desperdiçado: eu tinha entrado numa espiral que rapidamente me levava do pornô "padrão" para coisas muito mais sombrias e sinistras.
"Mas e daí?", perguntam as pessoas. "Os homens não fazem isso mesmo? Eles não são seres sexuais? É normal procurar pornografia".
Esta é a grande desculpa que protege a nossa sociedade dos efeitos devastadores da pornografia. Confie em mim: eu fui vítima desses efeitos devastadores. E não, NÃO É normal.

COMO PARAR O DÍZIMO?

corao-dizimoO Catecismo da Igreja e o Código de Direito Canônico não falam em dízimo (10%); esta exigência não aparece no Novo Testamento, mas apenas no Antigo; e a Igreja não obriga os fiéis a pagar 10% de tudo o que ganham; embora isso seja bonito e meritório para quem desejar fazer. O Dízimo de 10% só aparece no Antigo Testamento e quem desejar pode seguir essa prática, embora a Igreja não obrigue. Mas, todo católico é obrigado a ajudar a Igreja em suas necessidades; é o que ensina a Igreja.

O que o Catecismo diz é o seguinte (§2043):

“Os fiéis cristãos têm ainda a obrigação de atender, cada um segundo as suas capacidades, às necessidades materiais da Igreja” .

O Código de Direito Canônico diz:

Cânon 222 § 1. “Os fiéis têm obrigação de socorrer às necessidades da Igreja, a fim de que ela possa dispor do que é necessário para o culto divino, para as obras de apostolado e de caridade e para o honesto sustento dos ministros.”

Note-se que o dízimo deve ser dado “a Igreja”; penso que em primeiro lugar a Paróquia onde a pessoa participa da missa e dos demais sacramentos. Mas uma parte dele pode ser dada a outras instituições “da Igreja”: Comunidades aprovadas pelos bispos, Congregações, etc.; obras de caridade da Igreja, etc. Cada fiel deve discernir o quanto deve dar e como deve dar. São Paulo diz:

“Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento” (2 Cor 9,7).

Portanto, quem achar por bem pode dar até mais do que 10%; isso vai da largueza do coração de cada um.

Por: Prof. Felipe Aquino

Fonte: Cléofas

domingo, 15 de fevereiro de 2015

A MELHOR DEFINIÇÃO DE SAUDAE

estrela cadenteRecebemos esse belo artigo do Dr. Rogério Brandão, Médico oncologista. Vale a pena ler até o fim.

“Como médico cancerologista, já calejado com longos 29 anos de atuação profissional (…) posso afirmar que cresci e modifiquei-me com os dramas vivenciados pelos meus pacientes…

Não conhecemos nossa verdadeira dimensão até que, pegos pela adversidade, descobrimos que somos capazes de ir muito mais além…

Recordo-me com emoção do Hospital do Câncer de Pernambuco, onde dei meus primeiros passos como profissional… Comecei a frequentar a enfermaria infantil e apaixonei-me pela oncopediatria.

Vivenciei os dramas dos meus pacientes, crianças vítimas inocentes do câncer. Com o nascimento da minha primeira filha, comecei a me acovardar ao ver o sofrimento das crianças.

O JOVEM INSTRUÍDO NA PRÁTICA DE SEUS DEVERES RELIGIOSOS–SÃO JOÃO BOSCO - II Parte

II Parte

Primeira Parte

Do que necessita um jovem para

ser virtuoso

ARTIGO I.


Conhecimento de Deus
            Observai, queridos filhos, tudo o que existe no Céu e na terra. O sol, a lua, as estrelas, o ar, a água, o fogo; tempo houve em que todas estas coisas não existiam. Nenhuma coisa pode jamais dar a existência a si mesma. Deus com a sua onipotência, as tirou todas do nada, criando-as; é por isso que Ele se chama Criador.

            Este Deus, que sempre existiu e sempre há de existir, depois de ter criado todas as coisas contidas no Céu e na terra, criou também o homem, que é a mais perfeita de todas as criaturas visíveis. Por isso, os nossos olhos, a boca, a língua, os ouvidos, as mãos, os pés, são todos dons do Senhor.
            O homem distingue-se de todos os outros animais, principalmente por ter uma alma que pensa, raciocina, quer e conhece o que bem e o que é mal. Esta alma, por ser um puro espírito, não pode morrer com o corpo; mas, quando este for levado a sepultura, irá ela começar outra vida, que mais há de acabar. Se praticou o bem, será sempre feliz com Deus no Paraíso, onde gozará de todos os bens eternamente; se fez o mal, será punida com um terrível castigo, no inferno, onde padecerá para sempre o fogo e toda a sorte de tormentos.

MENSAGEM DE NOSSA SENHORA me 15/02/2015

Gruta Mãe da Graça – 15/02/2015

No nosso meio há muitos anjos!

Nossa Senhora está vestida com um manto azul em cima de uma nuvem branca e de suas mãos saem muitos raios luminosos.

Olhando para nós, Ela está dizendo que em meio a tantas dores, desce do Céu para trazer a esperança em nossos corações. Nossa Senhora  nos convida a sermos as  suas  mãos  estendidas  neste mundo que tem se esquecido de Deus e a fazermos o bem a todas as pessoas que Ele coloca em nosso caminho.

Sorrindo Nossa Senhora diz que a oração é o caminho para a felicidade. Pede para rezarmos todos os dias pela conversão de toda a humanidade.

Existem muitos corações que não conseguem rezar com amor, com confiança, tantos corações que estão tentando buscar a santidade, mas estão encontrando dificuldades, Nossa Senhora diz que não estamos sozinhos, que Ela vem do Céu para nos ensinar a rezar com amor e confiança.

Sorrindo Nossa Senhora agradece a cada um por ter atendido o Seu chamado e nos abençoa com muito amor.

Fonte: Salve Maria Imaculada!

HISTÓRIA DA HIGREJA: A FUNDAÇÃO DO ESTADO PONTIFÍCIO

2698

Os precedentes

1. Sabemos que em 476 os ostrogodos tomaram a cidade de Roma, fazendo cair o Império Romano antigo. De então por diante dominaram a Itália e procuraram estender seu poder a outros territórios da Europa. Os bizantinos, a princípio, reconheceram o domínio ostrogodo na península itálica.

Todavia em 553 o reino ostrogodo, já muito debilitado interiormente, após vinte anos de guerra acabou cedendo à pressão dos bizantinos. Estes então fizeram da península itálica uma província do Império bizantino, que tinha seu exarca (= governador) em Ravena.

Em 568 os lombardos abandonaram a Panônia (Hungria) e invadiram o Norte da Itália; deixaram, porém, intata a cidade de Ravena, sendo bizantina. – O jugo bizantino desagradava profundamente aos habitantes do Centro e do Sul da península, porque exercia excessiva pressão fiscal, tinha funcionários corruptos e não dava a devida atenção às populações constantemente ameaçadas pelos lombardos. Doutro lado, o Papado ia aumentando cada vez mais o seu prestígio moral e político o Papa era tirado como o defensor dos pequeninos, que a ele recorriam, atribulados e carentes.

A estima devotada ao Bispo de Roma (= Papa) fazia que muitos nobres, ao morrer ou ao ingressar no mosteiro, legassem seus bens e territórios ao Pontífice. Assim teve origem, aos poucos, o chamado “Patrimônio de São Pedro”, que constava de terras na Itália e nas ilhas adjacentes. Esses bens, de extensão cada vez maior, permitiam ao Papa assumir posição de certa independência diante do Imperador bizantino e do representante deste em Ravena: o Pontífice tinha sob a sua jurisdição civil grande número de cidadãos, que trabalhavam sob a tutela papal ou eram socorridos por esta nos hospitais, asilos e orfanatos pontifícios.

sábado, 14 de fevereiro de 2015

O EXORCISTA

Afresco do artista italiano Giotto (1267-1337) na Basílica Superior de São Francisco em Assis. Representa a expulsão dos demônios da cidade de Arrezzo (Toscana). Do lado oposto à catedral gótica, os demônios fogem com o exorcismo ordenado por São Francisco de Assis

Pe. David Fracisquini

As Sagradas Escrituras apresentam muitos casos de possessão diabólica, quando um ou mais demônios se apoderam das pessoas.

No Novo Testamento, o evangelista São Mateus cita o mandado de Jesus Cristo: “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios” (Mt 10,8).

Para São Boaventura, a argúcia e a espiritualidade dos demônios os levam a penetrar nos corpos e neles se fixarem; por sua força angélica, eles podem atormentá-los, a menos que o impeça um agente superior, ou seja, um padre exorcista. Adolphe Tanquerey, teólogo francês, assim explica a ação do demônio sobre os homens:

“Cioso de imitar a ação divina na alma dos santos, esforça-se o demônio por exercer também o seu império, ou antes, a sua tirania sobre os homens.

Às vezes [...] instala-se no corpo e move-o a seu talante, como se fosse senhor dele, a fim de lançar a perturbação na alma”. A este fenômeno se chama possessão.

O DEVIDO RESPEITO PARA COMA SAGRADA EUCARISTIA

Eucharistic-BreadApesar de toda catequese da Igreja sobre a Eucaristia, ainda hoje Jesus é muito desrespeitado e profanado na Hóstia Santa

Os Sacramentos que Cristo deixou na Igreja transmitem a graça da salvação que Ele conquistou pela sua morte e ressurreição; mas a sagrada Eucaristia vai mais além, porque  é o centro da fé católica; é o maior de todos os Sacramentos porque nele Cristo está vivo, em corpo, sangue, alma e divindade.

Há dois mil anos, desde que pela primeira vez Jesus celebrou a Eucaristia na Santa Ceia, nunca mais a Igreja deixou de realizá-la. Além disso, Cristo na Hóstia sagrada, vítima oferecida em sacrifício, é guardado nos Sacrários para ser adorado pelos fiéis e levado aos doentes. Mas, apesar de toda catequese da Igreja sobre a Eucaristia, ainda Jesus é muito desrespeitado e profanado na Hóstia santa.

Uma dessas profanações acontece quando alguém, ciente de que está em pecado grave, comunga sem se confessar com o sacerdote. São Paulo nos lembra da gravidade de Comungar sem estar em condições para isso. Ele diz: “Assim, todas as vezes que comeis desse pão e bebeis desse cálice lembrais a morte do Senhor, até que venha. Portanto, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será culpável do corpo e do sangue do Senhor. Que cada um se examine a si mesmo, e assim coma desse pão e beba desse cálice. Aquele que o come e o bebe sem distinguir o corpo do Senhor, come e bebe a sua própria condenação. Esta é a razão por que entre vós há muitos adoentados e fracos, e muitos mortos”. (1 Cor 11,26-30)

O JOVEM INSTRUÍDO NA PRÁTICA DE SEUS DEVERES RELIGIOSOS - I Parte

Caríssimos jovens, iremos postar a cada dia uma parte deste celebre livro de Dom Bosco. Que este nos ajude na nossa formação pessoal. E que pela intercessão de Dom Bosco nos tornemos a cada dia jovens mais fiéis e solícitos a Igreja de Cristo.
A Juventude
            Dois são os ardis de que principalmente costuma servir-se o demônio para afastar os jovens do caminho da virtude. O primeiro é fazer-lhes crer que para servir a Deus é preciso levar uma vida melancólica, longe de todo divertimento e prazer.Não é assim, queridos jovens.quero ensinar-vos um plano de vida cristã, que vos faça felizes e alegres e que, ao mesmo tempo, vos dê a conhecer quais são os verdadeiros divertimentos e os verdadeiros gozos, de tal forma que possais dizer com o santo profeta Davi: “Sirvamos a Nosso Senhor em santa alegria: servíte Dómino in laetítia”.Tal é precisamente o fim deste livrinho: Ensinar-vos a servir a Deus e a viver sempre alegres.
            O outro engano é a esperança de ter uma longa vida e de converter-vos mais tarde, quando velhos, ou na hora da morte. Tomai cuidado, meus filhos, porque muitos foram vítimas deste engano.Quem nos garante que chegaremos a velhice?Seria preciso fazer um contrato com a morte para que nos esperasse até lá. Mas a vida e a morte estão nas mãos de Deus, que delas pode dispor como melhor lhe agrada.
            E ainda quando Nosso Senhor vos concedesse uma vida longa, ouvi o grande aviso que vos dá: “A estrada que o homem começa a trilhar na juventude, por essa mesma continuará na velhice até a morte. : Adoléscens juxta viam suam, etiam cum senúerit, non recédet ab ea”. Isto significa: se começamos a viver bem agora que somos moços, continuaremos a viver bem pela vida afora, teremos uma boa morte, que será o princípio de uma felicidade eterna.Pelo contrário, se desde moços nos deixamos dominar pelos vícios, geralmente assim continuaremos em todas as fases de nossa vida até a morte, que será indicio funesto de uma infelicíssima eternidade.Para que tal desgraça não vos aconteça a vós, aqui vos proponho uma breve e fácil norma de vida, mas suficiente para vos tornardes a consolação dos vossos pais, a honra da pátria bons cidadãos na terra e mais tarde venturosos habitantes do Céu.

IMITEMOS SANTO ANTÔNIO–Conheça as virtudes deste santo

As principais virtudes do Santo de Santo Antônio de Pádua:

Ele foi um fiel imitador das virtudes de Jesus Cristo: aqui é que nós devemos estudá-lo e segui-lo.

A humildade foi uma das virtudes principais de Sto. Antônio; a despeito do lustre de seu nascimento, da beleza de seu gênio, e de outros sinais de sua predestinação a grandes coisas, ele se julgou sempre pequeno. Teve só uma ambição, a de passar desconhecido na terra.

Sto. Antônio não desdenhou a ciência humana, pois que a possuía num grau eminente; porém não se inebriou com as fumaradas de orgulho que dela saem.

Enquanto pôde, ocultou-a: quando foi obrigado a produzi-la, correu a pô-la aos pés de Jesus Cristo, subordinando-a à fé de que ela é a serva.

Era maravilhosamente dotado para a ação; fazia da oração as suas delícias. Sabia que Deus é a fonte da vida verdadeira.

NOSSO SENHOR QUIS QUE O SANTUÁRIO DOS MILAGRES DE LOURDES FOSSE DE NOSSA SENHORA E NÃO D’ELE

Em Lourdes se evidencia especialmente a Mediação Universal de Nossa Senhora, que nos obtém todas as graças e, no fim, obterá o Reino de Maria.
Nosso Senhor poderia ter reservado para Si essa fecundidade estupenda de milagres num santuário d’Ele.
Na França, por exemplo, há um santuário magnífico consagrado a uma devoção estupenda a Ele, que é o de Paray-le-Monial, onde Nosso Senhor fez suas revelações a Santa Margarida Maria Alacocque.
Ele poderia perfeitamente fazer com que esses milagres ocorressem lá e em todos os outros santuários consagrados a Ele.
Porém Nosso Senhor quis que a maior fonte de milagres que houve na História se desse num santuário dedicado a Nossa Senhora.
Em outras palavras, que aquelas curas todas só fossem obtidas sob a égide de Nossa Senhora, depois de uma aparição de Nossa Senhora, como uma graça de Nossa Senhora e mediante um pedido feito a Nossa Senhora.

UMA AVE-MARIA PODE SALVAR SUA ALMA…

Santo Afonso de Ligório

Pelo ano de 1604 viviam numa cidade de Flandres dois jovens estudantes, que, desleixando dos estudos, se entregavam a devassidões.

Uma noite entre outras foram a certa casa de tolerância. Um deles, chamado Ricardo, depois de algum tempo, retirou-se para casa, e o outro ficou.

Chegando Ricardo a casa, estava para acomodar-se, quando se lembrou que não havia rezado umas Ave-Marias, como era de seu costume fazê-lo em honra da Santíssima Virgem.

Acabrunhado pelo sono, sem nenhuma vontade para rezar, fez, contudo, um esforço e rezou as Ave-Marias, embora sem devoção e por entre bocejos de sono.

Deitou-se depois e adormeceu. Mas não tardou a ouvir bater à porta com muita força. E imediatamente, sem ele a abrir, vê diante de si seu companheiro de farras, mas desfigurado e medonho.

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém