Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

SAGRADA EUCARÍSTIA: O QUE É A ANAMNESE

Estabelece-se na Santa Missa uma dinâmica entre o memorial e o oferecimento

Consagración del pan y del vino -

Anamnese” é uma palavra grega que significa memorial, comemoração, recordação.

É chamado especificamente de “anamnese” o conjunto de palavras que, dentro da Oração Eucarística, vêm logo após o relato da instituição. Com essas palavras, a comunidade “celebra a memória do mesmo Cristo, recordando de modo particular a sua bem-aventurada Paixão, gloriosa Ressurreição e Ascensão aos Céus” (IGMR 79e; cf. CIC 1354).

Este memorial obedece ao mandado do Senhor: “Fazei isto em memória de Mim” (em grego, “Eis ten emen anamnesim”). Nas diversas Orações Eucarísticas, especifica-se o Mistério de Cristo com diferentes formulações, conforme se refiram só à morte ou também à descida ao lugar dos mortos, à ressurreição, à ascensão e à manifestação gloriosa do Senhor no final da História.

Estabelece-se uma dinâmica entre o memorial e o oferecimento: “enquanto celebramos o memorial… nós Vos oferecemos” (“memores offerimus”). A Eucaristia como anamnese e memorial é a celebração em que o próprio Senhor, a partir da sua existência gloriosa, torna presente à sua comunidade celebrante, no mesmo instante, a força salvadora do acontecimento da sua Páscoa.

“A celebração litúrgica se refere sempre às intervenções salvíficas de Deus na história […] Segundo a natureza das ações litúrgicas e as tradições rituais das Igrejas, uma celebração ‘faz memória’ das maravilhas de Deus numa anamnese mais ou menos desenvolvida. O Espírito Santo, que assim desperta a memória da Igreja, suscita então a ação de graças e o louvor (doxologia)” (CIC 1103).

A anamnese corresponde ao “zikkaron” hebraico (o “memorial”) e conota não só uma recordação subjetiva, mas uma atualização real do fato que se recorda: a vontade salvadora de Deus, os acontecimentos salvíficos do Antigo Testamento, como o êxodo, e, para os cristãos, sobretudo, o Mistério Pascal de Cristo.

A anamnese também aponta para o futuro e, de certo modo, o antecipa.

Fonte: Aleteia

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém