Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

sábado, 30 de janeiro de 2016

MOMENTO DIFÍCIL

Há momentos em nossas vidas em que o mundo parece estar parado. Tudo parece estar distante de nós, ou quem sabe, nós parecemos estar distantes de tudo. Momentos onde nos sentimos vazio, mesmo estando rodeado de pessoas. Momentos onde nada parece ser tão importante, tudo parece ter perdido o seu sentido.

As coisas parecem estar todas foras do lugar, no peito uma dor, um aperto, uma aflição sem um por quê aparente. Bate uma forte vontade de sumirmos. Uma falta de um algo que nem mesmo sabemos o que é. Um desejo muito forte de nos refugiar e nos reservar em um lugar isolado, distante, bem distante! Um desejo de se calar, uma vontade involuntária de chorar… De gritar…

NÃO JULGAR AS PESSOAS PELO EXTERIOR, AMAR JESUS PRESENTE NAS PESSOAS

POR: História de uma alma - Santa Terezinha do Menino Jesus

NÃO JULGUEIS E NÃO SEREIS JULGADOS'' - Exemplo prático de Santa Terezinha do Menino Jesus.

''Sinto que quando sou caridosa é só Jesus que age em mim; mais unida fico a Ele, mais amo todas as minhas irmãs. Quando quero aumentar em mim esse amor, quando o demônio, sobretudo, procura colocar perante os olhos da alma os defeitos de tal ou qual irmã que me é menos simpática, apresso-me em procurar ver suas virtudes, seus bons desejos. Penso que, se a vi cair uma vez, bem pode ter conseguido muitas vitórias que ela esconde por humildade, e que mesmo aquilo que para mim parece ser uma falta pode ser, devido à intenção, um ato de virtude. Não tenho dificuldade em acreditar, pois já fiz uma pequena experiência que me provou que não se deve julgar. Foi durante um recreio, a porteira deu dois toques, era preciso abrir a grande porta dos serviçais a fim de introduzir árvores destinadas ao presépio. O recreio não estava alegre, pois não estáveis aí, Madre querida, e, por isso, pensei que me seria agradável ser mandada para servir de terceira. Nesse momento, madre vice-priora disse-me que fosse, ou a irmã que estava a meu lado. Logo comecei a desatar o nosso avental, mas bem devagar, a fim de que minha companheira pudesse desatá-lo antes de mim, pois pensei agradar-lhe deixando-a ser terceira. A irmã que substituía a depositária observava-nos rindo e, vendo que me levantei por último, disse-me: Ah! bem que imaginei que não seria vós quem acrescentaríeis uma pérola à coroa, andáveis devagar demais...

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

OS PREGOS E A PACIÊNCIA

Um menino tinha mau caráter. Seu Pai lhe deu um saco de pregos e lhe disse que cada vez que perder a “PACIÊNCIA”, deveria pregar um prego na porta. No primeiro dia, o menino pregou 37 pregos. As semanas que seguiram, à medida que aprendia a controlar seu gênio, pregava cada vez menos pregos. Com o tempo descobriu que era mais fácil controlar seu gênio que pregar pregos na porta. Chegou o dia em que pode controlar seu caráter durante todo o dia.
Depois de informar a seu Pai, este lhe sugeriu que retirasse um prego a cada dia que conseguisse controlar seu caráter.

PRECIOSAS LIÇÕES DE VIDA DE REGINA BRETT

A senhora Regina Brett, de Cleveland, Ohio (EUA), escreveu este texto, que foi publicado no jornal local. Pareceu-nos ótimo e, por isso, repassamos para você:

“Agora, que já passei dos 90 anos e para comemorar a minha velhice, escrevi 40 lições que a vida me ensinou, e que desejo compartilhar com o maior número de pessoas que for possível:

1. A vida não é justa, mas ainda é muito boa.

2. Quando estiver em dúvida, dê apenas um passinho pequeno.

3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.

4. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você estiver doente. Seus amigos e sua família, sim. Portanto, fique em contato com eles.

5. Complete todas as suas obrigações a tempo.

6.Você não tem que vencer toda discussão. Concorde em discordar.

7. Chore com alguém. É melhor do que chorar sozinho.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

TODO´PECADO TEM PERDÃO?

PecadoA Igreja ensina que qualquer pecado pode ser perdoado se a pessoa se arrepender, se Confessar e mudar de vida. Também o pacto demoníaco. Veja o que diz o Catecismo:

§982.  Não há  pecado algum, por mais grave que seja, que a Santa Igreja não possa perdoar. “Não existe ninguém, por mau e culpado que seja, que não deva esperar com segurança a seu perdão, desde que seu arrependimento seja sincero.” Cristo que morreu por todos os homens, quer que, em sua Igreja, as portas do perdão estejam sempre abertas a todo aquele que recua do pecado.

Prof. Felipe Aquino

 

Fonte: Editora Cléofas

A IMPORTÂNCIA DO PERDÃO

O pequeno Zeca entra em casa, após a aula, batendo forte os seus pés no assoalho da casa. Seu pai, que estava indo para o quintal para fazer alguns serviços na horta, ao ver aquilo chama o menino para uma conversa.

Zeca, de oito anos de idade, o acompanha desconfiado. Antes que seu pai dissesse alguma coisa, fala irritado:

— Pai, estou com muita raiva. O Juca não deveria ter feito isso comigo. Desejo tudo de ruim para ele.

SOFRER E PERDOAR

Como é doce a paciência dos santos! Sabem sofrer e sabem perdoar!

Um homem perverso e cruel atirou com violência uma pedra que foi ferir gravemente o santo e pobrezinho São Bento Lavre. Inclinou-se humildemente o santo, tomou a pedra, beijou-a e colocou-a respeitosamente num muro do caminho. Prosseguiu a viagem a rezar todo o tempo pelo seu agressor. Que doçura e paciência! Isto é ser cristão, é ser verdadeiro discípulo de Jesus Cristo!

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

“TEUS PECADOS ESTÃO PERDOADOS!”

o-paralitico-do-tanque-de-betesda“Teus pecados estão perdoados!”Conheça algumas lições que podemos tirar para nossa vida da passagem da Cura do Paralítico

São Marcos começa seu Evangelho mostrando a divindade de Jesus, por meio dos seus milagres. Logo no capítulo 2, nos relata o milagre do paralítico deitado numa maca, que quatro amigos o colocaram dentro da casa onde Jesus estava em Cafarnaum, pelo teto, por não conseguirem entrar pela porta, de tanta gente que ali estava.

Vendo “a fé que eles tinham” Jesus disse ao paralítico: “Filho, teus pecados são perdoados”. Os escribas que estavam ali pensaram: “Como Ele pode falar desse modo! Está blasfemando. Só Deus pode perdoar pecados!”. Jesus sabia que eles estavam pensando assim; então, sem se dirigir a eles, disse: “Que é mais fácil dizer ao paralítico – os teus pecados estão perdoados, ou levanta-te, pega a tua maca e anda? Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem na Terra o poder de perdoar pecados – disse ao paralítico – eu te digo – levanta-te, pega a tua maca, e vai para casa. O paralítico se levantou e, a vista de todos, saiu carregando a maca. Todos ficaram admirados e louvavam a Deus dizendo – nunca vimos coisa igual” (Mc 2, 1-12).

sábado, 23 de janeiro de 2016

UMA LIÇÃO PRA VIDA A PARTIR DA MORTE

Uma leitura para confortar o coração dos que sentem dor pela perda de alguém querido

mariposa posada sobre una mano - pt

Eu sei. Não é o melhor assunto pra abrir o ano: a morte. Mas ela me pegou no susto, no finalzinho de 2015. Meu pai. Não foi o pai de outra pessoa. Foi o meu. A dor é dilacerante, visceral, avassaladora, eu me sinto do avesso, em carne viva. Uma ferida profunda? Não, minha amiga. É muito maior que isso. Quem chama só de “ferida” não entende o que esta perda representa. Aliás, nada mais clichê mas absolutamente verdadeiro do que dizer que só quem passou por isso é capaz de entender.

Meu pai? Cheio de vida, planos, sonhos. Com passagem já marcada para vir me visitar, com detalhes acertados para as próximas férias. Aquele que vibrava com tudo o que eu fazia. Mas tem tanta gente para ir antes dele! Nem doente ele estava pra ter aquele papo de “foi melhor assim pois ele estava sofrendo numa cama de hospital”.

A QUEM DEVEMOS RECORRER SE A ANGÚSTIA CHEGAR?

Descubra o segredo da vitória sobre este sentimento tão difícil de enfrentar

A palavra “angústia” é traduzida em miúdos pelo dicionário como aflição demasiada do corpo, da mente, ou do espírito, tristeza, remorso ou desespero excessivo. Quem já não passou por algo assim?

É certo que todos nós temos momentos difíceis em nossas vidas e não é raro que fiquemos angustiados por alguma razão específica, ou muitas vezes até sem sabermos o porquê de estarmos assim.

É uma sensação esquisita, como se o coração fosse explodir. Nos sentimos sozinhos, abandonados, perdidos e nem sabemos direito o que pensar de qualquer situação que está à nossa frente, em alguns casos é difícil de enxergar até mesmo perspectivas de futuro. Certamente, é uma situação que nos deixa confusos. Não existe solução imediata, é preciso buscar a segurança do único e verdadeiramente capaz de nos ajudar, Deus.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

O AMOR SEM ROTINA

Descubra como evitar a ferrugem do coração

“Estou enferrujado – dizia-me um amigo –, faz tempo que não jogo bola”.

Esta ferrugem não preocupa. Provavelmente bastará treinar um pouco e fazer “academia”. Preocupante é a ferrugem do coração.

Há muitas pessoas que, depois de um tempo de convivência – especialmente os casais – sentem que o amor, o interesse e os sonhos se desgastaram e até se apagaram. A monotonia dos dias, das reações, das conversas, das tarefas, dos problemas…,  cansou. “Isso cansa! Sempre a mesma coisa!”

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

POR QUE SEMPRE HÁ UM CRUCIFIXO NOS ALTARES?

Uma pergunta que todo católico precisa saber responder

No centro da ação litúrgica da Igreja, está Cristo e seu mistério pascal. Portanto, a celebração litúrgica deve tornar evidente esta verdade teológica. E, desde quase sempre, o símbolo escolhido pela Igreja para a orientação do coração e da mente do cristão durante a missa ou a liturgia é a representação de Jesus crucificado.

O crucifixo é o principal elemento sobre o altar, porque a missa é o santo sacrifício, memorial da paixão, morte e ressurreição do Senhor.

Antigamente, a liturgia prescrevia o costume de que tanto o sacerdote quanto os fiéis se posicionassem na direção do crucifixo durante a missa. O crucifixo era colocado no centro do altar (que naquela época ficava ligado à parede).

ENSINE ÀS CRIANÇAS O VALOR DAS COISAS, NÃO O PREÇO

Se não somos felizes com o que temos, também não seremos com o que nos falta

Ensine as crianças a serem felizes, não a serem ricas. Faça-as saber que o valor de uma pessoa não está no que ela tem ou deixa de ter do lado de fora, mas no que ela tem por dentro. Ensine-as a desenvolver boas estratégias e habilidades que as ajudem a compreender quem elas são no mundo.

Essa educação em valores e em emoções apoiará seus sucessos como pessoas e como sociedade. Assim, se uma criança sabe estabelecer limites e respeitar a si mesma, saberá fazer o mesmo com os demais.

Por isso, se quisermos colher, teremos que semear o campo e tentar evitar dar valor ou protagonismo a alguma coisa sem fazer valer princípios moralmente adequados.

A SABEDORIA DO SILENCIAR

Até os insensatos quando se calam passam por sábios

Sócrates, o sábio filósofo grego, dizia que a eloquência é, muitas vezes, uma maneira de exaltar falsamente o que é pequeno e de diminuir o que é, de fato, grande. A palavra pode ser mal-usada, mascarada e empregada para a dissimulação. É por isso que os sábios sempre ensinaram que só devemos falar alguma coisa “quando as nossas palavras forem mais valiosas que o nosso silêncio”. A razão é simples: nossas palavras têm poder para construir ou para destruir. Elas podem gerar a paz, a concórdia, o conforto, o consolo, mas podem também gerar ódio, ressentimento, angústia, tristeza e muito mais. “Mesmo o estulto, quando se cala, passa por sábio, por inteligente, aquele que fecha os lábios” (Pr 17,28).

O silêncio é valioso, sobretudo quando estamos em uma situação difícil, quando é preciso mais ouvir do que falar, mais pensar do que agir, mais meditar do que correr. Tanto a palavra quanto o silêncio revelam o nosso ser, a nossa alma, aquilo que vai dentro de nós. Jesus disse que “a boca fala daquilo que está cheio o coração” (cf. Lc 6,45). Basta conversar por alguns minutos com uma pessoa que podemos conhecer o seu interior revelado em suas palavras; daí a importância de saber ouvir o outro com paciência para poder conhecer de verdade a sua alma. Sem isso, corremos o risco de rotular rapidamente a pessoa com adjetivos negativos.

ENCONTRE-SE COM JESUS NA ORAÇÃO

Sem oração é impossível caminhar na fé e fazer a vontade de Deus!

Encontre-se com Jesus no íntimo de sua alma, em oração, em qualquer tempo e em qualquer lugar; é você quem marca a hora e o local para falar com Jesus. Pode ser no seu quarto, no seu carro, na sua sala de trabalho, pode ser na igreja… O melhor lugar é diante do Sacrário, porque ali Ele está em Corpo, Alma e Divindade, como Vítima oferecida em sacrifício permanente por amor de cada um de nós. Ali Ele é todo seu; está a seu dispor para lhe ouvir, abraçar você, enxugar as suas lágrimas e fortalecer o seu coração. Ali Ele está lhe esperando, vivo e ressuscitado.

A SABEDORIA DE SALOMÃO

rei_salomao“O Senhor apareceu a Salomão durante a noite e lhe disse: “Pede-me o que queres que eu te dê!” (1Re 3,5). Que bela oportunidade o jovem rei tinha diante de si! Poderia pedir uma vida longa, muita riqueza ou mesmo a morte de seus inimigos. Deixou, contudo, tudo isso de lado, fez uma bela oração e pediu: “Dá a teu servo um coração que saiba perceber a verdade, para julgar o teu povo e discernir entre o bem e o mal. Pois quem poderia governar este teu povo tão numeroso?” (v. 9). O pedido de Salomão agradou tanto a Deus que não só foi atendido, mas até elogiado. Tendo desejado inteligência para praticar a justiça, recebeu mais: “um coração tão sábio e inteligente, como nunca houve outro igual” antes ou depois dele (cf. v. 12). A riqueza e a glória lhe  foram dadas por acréscimo; e a promessa de uma vida longa ficou condicionada a levar uma vida reta.

Pouco tempo depois, Salomão viu-se diante de um delicado problema: duas prostitutas apresentaram-se diante dele. Uma delas lhe disse: “Com licença, Majestade! Eu e esta mulher estamos morando na mesma casa; eu tive um filho enquanto ela estava em casa. Três dias depois de eu ter dado à luz, também esta mulher teve um filho. Estávamos só nós duas. Não havia nenhum estranho conosco na casa, além de nós duas. Ora, morreu o filho desta mulher durante a noite, pois ela se tinha deitado sobre ele. Aí ela se levantou de noite, enquanto esta tua criada estava dormindo, tirou o meu filho de junto de mim e o colocou no seio dela, e o filho dela que estava morto o pôs no meu seio. De manhã, quando me levantei para amamentar o meu filho, vi com surpresa que estava morto; mas quando o examinei mais de perto, reparei que não era o filho que eu tinha dado à luz.” A outra mulher contestou: “Não é verdade! É meu filho que está vivo, e o teu é que está morto!” Mas a primeira replicou: “Mentira! Teu filho está morto e é o meu que está vivo!” Desta maneira elas discutiam diante do rei.” (1Re 3,17-22)

O DOM DA SABEDORIA

PentecostesA palavra sabedoria vem do latim “sapere” (= “ter gosto de…”).

Ele oferece um conhecimento “saboroso” da verdade revelada por Deus. Na ordem natural a mente humana procura atingir os primeiros princípios e as causas de toda a realidade que ela conhece. O mesmo ocorre também na ordem sobrenatural.

O dom da sabedoria abrange todos os conhecimentos do cristão e os põe sob a luz de Deus, mostrando a grandeza do plano do Criador e a infinitude de Deus. Isto é fruto da experiência do próprio Deus feita pelo cristão. Uma comparação: não conhecemos o gosto de uma laranja pelo intelecto, mas pela experiência pelo paladar. O dom da sabedoria vem da intimidade com o Senhor. “O dom da sabedoria faz-nos ver com os olhos do Bem-amado”, dizia um grande místico. Isto mostra quanto é importante o amor de Deus. É este que propícia o conhecimento mais saboroso do mesmo Deus. Isto não quer dizer que devemos menosprezar o estudo, pois, se Deus nos deu a inteligência, foi para que a apliquemos à verdade por excelência, que é Ele mesmo.

Os teólogos afirmam que veremos a Deus face-a-face por toda a eternidade na proporção do amor com que O tivermos amado nesta vida. O grau do nosso amor, na hora da morte, será o grau da nossa visão de Deus na vida eterna ou por todo o sempre. Por isso São Paulo disse que “o amor é o vínculo da perfeição” (Cl 3,14). “No fim de sua vida, cada um de nós será julgado na base do amor”, diz São João da Cruz.

Fonte: Editora Cléofas

ORAÇÃO À SABEDORIA ETERNA

Peçamos a Deus a sabedoria que vem dos Céus!

Assim rezava São Luis de Montfort:

Ó Sabedoria divina, rainha do céu e da terra! Prostrado humildemente diante de vós, peço-vos perdão da minha ousadia em vir falar das vossas grandezas, sendo eu tão ignorante e pecador.

Peço-vos que não leveis em conta as trevas do meu espírito nem a impureza de meus lábios; e se porventura olhardes para elas, que seja para as destruirdes com o olhar dos vossos olhos e com o sopro dos vossos lábios.

Tendes em vós tantas belezas e doçuras, preservastes-me de tantos males e cumulastes-me de tantos benefícios e, apesar disso, continuais a ser tão desconhecida e desprezada!

A SINCERIDADE NA ORAÇÃO

Para orar, é preciso ter sinceridade, a coragem de enfrentar a verdade no íntimo do coração. Vamos refletir agora sobre isso.

É interessante verificar que o primeiro conselho de Cristo sobre a oração, que se encontra no Evangelho, fala de sinceridade: <<Quando orardes – diz Jesus -, não façais como os hipócritas>> (Mt 6,5).

Que fazem os hipócritas? Vamos recordar o que Jesus nos diz acerca deles, e – ao vermos as máscaras que Cristo lhes arranca da alma – enxergaremos melhor a sinceridade que nos pede.

Primeira máscara: No meio da parábola do semeador, Nosso Senhor faz uma citação do profeta Isaías: O coração deste povo endureceu: taparam seus ouvidos e fecharam os seus olhos, para que seus olhos não vejam e seus ouvidos não ouçam, nem seu coração compreenda; para que não se convertam e eu os sare (Mt 13,15).

ORAR SEMPRE E ORAR BEM

Veja o que nos ensina São Pedro J. Eymard sobre a oração

“Oportet orare et num quam deficere” – É necessário orar e nunca deixar de orar (Lc 18,1).

A oração, a oração contínua, ou melhor, o hábito da oração, é indispensável a todo cristão. É-nos concedida a sua graça no Batismo, sendo o próprio Espírito Santo que nos faz chamar a Deus; “Pai! Pai!” (Rm 8,15).

É um dom, uma graça, uma força de que todos gozam.

Nada podemos fazer de bom, nenhuma virtude podemos praticar sem a oração, que nos obtém a graça necessária.

A oração é o alicerce de todas as virtudes, e a própria fé, princípio da justiça, é o exercício da oração.

05 MANEIRAS DE REATIVAR SUA VIDA DE ORAÇÃO

Se você já se sentiu frustrado na oração, não se preocupe: é muito simples

Você conhece a importância da oração, mas talvez ache que Deus não quer ouvi-lo porque você se afastou durante algum tempo. Você provavelmente sabia que a oração madura é algo além de simples petições a Deus, mas talvez não esteja seguro de como proceder.

Talvez você esteja realmente ocupado, e tema que buscar a “prática da oração” exija um compromisso que você não pode assumir. Ou pode ser que você tenha medo de “fracassar” em sua tentativa de orar em profundidade.

Seja como for, fique tranquilo. A única maneira de fracassar na oração é deixar de orar. Não há nada que Deus não queria ouvir de você. Ele o ama, não se esqueça disso!

Anote aí as 5 dicas para voltar a orar intensamente:

A IMPORTÂNCIA DA ORAÇÃO

Oração-AgoraPara você ser um cristão “de pé”, forte e equilibrado, senhor de você mesmo, e capaz de amar,  você precisa aprender a rezar.

A nossa natureza ficou debilitada pelo pecado original e é marcada pela concupiscência, isto é, uma força que nos puxa para o mal.

Quem de nós não sente isso? Jesus disse claro: “O espírito é forte, mas a carne é fraca. Vigiai e orai para que não entreis em tentação” (Mt 26,41).

Jesus estimava tanto a oração que passava noites inteiras no alto dos mon­tes da Galiléia conversando com o Pai (cf. Lc 5,16; 6,12; 9,29). E aí estava a sua força; de dia pregava, de noite rezava.

DEZ PEDIDOS QUE DEVEMOS FAZER A DEUS EM NOSSAS ORAÇÕES

orManPraying1 – Que desde a manhã possamos sentir o Seu amor, para que a Sua alegria seja a nossa força durante todo o dia.

2 – Que Deus expulse de nosso coração as trevas do pecado e faça-nos alcançar a verdadeira Luz que é Jesus Cristo.

3 – Que Deus nos dê a compreensão dos nossos deveres e a força de cumpri-los.

4 – Que Deus faça de nossa vida um continuo sacrifício de louvor.

5 – Que possamos guardar sempre os Seus Mandamentos para que, pela força do Espírito Santo, Ele permaneça sempre em nós e nós Nele.

6 – Que Deus nos dê a Sua sabedoria eterna, para que ela sempre acompanhe o dirija os nossos desejos, pensamentos e trabalhos.

7 – Que Deus não permita que no dia de hoje sejamos motivo de tristeza para os que convivem conosco, mas causa de alegria para todos.

8 – Que Deus ilumine as profundezas de nosso coração para que não se prenda em desejos tenebrosos.

9 – Que agrade a Deus o cantar dos nossos lábios e a voz da nossa alma, e que ela chegue até Ele.

10 – Que sobre nós venha a Sua graça da mesma forma que Nele nós esperamos com fé e alegria.

Fonte: Editora Cléofas

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

FRANCISCO CONVIDA O CORPO DIPLOMÁTICO A SUPERAR A DIFERENÇÃ PARA CONSTRUIR A PAZ

11 de janeiro. No tradicional encontro para as felicitações de Ano Novo, o Santo Padre analisa as causas e propõe soluções para a crise migratória   “Só uma forma ideologizada e extraviada de religião pode pensar fazer justiça em nome do Omnipotente, […]

11 de janeiro. No tradicional encontro para as felicitações de Ano Novo, o Santo Padre analisa as causas e propõe soluções para a crise migratória

“Só uma forma ideologizada e extraviada de religião pode pensar fazer justiça em nome do Omnipotente, massacrando deliberadamente pessoas indefesas, como aconteceu nos sanguinários ataques terroristas dos meses passados na África, Europa e Médio Oriente”, destacou o Papa Francisco na manhã desta segunda-feira (11), ao receber os membros do corpo diplomático acreditado junto da Santa Sé para as felicitações de Ano Novo.

O TESTEMUNHO DE SÃO SEBASTIÃO, O SOLDADO MÁRTIR DO IMPÉRIO ROMANO

Tantas foram as flechadas lançadas contra ele que os algozes não duvidaram de que estava morto. Mas...

Sao Sebastiao

Sebastião nasceu no século III em Narbonne, na atual França, filho de pais oriundos de Milão, na Itália. Foi desde cedo generoso e trabalhador, não tardando a se tornar primeiro capitão a serviço do Império Romano, em cujo exército demonstrara ser um soldado de grande saúde do corpo e da mente.

Ainda mais saudável era a sua alma cristã, reconhecida pelos cristãos clandestinos daqueles tempos duros, em que, sob o imperador pagão Diocleciano, a Igreja era perseguida com brutalidade.

O mistério da Santíssima Trindade inspirava Sebastião a consolar de maneira secreta os cristãos que eram presos. Com o tempo, ele se tornou seu defensor e apóstolo dos confessores e dos mártires.

20 de Janeiro–SÃO SEBASTIÃO

Fazia de tudo para ajudar os irmãos na fé, procurando revelar o Deus verdadeiro aos soldados e aos prisioneiros.

São Sebastião Wikimedia commons. Tempera and oil on wood. Museum of Fine Arts
Sebastião nasceu na Itália, de acordo com Santo Ambrósio, por volta do século III. Pertencente a uma família cristã, foi batizado em criança. Mais tarde, tomou a decisão de engajar-se nas fileiras romanas e chegou a ser considerado um dos oficiais prediletos do Imperador Diocleciano. Contudo, nunca deixou de ser um cristão convicto e ativo.
Fazia de tudo para ajudar os irmãos na fé, procurando revelar o Deus verdadeiro aos soldados e aos prisioneiros. Secretamente, Sebastião conseguiu converter muitos pagãos ao cristianismo. Até mesmo o governador de Roma, Cromácio, e seu filho, Tibúrcio, foram convertidos por ele.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

COMO FAZER UMA BOA CONFISSÃO (quando uma confissão é inválida?)

Trechos abaixo retirado do livro "Escola da perfeição cristã" do santo doutor Santo Afonso de Ligório.

"Por sacramento da penitência entende-se aquele pelo qual são perdoados em virtude da absolvição do sacerdote, os pecados cometidos depois do batismo, ao que os confessa ao sacerdote, visto Jesus Cristo haver-lhe concedido esse poder, pelas palavras: "Aos que perdoardes os pecados, ser-lhe-ão perdoados e aos que os retiverdes, ser-lhes-ão retidos" (Jo 20,23). Por isso o Concílio de Trento lança a excomunhão aos que afirmarem não possuir este sacramento a virtude de perdoar os pecados. (...)

POR MENOS FUXICO E MAIS SABEDORIA: o critério das três peneiras

Pessoas nobres falam de ideias e sonhos; pessoas comuns falam de coisas; pessoas mesquinhas falam dos outros

fofoca

Existem vários conselhos para nos ajudar a decidir se vale a pena ou não relatar algum fato. Um dos mais conhecidos é o “critério das três peneiras”:

  1. A primeira peneira é a da VERDADE: Você tem plena certeza de que esse fato é verdadeiro?
  2. A segunda peneira é a da BONDADE: Mesmo que esse fato seja verdadeiro, você gostaria que os outros o relatassem caso fosse um fato a seu respeito?
  3. A terceira peneira é a da NECESSIDADE: Você acha mesmo necessário passar esse fato adiante? Ele vai mesmo servir para fazer o bem?

Se aquilo que você queria contar tiver passado pelas três peneiras, vá em frente. Se não passar, reflita melhor.

E lembre-se sempre de outra sábia constatação popular:

“Pessoas nobres falam de ideias e sonhos;

pessoas comuns falam de coisas;

pessoas mesquinhas falam dos outros”.

 

Fonte: Aleteia

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

A MORTE DE SÃO JOSÉ: MISTERIOSA, MAS A MAIS SUBLIME QUE SE PODE IMAGINAR

Pode haver melhor passagem para a vida eterna do que entre os braços de Jesus e de Maria?

morte de São José

Não há registros documentais da morte de São José, mas é comumente aceito que ele faleceu antes do início da vida pública de Jesus.

Nos primeiros séculos da Igreja, conforme narra Isidoro de Isolanis, costumava-se ler nas igrejas do Oriente, todo dia 19 de março, uma narração solene da morte do pai adotivo do Filho de Deus:

“Eis chegado para São José o momento de deixar esta vida. O Anjo do Senhor lhe apareceu e anunciou ter chegado a hora de abandonar o mundo e ir repousar com seus pais. Sabendo estar próximo o seu último dia, quis ele visitar, pela última vez, o Templo de Jerusalém, e lá pediu ao Senhor que o ajudasse na hora derradeira.

A MARTELADA


Um navio carregado de ouro, revestido de todo o cuidado e segurança, atravessava o oceano quando, de repente, o motor enguiçou.
Imediatamente, o comandante mandou chamar o técnico do porto mais próximo.
O técnico chegou de helicóptero e trabalhou durante uma semana, porém sem resultados concretos.
Chamaram então o melhor engenheiro naval do país. O engenheiro trabalhou três dias inteiros, sem descanso, mas nada conseguiu.
O navio continuava enguiçado.

A PERFEIÇÃO DE DEUS


No Brooklyn, Nova Iorque, Chush é uma escola que se dedica ao ensino de crianças especiais. Algumas crianças ali permanecem por toda a vida escolar, enquanto outras podem ser encaminhadas para uma escola comum.
Em um jantar beneficente de Chush, o pai de uma criança fez um discurso que nunca mais seria esquecido pelos que ali estavam presentes.
Depois de elogiar a escola e seu dedicado pessoal perguntou:

PROVA INFALÍVEL

Quando eu soltar meu último suspiro;

quando o meu corpo se tornar gelado,

e o meu olhar se apresentar vidrado,

e quiserdes saber se inda respiro,

Eis o melhor processo que eu sugiro:

— Não coloqueis o espelho decantado

em frente ao meu nariz, mesmo encostado,

porque não falha a prova que eu prefiro:

Fazei assim: — Por cima do meu peito,

Do lado esquerdo, colocai a mão.

E procedei, seguros, deste jeito:

— Gritai “MARIA!” ao pé do meu ouvido,

E se não palpitar meu coração,

Então é certo que eu terei morrido!

Padre Manuel Albuquerque

Fonte: Vas Honorabile

PAPA: “ A FÉ É TRANMITIDA DE UMA GERAÇÃO À OUTRA COMO UMA CADEIA ”

10 de janeiro. Texto completo da homilia do Papa na missa da Festa do Batismo do Senhor. “Se o teu filho tem fome, dá-lhe de comer aqui com toda a liberdade”, disse Francisco às mães   Às 9:30 da manhã de hoje […]

10 de janeiro. Texto completo da homilia do Papa na missa da Festa do Batismo do Senhor. “Se o teu filho tem fome, dá-lhe de comer aqui com toda a liberdade”, disse Francisco às mães

Às 9:30 da manhã de hoje (horário local) Festa do Batismo do Senhor, o Santo Padre Francisco presidiu a Missa na Capela Sistina, durante a qual ele ministrou o Sacramento do Batismo a 26 recém-nascidos, 13 meninos e 13 meninas.

DISCURSO DO PAPA AO CORPO DIPLOMÁTICO CREDITADO JUNTO À SANTA SÉ

11 de janeiro. Em seu longo discurso, Francisco destaca que em tema de migração, há necessidade de estabelecer projetos de médio e longo prazo que ultrapassem a resposta de emergência   Apresentamos a seguir as palavras do Papa Francisco dirigidas ao corpo […]

Flag of the Vatican City (2:3 variant)

WIKIMEDIA COMMONS

11 de janeiro. Em seu longo discurso, Francisco destaca que em tema de migração, há necessidade de estabelecer projetos de médio e longo prazo que ultrapassem a resposta de emergência

Apresentamos a seguir as palavras do Papa Francisco dirigidas ao corpo diplomático creditado junto à Santa Sé para as felicitações de início de ano. Francisco encontrou-se com os diplomatas nesta segunda-feira, 11 de janeiro de 2016, na Sala Régia do Palácio Apostólico Vaticano.

Excelências, Senhoras e Senhores!

De coração vos dou as boas-vindas a este encontro anual, em que tenho oportunidade de vos apresentar os meus votos para o novo ano e reflectir convosco sobre a situação deste nosso mundo, abençoado e amado por Deus e todavia atribulado e aflito por tantos males. Agradeço ao novo Decano do Corpo Diplomático, senhor Armindo Fernandes do Espírito Santo Vieira, Embaixador de Angola, as amáveis palavras que me dirigiu em nome de todo o Corpo Diplomático acreditado junto da Santa Sé; desejo aqui fazer memória especial – quase um mês depois da sua morte – dos falecidos Embaixadores de Cuba, Rodney Alejandro López Clemente, e da Libéria, Rudolf P. von Ballmoos.

CALÉNDÁRIO DE CELEBRAÇÕES PRESIDIDAS PELO PAPA EM JANEIRO E FEVEREIRO

11 de janeiro. Conforme anunciado pelo próprio Francisco no dia 12 de dezembro, no final da Missa em honra a Nossa Senhora de Guadalupe, de 12 a 18 de fevereiro, ele visitará o México   Os compromissos públicos do Santo Padre Francisco […]

Airplane climbing into the sky

11 de janeiro. Conforme anunciado pelo próprio Francisco no dia 12 de dezembro, no final da Missa em honra a Nossa Senhora de Guadalupe, de 12 a 18 de fevereiro, ele visitará o México

Os compromissos públicos do Santo Padre Francisco para o início de 2016 começam na segunda-feira, 25 de janeiro, com a Celebração das Vésperas na Basílica de São Paulo Fora dos Muros, por ocasião da Solenidade da Conversão de São Paulo, às 17h30;

1585 ANOS DA PROCLAMAÇÃO DO DOGMA DA MATERNIDADE DIVINA DE MARIA

11 de janeiro. O ano de 2016 será de grandes celebrações mariana pelo mundo inteiro   Talvez passe despercebido, mas 2016 será de grandes celebrações mariana pelo mundo inteiro. Começamos a elencar com os 1585 anos da proclamação do Dogma da Maternidade […]

Maria Ausiliatrice - Don Bosco 11 de janeiro. O ano de 2016 será de grandes celebrações mariana pelo mundo inteiro

Talvez passe despercebido, mas 2016 será de grandes celebrações mariana pelo mundo inteiro. Começamos a elencar com os 1585 anos da proclamação do Dogma da Maternidade divina de Maria.

Foi exatamente durante o ano de 431, no Concílio Ecumênico de Éfeso, que se chegou a definição dogmática que em Jesus Cristo não existe uma só natureza na sua concepção no ventre da Virgem Maria. No seu seio, se uniu a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, isto é o Filho de Deus que é divino, com a humanidade, dando “origem” a uma só pessoa. Em Jesus Cristo não existe divisão ou diminuição das naturezas humano e divina, Ele é único. Tudo acontece com a colaboração de Maria de Nazaré, a Cheia de Graça que se torna, Serva e Mãe por toda a vida.

FESTA DA ADORAÇÃO DA CRUZ E DA BATALHA DE SÃO FERNANDO CONTRA OS MUROS NA ESPANHA

Caravaca de la Cruz: andor da relíquia da Santa Cruz em procissão escoltada por cavaleiros cristãos

 

Na cidade espanhola de Caravaca de la Cruz, região de Murcia se realiza todos os anos um rico e original cerimonial para adorar uma relíquia da Santa Cruz.
O Ritual do Banho da Santíssima e Verdadeira Cruz nasceu na Idade Média, quando Caravaca era terra de fronteira com o Reino muçulmano de Granada e constitui um dos mais antigos desse gênero.
A cerimônia vem sendo celebrada pelo menos desde o ano 1384.
Pelo fato das guerras contínuas promovidas pelos islâmicos contra os cristãos a procissão e adoração da Cruz foi sempre acompanhada por uma escolta militar.

PAPA NO ANGELUZ: JESUS NÃO É UM COMANDANTE QUE NOS OBRIGA A SEGUIR CEGAMENTE SUAS ORDENS

Texto completo. Francisco pediu aos migrantes “Não deixem que roubem de vocês a esperança e a alegria de viver”   Às 12 horas de hoje, domingo, 17 de janeiro, o Santo Padre Francisco se aproximou da janela de seu escritório no Palácio Apostólico […]

Texto completo. Francisco pediu aos migrantes “Não deixem que roubem de vocês a esperança e a alegria de viver”

 

Às 12 horas de hoje, domingo, 17 de janeiro, o Santo Padre Francisco se aproximou da janela de seu escritório no Palácio Apostólico Vaticano para rezar o Angelus com os fiéis e peregrinos reunidos na Praça de São Pedro.

Estas são as palavras do Papa antes da oração mariana:

Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

O Evangelho deste domingo apresenta o prodigioso evento ocorrido em Cana, um vilarejo da Galiléia, durante uma festa de casamento em que participam também Maria e Jesus, com seus primeiros discípulos (cf. Jo 2,1-11). A Mãe faz notar ao Filho que o vinho acabou, e Jesus, apesar de ter dito que sua hora não havia chegado, atende o pedido da Mãe e dá aos cônjuges o melhor vinho de toda a festa. O evangelista destaca que “este foi o início dos sinais realizados por Jesus; Ele manifestou a sua glória e os seus discípulos creram nele “(v. 11).

ORAÇÃO MENTAL OU ORAÇÃO VOCAL?

Será que uma é melhor que a outra? Como viver cada tipo de oração em profundidade?

Man Praying - pt

Quando você pensa em Deus e lhe diz coisas íntimas, só com o pensamento e os sentimentos do coração, está fazendo “oração mental”.

Quando você, na Missa, reza com todos os participantes as orações litúrgicas (“Confesso a Deus todo-poderoso…”, “Glória a Deus nas alturas…”, “Cordeiro de Deus…”); quando reza o Terço; quando reza o Pai-nosso e a Ave Maria em vários momentos do dia, está fazendo “oração vocal”.

Jesus amava e praticava esses dois tipos de oração, e nos ensinou a amá-los e a praticá-los. Basta lembrar o seguinte:

FAÇA UM POTE DA GRATIDÃO: você vai ser mais feliz

O pote da gratidão é uma ótima estratégia para estimular no nosso cérebro o músculo do agradecimento, confira

Gratidao

Me rendi ao pote da gratidão, já escutou falar sobre isso? Bom, nada mais é do que um pote para você colocar papeizinhos onde estão escrito coisas sobre as quais você está grato. Você deixa o pote bem à vista e sempre que quiser coloca nele um papelzinho. Peguei um pote qualquer de vidro, as crianças decoraram para mim, deixamos perto dele uma caneta com um bloco de papel, e assim colocamos em prática nossa nova experiência: pote de gratidão familiar 2016.

UM CLÁSSICO PARA REZAR DEPOIS DE COMUNGAR

Uma das orações mais belas da Igreja, que transforma corações desde o século XIV

Como católicos, temos a bênção de compartilhar uma herança de oração rica e vibrante, acumulada literalmente ao longo de milênios. Com o tempo, muitas destas orações que em algum momento foram pilares da nossa fé, acabaram sendo tristemente descuidadas ou simplesmente não ensinadas – por conseguinte, não rezadas – tão frequentemente quanto antes.

sábado, 16 de janeiro de 2016

MARIA SANTÍSSIMA: - A Maçonaria dominará o mundo nos séculos XIX e XX''

AS PROFECIAS DE NOSSA SENHORA EM BONSUCESSO.

Entre 1588 e 1634, Madre Mariana de Jesus Torres foi agraciada com sete aparições da Virgem Maria. Quando dessas aparições, a Virgem Maria declarou à Madre Mariana uma série de acontecimentos situados nos séculos XIX e XX, e dizendo respeito, sobretudo, à crise na Igreja desta época. Madre Mariana de Jesus Torres morreu em 12 de dezembro de 1634, no dia que lhe tinha sido anunciado pela Santíssima Virgem. Desde então, numerosos peregrinos vêm rezar nesse lugar. Eis um trecho das palavras da Virgem durante a terceira aparição, que ocorreu no dia 16 de janeiro de 1599:

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

PLANALTO INSTITUI O DIS 31 DE OUTUBRO COMO DIA NACIONAL DA PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO

A Presidência da República institui o dia 31 de outubro como Dia Nacional da Proclamação do Evangelho. A Lei nº 13.246, foi sancionada no último dia 12 de janeiro.

“A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o  Fica instituído o dia 31 de outubro de cada ano como Dia Nacional da Proclamação do Evangelho.

Art. 2o  No dia 31 de outubro dar-se-á ampla divulgação à proclamação do Evangelho, sem qualquer discriminação de credo dentre igrejas cristãs.

Art. 3o  Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 12 de janeiro de 2016; 195o da Independência e 128o da República.

DILMA ROUSSEFF

Este texto não substitui o publicado no DOU de 13.1.2016″

Fonte: Presidência da República

Fonte: Arquidiocese de Curitiba

A NECESSIDADE DO BATISMO

A necessidade do BatismoAssim explica o Catecismo da Igreja Católica (§1257 a §1261):

§1257 – O Senhor mesmo afirma que o Batismo é necessário para a salvação. Também ordenou a seus discípulos que anunciassem o Evangelho e batizassem todas as nações. O Batismo é necessário, para a salvação, para aqueles aos quais o Evangelho foi anunciado e que tiveram a possibilidade de pedir este sacramento. A Igreja não conhece outro meio senão o Batismo para garantir a entrada na bem-aventurança eterna; é por isso que cuida de não negligenciar a missão que recebeu do Senhor, de fazer “renascer da água e do Espírito” todos aqueles que podem ser batizados. Deus ligou a salvação ao sacramento do Batismo, mas ele mesmo não está ligado aos seus sacramentos.

§1258 – Desde sempre, a Igreja mantém a firme convicção de que as pessoas que morrem em razão da fé, sem terem recebido o Batismo, são batizadas pela sua morte por e com Cristo. Este Batismo de sangue, como o desejo do Batismo, acarreta os frutos do Batismo, sem ser sacramento.

O BATISMO NO COMEÇO DA IGREJA

batismo-de-cristo-por-joaoA igreja, nos primeiros séculos, ministrava numa única celebração, para os adultos e crianças, três Sacramentos: Batismo, Crisma e Eucaristia. Para os adultos havia uma preparação de três anos, o catecumenato. Na vigília pascal o catecúmeno recebia os três Sacramentos.

Muitos são os documentos e citações que narram o Batismo dos primeiros séculos. Vamos conhecer algumas citações importantes dos “Padres da Igreja”, que nos esclarecem muitas coisas. Esses Padres foram os grandes homens que formularam a fé católica, desde os Apóstolos, enfrentando as heresias e os cismas. Entre eles estão S. Jerônimo, S. Basílio Magno, S. Gregório Magno, S. Agostinho, S. Irineu de Lião etc. É interessante e importante conhecer um pouco do que esses pais da Igreja escreveram sobre Batismo nos primeiros séculos da Igreja.

Tertuliano († 220), que foi bispo em Cesareia, escreveu no século III o “Tratado sobre o Batismo”, que fornece informações importantes. Ensina que “os catecúmenos deviam invocar Deus em orações fervorosas, com jejuns, genuflexões e vigílias”. O ministro, o bispo, na vigília pascal, benzia a água; o catecúmeno renunciava ao demônio; a seguir, o ministro perguntava: “Crês em Deus Pai?” Após a resposta afirmava do catecúmeno, mergulhava-o na água; interrogava ainda: “Crê em Deus Filho?” e “Crês em Deus Espírito Santo?”, seguindo-se a cada resposta um mergulho na água. Depois ele era ungido com óleo e recebia a imposição das mãos, pela qual se comunicava o Espírito Santo.

O QUE TEMOS FEITO COMO BATIZADOS NA FÉ CATÓLICA?

batismo-770x324“Tudo o que aconteceu com Cristo dá-nos a conhecer que, depois da imersão na água, o Espírito Santo voa sobre nós do alto do Céu e que, adotados pela Voz do Pai, nos tornamos filhos de Deus”. S. Hilário de Poitiers

Antes de tudo, é necessário compreendermos com profundidade qual é o verdadeiro sentido do Batismo…

Bem, primeiro, recordemos o batismo de Jesus. Qual o significado do batismo de Jesus no Rio Jordão com João Batista?

Não foi o Batismo sacramental que Jesus recebeu, pois Ele não tinha o pecado original. João Batista foi o escolhido pelo pai para preparar o caminho do Redentor, anunciar a Israel a chegada do Messias. Ele é a “Voz que clama no deserto. Preparai o caminho do Senhor, endireitai as veredas para Ele” (Mt 3,3). João deixou claro: “Eu vos batizo com água… Ele vos batizará com o Espírito santo e com fogo” (Mt 3,11)

PADRE HERMES RONCHI PREGARÁ OS EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS DO PAPA E DA CÚRIA

O papa Francisco em oração

A missão foi confiada ao padre mediante um telefonema. Os exercícios de Quaresma serão de 6 a 12 de março.

O pe. Hermes Maria Ronchi, sacerdote e teólogo da Ordem dos Servos de Maria, será o pregador dos exercícios espirituais do papa e da cúria a ser realizados em Ariccia, na Itália, de 6 de março, logo depois do ângelus, até o sábado 12 de março. O pe. Ronchi contou ao jornal Il Messaggero Veneto que o papa lhe telefonou para pedir "um favor". "A ligação do papa me pegou de surpresa. A minha primeira reação foi de susto, de emoção. Quando ele disse que pretendia me convidar para organizar alguns encontros de reflexão, eu tentei tergiversar e dizer que eu não tinha certeza de ser a pessoa certa, de estar à altura da tarefa que ele me propunha".

PAPA PROPÕES UM DIA DE RETIRO PARA INSTITUIÇÕES DE CARIDADE

Giampietro dal Toso - secretary of the Pontifical Council “Cor unum” since his appointment by Pope Benedict XVI

Pontifício Conselho Cor Unum é responsável pela organização e divulgação da iniciativa

O Papa Francisco pediu ao Pontifício Conselho Cor Unum que organizasse um dia de retiro em cada organismo de caridade durante a Quaresma, no contexto do Jubileu da Misericórdia e tendo por tema: Caritas Christi urget nos. Assim, o Dicastério deve organizar orações, reflexões e todo o material necessário, depois, difundi-lo para os organismos, que farão esse dia como e quando for mais oportuno ao longo da Quaresma.

Giampietro Dal Toso, Secretário do Cor Unum, explicou alguns detalhes em uma entrevista na Rádio Vaticano. Sobre o sentido da iniciativa, ele disse que na Igreja há uma “miríade de instituições, de grupos, organismos, que trabalham na caridade e dela são testemunhas, servindo aos outros". Mas, “nem sempre há a consciência de que só é possível dar essa misericórdia se ela for recebida”, acrescentou. "Esta é a chave para entender o sentido desse grande retiro que queremos que fosse realizado em toda a Igreja a nível local”. 

Dom Dal Toso afirmou que "nós podemos viver a misericórdia, fazer obras de misericórdia, gerir instituições de misericórdia somente se, primeiro, recebemos a misericórdia do Pai".

Segundo ele, o desejo do Dicastério é que este dia possa realmente chegar à base, a toda a Igreja em nível local. Por isso, o órgão vaticano está se utilizando de dois instrumentos: as conferências episcopais e as redes internacionais de caridade, como por exemplo a Caritas.

Fonte: ZENIT  O Mundo Visto de Roma

O NOME DE DEUS É O MISERICORDIOSO

Na Audiência Geral desta quarta-feira, Francisco iniciou um ciclo de catequeses sobre a misericórdia

Audiência Geral (arquivo)

Na Audiência Geral desta quarta-feira, 13 de janeiro, o Papa Francisco iniciou um ciclo de catequeses sobre a misericórdia. Apresentamos a íntegra da catequese:

Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

Hoje começamos as catequeses sobre misericórdia segundo a perspectiva bíblica, de modo a aprender a misericórdia ouvindo aquilo que o próprio Deus nos ensina com a sua Palavra. Comecemos pelo Antigo Testamento, que nos prepara e nos conduz à revelação plena de Jesus Cristo, no qual em modo realizado se revela a misericórdia do Pai.

Na Sagrada Escritura, o Senhor é apresentado como “Deus misericordioso”. É esse o seu nome, através do qual Ele nos revela, por assim dizer, a sua face e o seu coração. Ele mesmo, como narra o Livro do êxodo, revelando-se a Moisés, se auto-define assim: “O Senhor, Deus misericordioso e piedoso, lento para a ira e rico de amor e de fidelidade” (34, 6). Também em outros textos encontramos essa fórmula, com algumas variantes, mas sempre a insistência é colocada sobre a misericórdia e sobre o amor de Deus que nunca se cansa de perdoar (cfr Jo 4, 2; Gl 2, 13; Sal 86, 15; 103, 8; 145, 8; Ne 9, 17). Vejamos juntos, uma por uma, estas palavras da Sagrada Escritura que nos falam de Deus.

PAPA: “ A FÉ É NOSSA VITÓRIA. LONGE DE DEUS SOMOS DERROTADOS ”

Papa celebra missa na Casa Santa Marta - OSS_ROM

Cidade do Vaticano (RV) – Nesta quinta-feira (13/01), o Papa celebrou a missa matutina na Casa Santa Marta e começou a homilia inspirando-se no trecho do Livro de Samuel que narra a derrota do Povo de Deus, vencido pelos filisteus:

É um massacre enorme, o povo perde tudo, inclusive a dignidade. “O que levou a esta derrota?”, perguntou o Papa, respondendo: o povo “lentamente havia se afastado do Senhor e vivia de modo mundano, com os ídolos que possuía”. Iam ao Santuário de Silo, mas “como se fosse um costume cultural: haviam perdido a relação filial com Deus. Não adoravam Deus! E o Senhor os deixou sozinhos”. O povo usa até mesmo a Arca de Deus para vencer a batalha, mas como se fosse uma coisa “um pouco mágica”.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

O INIMIGO DA VIDA DE ORAÇÃO

Há uma grande escolha na vida cotidiana de oração: é a leviandade, a inconstância natural do homem.

Essa inconstância tem a sua origem na inteligência e engendra, quando não combatida, a apatia da vontade e termina infalivelmente na tibieza.

O espírito leviano é oposto ao espírito refletido. A inteligência superficial não permite à ideia penetrar em si e aí deitar raízes. Além disso, como está completamente coberta pelos matos dos pensamentos vãos, das preocupações fúteis e dos apegos às coisas criadas, a semente da graça, apenas recebida, é logo sufocada.

Uma alma leviana vive na superfície das coisas. Mesmo durante a oração, não reflete, não penetra a verdade proposta, não se prende à consideração das coisas do além.

Nunca foi tocada pelas máximas do Evangelho, pelas perfeições de Deus, pelos direitos imprescritíveis de seu soberano domínio, pelos pensamentos salutares dos santos.

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém