Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

domingo, 29 de maio de 2016

OS DOGMAS DA IGREJA- Parte 3

Ao terceiro Dia Depois de Sua Morte, Cristo Ressuscitou Glorioso Dentre os Mortos.
Expõe o XI Concílio de Toledo (675), sob Adeodato (672-676):
“…ao terceiro dia, ressuscitado por sua própria virtude, se levantou do sepulcro.” (Dz. 286).

Sua razão foi a união hipostática. A causa principal da ressurreição foi o lugar comum com o Pai e o Espírito Santo. Foi causa instrumental a parte humana de Cristo, unida hipostaticamente com a divindade, ou seja, o corpo e a Alma. É negada a ressurreição de Cristo em todas as formas de racionalismo antigo e moderno. Tal negação foi condenada por Pio X (Dz. 2036). 
Sagradas Escrituras:
Não deixarás Tu minha alma no inferno, não deixarás que Teu justo experimente a corrupção…” (Sl 15,10).

“[Cristo predisse:] pois da mesma forma que Jonas esteve no ventre da baleia três dias e três noites, assim também o Filho do homem estará no seio da terra três dias e três noites…” (Mt. 12,40).

sexta-feira, 27 de maio de 2016

OS DOGMAS DA IGREJA–Parte 2

O Dogma diz que Deus possui o Ser Divino sem princípio nem fim, sem sucessão alguma, em um agora permanente e indivisível.


Provas das Escrituras:
“Antes que os montes, a terra e o universo tivessem sido criados, Tu existíeis desde a eternidade até a eternidade” (Sl 89,2).
“Antes que Abraão nascesse, eras Tu” (Sl 2,7; Jo 8,58).


Especulativamente, a eternidade de Deus se demonstra por sua absoluta imutabilidade; a razão última da eternidade de Deus é a plenitude absoluta de um ser que exclui toda potencialidade e, portanto, toda sucessão (S.Th. I,10,2-3).


quinta-feira, 26 de maio de 2016

QUAL A ORIGEM DA FESTA DE CORPUS CHRISTI

A Festa de “Corpus Christi” é a celebração em que solenemente a Igreja comemora o Santíssimo Sacramento da Eucaristia; sendo o único dia do ano que o Santíssimo Sacramento sai em procissão às nossas ruas. Nesta festa os fiéis agradecem e louvam a Deus pelo inestimável dom da Eucaristia, na qual o próprio Senhor se faz presente como alimento e remédio de nossa alma. A Eucaristia é fonte e centro de toda a vida cristã. Nela está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, o próprio Cristo.

A Festa de Corpus Christi surgiu no séc. XIII, na diocese de Liège, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon, (†1258) que recebia visões nas quais o próprio Jesus lhe pedia uma festa litúrgica anual em honra da Sagrada Eucaristia.

Aconteceu que quando o padre Pedro de Praga, da Boêmia, celebrou uma Missa na cripta de Santa Cristina, em Bolsena, Itália, ocorreu um milagre eucarístico: da hóstia consagrada começaram a cair gotas de sangue sobre o corporal após a consagração. Dizem que isto ocorreu porque o padre teria duvidado da presença real de Cristo na Eucaristia.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

OS DOGMAS DA IGREJA - Parte 1

Dogma é uma verdade revelada por Deus, e, como tal, diretamente proposta pela Igreja à nossa fé.
A Revelação, fonte do dogma, dá a conhecer o ensinamento divino em seu próprio conceito: tal é a primazia de Pedro e de seus discípulos e, como consequência, a infalibilidade pontifícia. Para que uma verdade revelada seja um dogma é necessário que este proponha diretamente à nossa fé por uma definição solene da Igreja o pelo ensinamento de seu magistério ordinário. 

No Evangelho se sublinha várias vezes a natureza da fé. Está descrita como uma adesão ao ensinamento divino anunciado por Cristo ou pregada em seu nome e com sua autoridade pelos Apóstolos. No Evangelho de São Marcos encontramos:
“Depois lhes disse: ‘Ide pelo mundo e pregai a boa nova a toda criação. O que crer e for batizado se salvará; o que não crer, será condenado.'” (Mc 16,15-16). 

“A fé é garantia do que se espera; a prova das realidades que não se vêem. Foi ela que valeu aos nossos ancestrais.” (Hb 11,1-2). 

Do século I ao IV, esta doutrina se manifesta pela insistência com a qual os Santos Padres afimaram a obrigação de crer integramente na doutrina ensinada por Jesus Cristo aos Apóstolos. Para que o ensinamento divino contido nas Sagradas Escrituras seja um dogma são necessárias duas condições:

DOGMAS, LUZES NO CAMINHO DA FÉ

O-Que-E-Um-Dogma-De-FeO Magistério da Igreja (Papa e Bispos) empenha plenamente a autoridade que recebeu de Cristo quando define dogmas, isto é, quando obriga o povo cristão a acreditar em verdades contidas na Revelação divina ou verdades que com estas têm uma conexão necessária.

Os dogmas não são grades que impedem o caminhar dos teólogos, ao contrário, são luzes no caminho de nossa fé que o iluminam e tornam seguro. Eles são para o povo de Deus como os trilhos são para um trem; são vínculos que dão ao veículo segurança e possibilidade de ir muito longe. O que seria do trem se saísse dos trilhos?

O QUE É UM DOGMA?

dogmasDogma é uma verdade revelada por Deus, e, como tal, diretamente proposta pela Igreja à nossa fé.

A Revelação, fonte do dogma, dá a conhecer o ensinamento divino em seu próprio conceito: tal é a primazia de Pedro e de seus discípulos e, como consequência, a infalibilidade pontifícia.

Para que uma verdade revelada seja um dogma é necessário que este proponha diretamente à nossa fé por uma definição solene da Igreja ou pelo ensinamento de seu magistério ordinário.

No Evangelho se sublinha várias vezes a natureza da fé. Está descrita como uma adesão ao ensinamento divino anunciado por Cristo ou pregada em seu nome e com sua autoridade pelos Apóstolos. No Evangelho de São Marcos encontramos:

“Depois lhes disse: ‘Ide pelo mundo e pregai a boa nova a toda criação. O que crer e for batizado se salvará; o que não crer, será condenado.'” (Mc 16,15-16).

OS DOGMAS SOLEMENTE PROCLAMADOS PELOS PAPAS

Poucas vezes na história da Igreja os Papas tiveram a necessidade de se pronunciar “ex-cathedra”.  E nem todos os dogmas da fé católica foram pronunciados solenemente; por exemplo, no Credo, há 12 Artigos de Fé, que não precisaram ser proclamados solenemente, já que vieram dos Apóstolos.

Podemos relatar, em ordem cronológica, a lista das definições pontifícias. Resumiremos a seguir o que foi apresentado por D. Estevão Bettencourt,  na revista “Pergunte e Responderemos” (nº 381, pp. 67 a 72, 1994).

1 – Em 449, a carta do Papa São Leão Magno a Flaviano, bispo de Constantinopla, expunha a sã doutrina sobre o mistério da Encarnação “em Cristo há uma só Pessoa (a Divina) e duas naturezas” (divina e humana).  Esta carta foi enviada pelo Papa ao Concílio Ecumênico de Calcedônia, no ano 451 e os Padres conciliares a consideraram como um documento definitivo e obrigatório para todos os fiéis.  O Papa reprimia assim a heresia chamada monofisitismo ou monofisismo.

POR QUE CRISTO QUIS PERMANECER PRESENTE NA EUCARISTIA?

A presença do Senhor no Sacramento Eucarístico foi querida por Ele próprio, para estar próximo ao homem e nutri-lo de Si mesmo, para permanecer na comunidade eclesial. Por isto, a Fé nos pede que estejamos diante da Eucaristia sabendo que estamos diante do próprio Cristo. É a sua presença que dá às outras dimensões deste Sacramento: Baquete, Memorial da Páscoa, antecipação escatológica um significado que vai além do puro simbolismo. A Eucaristia é Mistério de Presença, por meio do qual se realiza de modo incomparável a promessa de Jesus de estar conosco até o fim do mundo. É um sinal consolador do amor, do poder e da divindade do nosso Divino Salvador. Ele quis entrar em união íntima com os fiéis de cada geração e quis fazê-lo de um modo que satisfizesse a nossa natureza de espírito encarnados (constituídos por corpo e alma).

<<A Igreja vive do Cristo Eucarístico, por Ele é nutrida, por Ele é iluminada. A Eucaristia é mistério de fé e, ao mesmo tempo, “mistério de luz”. Sempre que a Igreja a celebra, os fiéis podem de certo modo reviver a experiência dos dois discípulos de Emaús: “abriram-se-lhes os olhos e reconheceram-no” (Lc 24, 31). […] Ao pedido dos discípulos de Emaús para que permanecesse “com eles”, Jesus respondeu com um dom muito maior: mediante o Sacramento da Eucaristia achou um modo de permanecer “neles”. Receber a profunda com Jesus “permanecei vós” (Jo 15, 4)>> (Ecclesia de Eucharistia, 6, 19).

PAPA: SANTIDADE É CAMINHO QUE SÓ SE PERCORRE AO LADO DE DEUS

"Não se compra a santidade; nem as melhores forças humanas a podem ganhar"

Pope Francis General Audience May 18, 2016

“Caminhar na presença de Deus de modo irrepreensível”. Isto, segundo o Papa, quer dizer caminhar rumo à santidade. É um compromisso que necessita, no entanto, de um coração que saiba esperar com coragem, se coloque em discussão e se abra com simplicidade à graça de Deus. O tema esteve ao centro da homilia de Francisco nesta manhã de terça-feira, (24/05), na Casa Santa Marta.

Não se compra a santidade; nem as melhores forças humanas a podem ganhar. Não, ‘a santidade simples, de todos os cristãos’, ‘a nossa, a de todos os dias’, é um caminho que pode ser percorrido somente se sustentado por quatro elementos imprescindíveis: coragem, esperança, graça, conversão.

SAGRADA EUCARÍSTIA: O QUE É A ANAMNESE

Estabelece-se na Santa Missa uma dinâmica entre o memorial e o oferecimento

Consagración del pan y del vino -

Anamnese” é uma palavra grega que significa memorial, comemoração, recordação.

É chamado especificamente de “anamnese” o conjunto de palavras que, dentro da Oração Eucarística, vêm logo após o relato da instituição. Com essas palavras, a comunidade “celebra a memória do mesmo Cristo, recordando de modo particular a sua bem-aventurada Paixão, gloriosa Ressurreição e Ascensão aos Céus” (IGMR 79e; cf. CIC 1354).

Este memorial obedece ao mandado do Senhor: “Fazei isto em memória de Mim” (em grego, “Eis ten emen anamnesim”). Nas diversas Orações Eucarísticas, especifica-se o Mistério de Cristo com diferentes formulações, conforme se refiram só à morte ou também à descida ao lugar dos mortos, à ressurreição, à ascensão e à manifestação gloriosa do Senhor no final da História.

O MAIS EXCELSO ÍCONE DA TRINDADE SANTÍSSIMA

Tido em alta estima por cristãos do Oriente e do Ocidente, este ícone é uma das mais profundas visualizações jamais produzidas sobre o Deus Uno e Trino

icone de Rublev

É absurdo e impróprio pintar em ícones a Deus Pai com barba cinza e o Filho Unigênito em seu seio com uma pomba entre ambos, posto que ninguém viu o Pai segundo a Sua Divindade, que o Pai não tem carne […] e que o Espírito Santo não é, em essência, uma pomba, mas, em essência, Deus” (Grande Sínodo de Moscou, 1667).

Para a Igreja Ortodoxa Russa, representar a Santíssima Trindade na arte tem sido uma questão controversa ao longo dos últimos mil anos. Embora o Concílio de Niceia, em 787, tenha permitido a representação artística de Deus, a Igreja Ortodoxa Russa se mostrou descontente com as imagens populares de Deus Pai e de Deus Espírito Santo.

Eles consideraram que o homem de barba grisalha e a pomba não faziam jus ao mistério insondável do Deus trino e uno. Em vez daquelas difundidas imagens de Deus, eles optaram por usar o ícone da Trindade de Andrei Rublev como adequado para representar o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO PARA O DIA MUNDIAL DAS MISSÕES

Queridos irmãos e irmãs!

O Jubileu Extraordinário da Misericórdia, que a Igreja está a viver, proporciona uma luz particular também ao Dia Mundial das Missões de 2016: convida-nos a olhar a missão ad gentes como uma grande, imensa obra de misericórdia quer espiritual quer material. Com efeito, neste Dia Mundial das Missões, todos somos convidados a «sair», como discípulos missionários, pondo cada um a render os seus talentos, a sua criatividade, a sua sabedoria e experiência para levar a mensagem da ternura e compaixão de Deus à família humana inteira. Em virtude do mandato missionário, a Igreja tem a peito quantos não conhecem o Evangelho, pois deseja que todos sejam salvos e cheguem a experimentar o amor do Senhor. Ela «tem a missão de anunciar a misericórdia de Deus, coração pulsante do Evangelho» (Bula Misericordiae Vultus, 12), e anunciá-la em todos os cantos da terra, até alcançar toda a mulher, homem, idoso, jovem e criança.

O PODER DA ORAÇÃO

A oração opera maravilhas!

1.Como todas as obras sobrenaturais, é ela meritória e satisfatória. O que propriamente lhe pertence é a impetração. O homem ora e pede: Deus o ouve e atende a prece, não tanto em vista dos merecimentos que a criatura possa ter, porém, principalmente em virtude da Sua misericórdia e da mesma prece. A impetração corresponde à força da oração como tal e não ao mérito daquele que ora. E esse caráter particular, é o que mais cabalmente demonstra a excelência da oração e sua valia aos olhos de Deus.

2.E até onde vai o poder da impetração? Entende-se a todas as necessidades do homem sem excetuar nenhuma, não tendo outros limites que não os da onipotência e misericórdia divina. Assim no-lo afirma o Salvador: “Crede que obtereis tudo o que pedirdes” (Mt 21, 22; 7,7). “Pedi e recebereis” (Jo 14,13.)

Se, pois, Deus nada excetua, não nos cabe a nós fazer restrições. Por conseguinte, devemos pedir tudo o que razoavelmente desejarmos e que seja conforme a vontade divina, mormente os bens espirituais. A nossa confiança de obtê-los deve estar na razão da excelência e necessidades desses dons. Relativamente às vantagens temporais, importa proceder com alguma reserve. Talvez algumas delas não nos poderiam ser concedidas, senão por punição divina. A Sagrada Escritura prova magnificamente a eficácia da oração. Israel no deserto, Moisés, Josué, os grandes feitos dos juízes e dos Macabeus, os milagres de Jesus e os dos Apóstolos, em suma, toda a história da oração e de seus efeitos. É uma contínua e maravilhosa cadeia em que a prece humana e a humana miséria se entrelaçam com a misericórdia divina, o socorro de Deus.

FAMÍLIAS QUE ORAM UNIDAS SÃO MAIS FELIZES E VIVEM MELHOR

"Família que reza unida permanece unida" não é só uma frase bonitinha: a ciência explica por que isso acontece

Familia en el santuario de Torreciudad - pt

Diversos estudos científicos chegaram à conclusão de que as famílias que oram juntas são mais felizes, permanecem mais unidas e, por isso, vivem melhor, confirmando assim a conhecida frase “família que reza unida, permanece unida”, que acunhou o sacerdote Patrick Peyton e que dizia com grande frequência São João Paulo II. A agência de notícias ‘Religión en Libertad‘ tomou a tarefa de compilar vários destes estudos.

Um deles foi o que realizou o professor de psicologia da Universidade Estatal de Dakota do Norte, Estados Unidos, Clay Routledge, que centrou sua investigação nos efeitos que a oração e a prática religiosa tem nas pessoas, não somente em relação à alma, mas na parte física e nas relações com os demais e com a sociedade.

“Há uma evidência que indica que a oração, um comportamento associado à religião, pode ser útil para os indivíduos e para a sociedade”, diz o professor sobre uma pesquisa recolhida pela UCCR, que menciona a agência de notícias.

7 SÁBIOS CONSELHOS DO PAPA FRANCISCO ÀS MÃES

As mães são "o antídoto mais forte diante da difusão do individualismo egoísta"

Confira estes valiosos conselhos do Papa Francisco no capítulo 5 da exortação pós-sinodal “Amoris Laetitia” (A alegria do amor):

1. Os filhos nunca serão um erro. “Isso é vergonhoso!”, diz o Papa. Sempre é preciso aceitá-los como um dom de Deus, inclusive quando não estiveram dentro dos planos iniciais do casal.

2. Nenhum sacrifício é custoso demais quando é feito por eles.

3. Francisco se refere à gravidez como o momento no qual a mãe participa do “mistério da criação, que se renova na geração humana”, citando São João Paulo II. O Papa pede às mulheres gestantes que conservem sua alegria, inclusive em meio aos temores e preocupações da gravidez, dos comentários ou problemas que possam surgir ao longo dos nove meses. E se o filho não chegou na hora certa? Peça a Deus que dê fortaleza aos novos pais para aceitarem plenamente seu bebê.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

ORAÇÃO PARA INTERCEDER POR ALGUÉM

E você, já intercedeu por alguém hoje?

 

Senhor Jesus,
eu te peço que entres
no coração de (diga o nome da pessoa)
e toques aquelas experiências de vida
que precisam ser curadas.
Tu conheces muito melhor o(a) (diga o nome da pessoa)
que ele(a) próprio(a) conhece a si mesmo.

Derrama, então, o teu amor
em todos os cantos do coração dele(a).
Onde quer que encontres feridas,
toca, consola, liberta.
Se ele(a) se sente só, abandonado(a),
rejeitado(a) pela humanidade,
concede-lhe, mediante teu amor regenerador,
uma nova consciência do seu valor como pessoa.

Jesus, eu entrego o(a) (diga o nome da pessoa)
totalmente a Ti: seu corpo, mente e espírito;
e te agradeço por restaurar a sua integridade.
Obrigado(a), Senhor.
Amém.

Fonte: Encontro com Cristo

CONHEÇA 27 ORAÇÕES PARA REZAR COM AS CRIANÇAS

Ideias simples e eficazes para praticar com os pequenos

Praying child © itsmejust / Shutterstock - pt

1- Com Deus me deito, com Deus me levanto, com a graça de Deus e do Espírito Santo.

2- Anjinho da Guarda, meu bom amiguinho, me leve sempre, pelo bom caminho.

3- Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, se a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege e guarda, governa e ilumina.

4- Meu bom Jesus, verdadeiro Filho da Virgem Maria, me acompanhai esta noite, e amanhã por todo o dia.

5- Ó Anjo da minha guarda, que me protege e ilumina ajude-me todo o dia a ser uma boa menina.

6- Anjo da minha guarda, doce companhia, não me desampare, nem de noite, nem de dia.

COMO ENSINAR AS CRIANÇAS A REZAR?

"Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus com a mentalidade de uma criança, nele não entrará” (Marcos 10, 15)

Hoje em dia muitas famílias já não oram mais juntas, e sempre surge a dúvida: quem deve ensinar as crianças a rezar? A família ou o catequista?

A criança precisa conhecer os elementos básicos da Fé em seus primeiros anos de vida, e nada melhor do que os pais, que são as pessoas mais próximas neste tempo para ensinar. Aquilo que se aprende no início da vida, nunca se esquece.

O primeiro passo é orar com a criança, um verso simples e curto, para que se desperte o desejo de rezar. Um exemplo fácil e muito utilizado é a música “Mãezinha do Céu”:

domingo, 15 de maio de 2016

O QUE É O PECADO CONTRA O ESPÍRITO SANTO?

Em Marcos 3,29, encontramos a seguinte passagem bíblica: “Aquele que blasfemar contra o Espírito Santo não terá remissão para sempre. Pelo contrário, é culpado de um pecado eterno”.

Podemos dizer que este pecado é diferente dos outros, até por isso, muitas pessoas não o compreendem.

Assista a explicação do Prof. Felipe Aquino neste vídeo:

Fonte: Prof. Felipe Aquino

O ESPÍRITO SANTO LEVA A IGREJA AO CONHECIMENTO DA VERDADE

espiritosantotopicPor isso ela é infalível quando ensina a fé e a moral; tudo que é essencial para nos levar ao céu. Há dois mil anos a Igreja reza o mesmo Credo, e nunca um papa ou um Concílio universal revogou um dogma da fé. Isto acontece porque o Espírito Santo guia a Igreja, e Ele nunca se contradiz. O que ensinou no primeiro século, ensina hoje também.

Na última Ceia Jesus prometeu aos Apóstolos que o Espírito Santo conduziria a Igreja sempre e lhe ensinaria “toda a verdade”:

“E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco. É o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece, mas vós o conhecereis, porque permanecerá convosco e estará em vós” (Jo 14,16-17). Note bem esse “permanecerá convosco e estará em vós”. Que promessa maravilhosa de Jesus!

sábado, 14 de maio de 2016

É PENTECOSTE NA IGREJA, É PENTECOSTE NA VIDA DE CADA CRISTÃO

O Tempo Pascal chega ao seu auge, com o grande presente do Ressuscitado, o derramamento do Espírito Santo prometido, na saída da Igreja à vida pública! Do lado de Cristo na Cruz brotou a vida da Igreja, na fonte dos sacramentos do Batismo e da Eucaristia, água e sangue que jorram do lado do Salvador. E ele “entregou o Espírito”, fazendo dom daquele que é o sopro da vida. Após a Ressurreição o mesmo Senhor, mostrando as marcas da Paixão, apareceu a seus discípulos, trazendo-lhes o dom da paz, a missão da reconciliação, quando soprou com hálito santo sobre eles o Espírito Santo. É o mesmo Espírito que pairava sobre as águas, na criação do mundo, o Espírito que falou pelos profetas, o Espírito que estava sobre Jesus em sua missão inaugurada na Sinagoga de Nazaré. Agora o Espírito Santo é dado para o tempo da Igreja, que se estende até a vinda do Senhor, no fim dos tempos! É Pentecostes na Igreja, é Pentecostes na vida de cada cristão, é Pentecostes no zelo apostólico que anima a Evangelização! Vinde Espírito Santo!

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO AO POVO BRASILEIRO

O Santo Padre acompanha de perto a crise política do país e envia mensagem especial aos brasileiros, confira

papa francisco brasil

Durante sua catequese desta semana, o Papa Francisco se dirigiu ao povo brasileiro em uma mensagem especial:

Ao saudar vocês, peregrinos brasileiros, o meu pensamento vai à sua amada nação. Nesses dias em que nos preparamos para Pentecostes, peço ao Senhor que derrame abundantemente os dons do Espírito Santo para que, nesses momentos de dificuldade, o país caminhe pelas sendas da harmonia e da paz com a ajuda da oração e do diálogo. Que a proximidade de Nossa Senhora Aparecida – que como uma boa mãe jamais abandona seus filhos – seja defesa e guia no caminho.”

PÍLULA ESPIRITUAL

Pílula espiritual

“Tão necessária para a vida do espírito como a oração é a leitura espiritual, por que ela nos enche de bons sentimentos e nos introduz no diálogo com Deus”

Santo Afonso Maria de Ligório

13 de Maio – Primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima (Portugal), em 1917.

Foram sete aparições de Nossa Senhora aos três meninos, sempre no dia 13 de cada mês do ano de 1917. A primeira foi no dia 13 de maio. Lucia via e conversava com Nossa Senhora de Fátima. Francisco só via e não ouvia os diálogos. Jacinta via e ouvia, mas não falou com Nossa Senhora. As mensagens trazidas por Ela pediam ao povo orações, penitências, conversão e fé.

Fonte: ZENIT O Mindo visto de Roma

AUMENTA O NÚMERO DE PEREGRINOS ASIÁTICOS À TERRA SANTA

Aumenta o número de peregrinos asiáticos à Terra Santa

Jerusalém - Israel (Segunda-feira, 09-05-2016, Gaudium Press) O chamado reiterado dos cristãos na Terra Santa para que não cessem as visitas dos peregrinos está sendo respondido pela Ásia. Segundo confirmou a Oficina de Peregrinos Franciscana, grandes grupos provenientes da Indonésia, Índia e China, contribuíram para aliviar a diminuição dos peregrinos europeus, em particular dos italianos.

As estatísticas fazem parte do primeiro relatório disponível desde a adoção de um novo sistema digital para levar o registro das peregrinações. Entre os primeiros 20 países em número de peregrinos em finais de 2014, durante a chamada Guerra de Gaza, seis foram da Ásia: Indonésia, Índia, Filipinas, Malásia, Singapura e China.

A presença de peregrinos asiáticos no final de 2014 superou a de norte-americanos, assim como os provenientes da América Latina. Por sua proximidade à Terra Santa, europa continua sendo a principal fonte de onde provêm o maio número de peregrinos. A tendência se fortaleceu em 2015, quando Ásia se confirmou em seu segundo lugar com 59.668 peregrinos, superando amplamente a América do Norte, que registrou 53.110.

Os religiosos da Custódia da Terra Santa anunciaram também que os registros de 2016 permitem esperar uma leve recuperação no número de peregrinos. "Os primeiros três meses de 2016, comparados com os do ano passado, mostram sinais de recuperação, ainda que estes sinais são pequenos", explicou à SIR o Padre Agustín Pelayo Fregoso, Diretor do Centro de Informação Cristã. "Esperamos que a tendência ao aumento continue também nos seguintes meses". (GPE/EPC)

Fonte: gaudiumpress.

sexta-feira, 13 de maio de 2016

VIVA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA!

Dia 13 de maio celebramos o dia de Nossa Senhora de Fátima, dia em que ela fez sua primeira aparição aos três pastorinhos portugueses, Lúcia de 10 anos, Francisco de 9 e Jacinta de 7, em plena guerra.

Confira neste vídeo uma palavra do Prof. Felipe Aquino sobre esta data tão importante da Igreja:

Fonte: Prof. Felipe de Aquino

AS APARIÇÕES DE FÁTIMA

Hoje  13  de maio o mundo católico estará celebrando a primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima em 1917 vivendo já o clima e a expectativa das comemorações do primeiro centenário das aparições na Cova da Iria.

Vivendo já algo deste clima, é que transcrevemos o artigo abaixo.
-Era uma Senhora vestida de branco, mais brilhante que o sol, espargindo luz mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessado pelos raios do sol mais ardente. Seu semblante era de uma inenarrável beleza, nem triste, nem alegre, mas sério, talvez com uma suave expressão de ligeira censura...

13 de maio de 1917. Lúcia de Jesus, 10 anos, Francisco Marto, 9 anos e Jacinta Marto, 7 anos, após a Missa na igreja de Aljustrel, lugarejo de Fátima, foram pastorear o rebanho de ovelhas nas terras do pai de Lúcia, na Cova da Iria.

Após um como que clarão de relâmpago, num céu luminoso e sereno, sobre uma carrasqueira de metro e pouco de altura apareceu-lhes a Mãe de Deus.

Segundo as descrições da Irmã Lúcia, era "uma Senhora vestida toda de branco, mais brilhante que o sol, espargindo luz mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessado pelos raios do sol mais ardente". Seu semblante era de uma inenarrável beleza, nem triste, nem alegre, mas sério, talvez com uma suave expressão de ligeira censura. Como descrever em pormenores seus traços? De que cor os olhos, os cabelos dessa figura celestial? Lúcia nunca o soube dizer ao certo!

O vestido, mais alvo que a própria neve, parecia tecido de luz. Tinha as mangas relativamente estreitas e era fechado no pescoço, descendo até os pés, os quais, envolvidos por uma tênue nuvem, mal eram vistos roçando as franças da azinheira. Um manto lhe cobria a cabeça, também branco e orlado de ouro, do mesmo comprimento que o vestido, envolvendo-lhe quase todo o corpo. "As mãos, trazia-as juntas em oração, apoiadas no peito, e da direita pendia um lindo rosário de contas brilhantes como pérolas, terminando por uma cruzinha de vivíssima luz prateada. [Como] único adereço, um fino colar de ouro-luz, pendente sobre o peito, e rematado, quase à cintura, por uma pequena esfera do mesmo metal"

terça-feira, 10 de maio de 2016

QUAIS SÃO OS SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO?

Uma pergunta que todo católico precisa saber responder

O Catecismo da Igreja nos ensina sobre os símbolos do Espírito Santo (Cf. §694ss). É preciso entender que são apenas símbolos que procuram nos fazer entender a Pessoa e a Obra do Espírito Santo.

A água é um dos símbolos que significa a ação do Espírito Santo no Batismo, pois após a invocação do Espírito Santo ela se torna o sinal sacramental eficaz do novo nascimento: a água batismal significa que nosso nascimento para a vida divina, nos é dado o Espírito Santo. O Espírito Santo é “água viva” que jorra de Cristo crucificado como de sua fonte e que em nós jorra em Vida Eterna.

A unção com o óleo é outro símbolo do Espírito Santo. Na iniciação cristã, ela é o sinal sacramental da confirmação. Cristo (“Messias” no hebraico) significa “Ungido” do Espírito de Deus. Jesus é o Ungido de Deus de uma forma única: a humanidade que o Filho assume é totalmente “ungida do Espírito Santo”. Jesus é constituído “Cristo” pelo Espírito Santo.

POR QUE JESUS SUBIU AOS CÉUS?

Você, católico, sabe explicar o mistério da Ascensão de Jesus? Confira aqui uma reflexão simples e com aplicações práticas para a nossa vida espiritual

heaven jesus

“Meus irmãos e irmãs, é necessário que vos torneis comigo testemunhas da ressurreição de Jesus. Na realidade, se não fordes vós as suas testemunhas no próprio ambiente, quem o será em vosso lugar? O cristão é, na Igreja e com a Igreja, um missionário de Cristo enviado ao mundo.” (Papa Bento XVI)

A meditação do acontecimento divino da Ascensão de Cristo nos convida a refletir sobre a nossa vida de cristãos.

São Lucas dá alguns detalhes interessantes sobre o momento da Ascensão de Jesus. Quando estavam retirados da cidade, e Ele subiu aos céus, todos ficaram ali parados, extasiados, olhando para o alto, meio perdidos, ainda sem entender, até que dois anjos lhes explicaram, e lhes fizeram ver que deviam continuar vivendo suas vidas… (cf. At 1,9-10). E o mesmo São Lucas diz, completando a informação, que “eles voltaram para Jerusalém com muita alegria e louvando a Deus” (Cf.Lc 24,52). Os discípulos já estavam muito felizes com a Ressurreição de Jesus, e agora, naquele momento, entenderam que a missão deles iria começar, mas com a força do Alto.

segunda-feira, 9 de maio de 2016

VOCÊ É MADRINHA OU PADRINHO? SABE O QUE SIGNIFICA?

7 ideias sobre a missão que você tem com seu afilhado(a)

baptism

É sempre um presente maravilhoso ser convidado a apadrinhar alguém, pois este é um serviço de amor. Mas será que temos claro o que isso realmente significa?

Se você foi convidado a ser padrinho de batismo ou crisma de alguém, vale a pena compreender qual é sua missão e colocá-la nas mãos de Deus, que lhe dará todas as graças necessárias para acompanhar seu afilhado no caminho da fé que o próprio Senhor nos convidou a trilhar.

Apresentamos, a seguir, 7 ideias sobre a missão que você tem como padrinho/madrinha:

1. Sua vida é seu currículo

Seu testemunho de vida é fundamental para iluminar a vida do seu afilhado em seu caminho cristão.

2. Dê o melhor presente

O melhor presente que você pode dar para o seu afilhado não é algo material no aniversário ou no Natal, e sim um acompanhamento sincero da sua vida espiritual e da sua relação com Jesus.

PREPARANDO-SE PARA A BATALHA

As quatro armas do adestramento individual

   Você irá precisar de quatro armas seguríssimas e muito necessárias para vencer nesta batalha espiritual, que é a de uma continua e duríssima luta contra você mesmo.

São as seguintes: a desconfiança de si mesmo, a confiança em Deus, o exercício e a oração.

  Com a ajuda divina, algo diremos, sucintamente, sobre estes assuntos, nos capítulos subsequentes.

   Antes, porém, falemos um pouco mais sobre o teu adestramento, procurando abrir os teus olhos para alguns enganos que podem levar à perdição.

  O engano mais frequente é o da virtude. Muitos, sem pensar, julgam que ela consiste na austeridade de vida, no castigo da carne, nas longas vigílias, nos jejuns, e em outras penitências  e fadigas corporais.

   Outras pessoas, mulheres, especialmente, pensam ter chegado à grande perfeição quando rezam muito, ouvem muitas missas e longos ofícios, frequentam as igrejas e a Sagrada Comunhão.

EMÚS OU O ESBOÇO DE UMA MISSA

Redação (Terça-feira, 03-05-2016, Gaudium Press) Estamos ainda no tempo litúrgico no qual se celebra a Páscoa do Senhor.Emaús ou o esboço de uma Missa.jpg

Jesus aparece numerosas vezes durante os quarenta dias que mediam entre o domingo de Páscoa e a Ascensão. Essas aparições estão registradas em livros do Novo Testamento, ainda que não todas. O encontro do Ressuscitado com Maria Santíssima, por exemplo, não consta no Canon das Escrituras; mas é seguro que Ele não pode deixar de celebrar seu triunfo sobre a morte com a Mãe.

Sobre este particular, a exegese bíblica -católica, claro- é unânime. Papas, teólogos e santos, professam essa crença: é o caso, por exemplo, de Inácio de Loyola, Teresa de Jesus, Maria de Agreda, João Paulo II, etc.

No total são dezoito os relatos dos textos canônicos que não falam de onze aparições do Ressuscitado.

Muito significativa, detalhada e emocionante é a narração de São Lucas (24, 13-25) onde nos é dito que "naquele mesmo dia" (o da Ressurreição), o Senhor se manifestou a dois discípulos que caminhavam desanimados até uma aldeia, Emaús. O evangelista Lucas seria um deles, o outro se chamava Cleofás.

REABERTA EM ROMA A “CAPELA SISTINA” DA IDADE MÉDIA

Roma (Segunda-feira, 02/05/2016, Gaudium Press) - A Basílica de Santa Maria Antígua reabre suas portas ao público depois de mais de 30 anos de trabalhos de restauração.santa maria la antigua.jpg
A Igreja estava situada no local onde, há mais de mil anos, seria algo como é Manhattan em nossos dias. Ela fica na região do Fórum Romano, bem no coração da capital do Império.
O terremoto que a sepultou no ano de 847 permitiu que fosse conservado intacto seu interior até seu descobrimento no ano de 1900 pelo arqueólogo Giacomo Boni.

Giulia Bordi, da Equipe de restauração da Basílica de Santa Maria la Antígua afirma que "Encontrou-se uma Igreja que era como uma espécie de fóssil de seu tempo porque não havia sofrido nenhum tipo de transformação que costumam acontecer com as igrejas com o passar dos anos.

Depois do descobrimento foi dado o nome de Capela Sistina da Alta Idade Média porque conserva um repertorio de pinturas que não se encontra em nenhum outro lugar".
A Basílica é do século IV. Suas pinturas refletem a Fé de uma cristandade jovem, porém, bem assentada no coração do Ocidente. Nelas se recordam os Padres da Igreja e os santos dos primeiros seis séculos, especialmente recordam a Virgem Maria.
Os que a têm visitado impressionam-se com suas dimensões e beleza de proporções. Não imaginam como pode ter sido sua construção.
São muito comentados os efeitos da iluminação que "fazem com que as pinturas voltem a ter vida".
As novas tecnologias de restauração recriam as pinturas que o passar do tempo foi apagando e é um dos fatos que mais causam admiração aos visitantes.
Sem dúvida, a reabertura da Basílica de Santa Maria la Antígua ajuda a ver e admirar como foi uma das igrejas mais belas e populares de Roma no período da Alta Idade Média. (JSG)

Fonte: GaudiumPress – A Primeira Agência de Notícias Católicas do Brasil

SEMANA DA JUVENTUDE ACONTECERÁ NO SANTUÁRIO DE APARECIDA

Aparecida - São Paulo (Quarta-feira, 04-05-2016, Gaudium Press) O Santuário Nacional de Aparecida recebe a juventude entre os dias 9 e 13 de maio para uma semana de oração e animação na Casa da Padroeira do Brasil, contando com uma programação que inclui desde representações teatrais a momentos de louvor e Adoração ao Santíssimo Sacramento.

view.jpg

Por ocasião do Hallel Aparecida, o diretor espiritual da juventude no Santuário Nacional de Aparecida, Diácono Magalhães, afirmou que o evento "procura despertar no coração do jovem o seu espaço na Casa da Mãe. De modo a acolher a juventude que aqui passa e também os que aqui trabalham e residem".

Ao longo de todos os dias da semana, após a celebração da Santa Missa das 9h, serão apresentadas peças teatrais pela Companhia de Artes da Comunidade Shalom, no Auditório Noé Sotillo, localizado no subsolo do Santuário Nacional.

No período noturno, a cerimônia das 18h será sempre dedicada e totalmente preparada pelos jovens voluntários e colaboradores do Santuário, que ainda ficarão responsáveis pelo tema, liturgia e entradas especiais. (LMI)

Da redação Gaudium Press, com informações A12

Fonte: GaudiumPress – A Primeira agência de notícias católicas do Brasil

PAPA FRANCISCO RECORDA COM GRATIDÃO E CARINHO AS MÃES

“Deus nunca nos deixa sós. Este é o testemunho que devemos levar durante a semana às casas"

A Baby look to Pope Francis

Na oração mariana do Regina Coeli deste VII Domingo de Páscoa, o Papa Francisco refletiu sobre o significado da Ascenção do Senhor em nossos dias:

Desde o dia da Ascenção, foi possível para todos os Apóstolos e discípulos habitar em qualquer cidade do mundo, até mesmo nas mais atingidas por injustiças e violências, porque acima de toda cidade há o mesmo céu, e cada morador pode levantar os olhos com esperança, porque naquele céu habita Deus, que se revelou tão próximo de nós que assumiu as feições de um homem, Jesus de Nazaré.

domingo, 8 de maio de 2016

10 EXEMPLOS DE MÃES QUE CHEGARAM À SANTIDADE

GiannaMonicaRitaElenaCeliaPor ocasião da celebração do Dia da Mãe, apresentamos uma lista de dez mães que chegaram à santidade. Mulheres que são exemplo para as mães católicas de hoje, que mostram que na vida cotidiana do matrimônio e da família é possível alcançar a glória do céu.

Antes de todas as santas, porém, destacamos a Mãe de Deus, a Virgem Maria, aquela que com o seu “sim” concebeu e deu à luz o Salvador. Ela que acompanhou o Senhor em todos os momentos, guardava e meditava tudo em seu coração.

Maria, a mais humilde entre as mulheres, se tornou modelo para toda mulher e mãe, exemplo de amor, fidelidade, confiança em Deus. Além disso, foi à Maria que, na cruz, Jesus entregou toda a humanidade através de São João. Por isso, também nós a chamamos nossa Mãe.

A seguir, a lista das 10 santas mães:

CRIANÇA PEDE FESTA DE ANIVERSÁRIO TEMÁTICA DE NOSSA SENHORA

Não foram os pais que escolheram: a decisão foi da pequena Pietra, de apenas 5 anos de idade

Pietra

 

Não foi Frozen, Dora ou alguma princesa de contos de fada. A escolhida da pequena Pietra, de apenas cinco anos, para tema de sua festa de aniversário foi Nossa Senhora. A criança vestiu-se de Nossa Senhora das Graças e nos enfeites da festa havia menção aos títulos de Nossa Senhora Aparecida e de Fátima.

Muitos internautas se disseram emocionados com a foto de Pietra vestida de Nossa Senhora das Graças. Camila Lira, que divulgou a foto, conta na descrição que não foram os pais que escolheram, foi decisão da criança. “Pietra, que você jamais perca esse carinho pela nossa mãe e nosso pai, você é muito especial e emocionou a todos hoje!!!”, escreveu Camila na publicação que conta com mais mil compartilhamentos.

Fonte:  Ancoradouro

MARIA É A MÃE DA IGREJA

Maria é a Mãe da Igreja por ser a Mãe de Cristo, Cabeça da Igreja, que é o seu Corpo Místico, Maria é também Mãe da Igreja. Durante o Concílio Vaticano II, o Papa Paulo VI declarou solenemente que:

‘Maria é Mãe da Igreja, isto é, Mãe de todo o povo cristão, tanto dos fiéis como dos pastores’ (21 de novembro de 1964). Em 30 de junho de 1968, no Credo do Povo de Deus, ele repetiu essa verdade de forma ainda mais forte: “Nós acreditamos que a Santíssima Mãe de Deus, nova Eva, Mãe da Igreja, continua no Céu a sua missão maternal em relação aos membros de Cristo, cooperando no nascimento e desenvolvimento da vida divina nas almas dos remidos.”

A presença da Virgem Maria é tão forte e indissociável do mistério de Cristo e da Igreja, que Paulo VI no discurso de 21 de novembro de 1964 afirmou que:  “O conhecimento da verdadeira doutrina católica sobre a Bem- aventurada Virgem Maria continuará sempre uma chave para a compreensão exata do mistério de Cristo e da Igreja”. Conhecer Maria “segundo a doutrina católica”  é conhecer Jesus e a Igreja, pois Maria foi peça chave, indispensável, no plano de Deus para a Redenção da humanidade. “Na plenitude dos tempos, Deus mandou o seu Filho, nascido de uma mulher, para que recebêssemos a adoção de filhos” (Gl 4,4).

Ou como diz o Símbolo Niceno-constantinopolitano, falando de Jesus: O qual, por amor de nós homens e para nossa salvação desceu dos céus e se encarnou pelo poder do Espírito Santo no seio da Virgem Maria. Desde os primeiros séculos do Cristianismo Maria é reconhecida e chamada pelos cristãos de Mãe de Deus Theotókos. Desde o final do século dois, os cristãos do Egito e do norte da Africa, onde havia mais de 400 comunidades cristãs, já a invocavam como Mãe de Deus, na oração que talvez seja a mais antiga que a Igreja conheça: “Debaixo de Vossa proteção nos refugiamos Santa Mãe de Deus, não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, Virgem gloriosa e bendita”. Para cumprir a missão extraordinária de Mãe de Deus, Maria foi enriquecida por Deus com todas as graças, e de modo especialíssimo com a graça de nunca conhecer o pecado: nem o original e nem o pessoal. Foi concebida no seio de sua Mãe, santa Ana, sem a culpa original.

DE QUE MODO MARIA TAMBÉM É NOSSA MÃE?

bomconselhoMaria é a nossa mãe porque Cristo, o Senhor, no-la deu por mãe. [963-966, 973]

<<Mulher, eis o teu filho!… Eis, a tua mãe!>> (Jo 19,27) Estas frases, que Jesus pronunciou a João da cruz, foram sempre entendidas como uma entrega de toda a Igreja a Maria. Portanto, Maria também é nossa mãe. Podemos invocá-la e pedir-lhe intercessão junto de Deus.

Fonte: Editora Cléofas

sexta-feira, 6 de maio de 2016

VOCÊ SABE COMO SURGIU O DIA DAS MÃES?

Em vários países do mundo, o segundo domingo de maio é a data escolhida para homenagear o carinho materno; tudo começou com uma filha engajada em fazer o legado da mãe sobreviver

 

mother
Historicamente, o Dia das Mães moderno surgiu nos Estados Unidos a partir da iniciativa de uma mulher chamada Anna Jarvis, que queria homenagear sua mãe, Ann Maria Reeves Jarvis, nascida em 1832.
 
Casada com um pastor metodista, Ann teve 12 filhos, mas só viu quatro deles chegarem à idade adulta. Na época, as condições de higiene eram muito precárias e as crianças frequentemente morriam por doenças como diarreia. Preocupada com isso, ela fundou centros (Mothers’ Day Work Clubs) em diversas cidades para tentar melhorar as condições de higiene e saúde das crianças e suas famílias e diminuir a mortalidade infantil.
 
Durante a Guerra Civil norte-americana (1861-1865), os centros fundados por Ann foram declarados neutros e prestavam atendimento aos soldados doentes de qualquer um dos exércitos envolvidos no confronto.  No final da guerra, ela organizou o Mothers’ Friendship Day, uma data especial para tentar promover a paz e contornar as inimizades criadas pela guerra.

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém