Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

ALEGRIA COMO ESSA… SÓ UMA TEVE!

Procurar e encontrar Cristo por São João de Ávila

Dor e Alegria

Ter filhos é uma grande alegria para as mulheres casadas, mesmo que sofram as dores do parto. Diz Jesus Cristo: Depois que deu à luz um menino, já não se lembra da aflição por causa da alegria que sente pelo filho (Jo 16, 21).

O dia da alegria das mães é aquele em que dão à luz os seus filhos. Consideram-se grandes maravilhas de Deus tirar o pobre da imundície (Sl 112, 7) e fazer a mulher estéril dar à luz (cf. Is 54, 1 e 1 Sam 2, 5). Juntemos estas duas coisas e acrescentemos outra maior.

Quando dá à luz, a mulher sente dores, mas depois do parto se alegra; e, se não podia dar à luz, Deus faz a maravilha de lhe dar filhos. O filho depois da esterilidade é motivo de dupla alegria.

Quantas causas de regozijo quereis que acrescentemos hoje à Virgem Maria?

Uma mulher honrada, casada, desejosa de fazer o bem, que tem entre os braços um Menino que chega a tirar-nos a vontade de ver os céus; mãe de um filho cujo parto foi sem dores.

Oh, Senhora, se um filho que dá dor, depois do parto dá alegria, quanta alegria não Vos dará Aquele que no parto Vos deu duplo regozijo?

Se a estéril sente tanta alegria quando dá à luz, quanta alegria não sentirá a que permaneceu virgem depois de ter dado à luz?

Se a mulher que dá à luz se sente feliz sem saber que futuro espera o seu filho, até que ponto não se regozijará Aquela que deu à luz um filho que sabe ser o Filho de Deus?

Bem o disse Isaías: Alegrar-se-á a terra deserta sem caminho e a estepe regozijar-se-á e florirá como o lírio (Is 35, 1), louvando Aquele que tanto bem lhe fez!

Pensais que, por muito que tenham madrugado os pastores e os reis para adorarem o Menino, Maria não acordou mais cedo ainda? Os pastores simbolizam os judeus, e os reis os pagãos.

Antes que todos eles, adorou-o a Virgem Maria, dando-nos a entender que, se Abraão foi chamado o pai dos que creem, mais razão há para que a Virgem Maria seja chamada a mãe da fé.

Que alegre e honrada se sente Ela com este Menino, vendo os reis darem-lhe ouro, incenso e mirra! (Mt 2, 11). Riqueza que durará pouco tempo, porque Ela a dará aos pobres.

Para que havia de querê-la? – “Se o meu filho ama a pobreza, para que eu hei de querer a riqueza?”

Essa é, Senhora, a vossa situação: Vós a receber de Deus e a dar aos pobres o que Ele Vos dá; Deus a dar-Vos e Vós porfiadamente a repartir. Que tendes que não nos tenhais dado? Está desejosa de dar-nos; pois digamos-lhe com muita devoção: Ave, Maria…

 

Fonte: http://confrariadesaojoaobatista.blogspot.com.br/

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém