Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

COMO DEVEMOS INVOCAR A DEUS NO TEMPO DA TRIBULAÇÃO?

Assim nos revela a meditação de Tomás de Kempis em seu clássico “A Imitação de Cristo”

1. O Discípulo Seja vosso nome para sempre bendito, Senhor, pois quisestes provar-me com esta tribulação.

E porque não posso evita-la que outra coisa farei senão acolher-me a vós para que me auxilieis e a convertais em proveito meu?

Senhor, sinto-me atribulado; meu coração está desassossegado por causa desta paixão que o atormenta vivamente.

“Que vos direi agora”, oh, Pai amantíssimo? Rodeado estou de angústias. “Salvai-me nesta hora” (Jo 12,27).

Vós permitistes que eu chegasse a este estado para que sejais glorificado quando eu estiver muito abatido e for por vós livre.

Dignai-vos, Senhor, socorrer-me porque, pobre criatura, que posso eu fazer e onde irei sem vós?

10 FRASES DE SANTO AGOSTINHO SOBRE AS PROVAÇÕES

agostinho1. “Queima, Senhor, corte neste mundo, contanto que me poupes na vida eterna”.

2. “Deus quer destruir em ti o que tu mesmo fizeste e pôr a salvo em ti o que Ele fez”.

3. “Provados pela mesma desgraça, os maus odeiam a Deus e blasfemam enquanto os bons rezam e louvam. A diferença não está na desgraça sofrida, mas na qualidade de quem a sofre”.

PREGAÇÃO ADVENTO: CELEBRAR O NATAL COMO ANIVERSÁRIO OU COMO MISTÉRIO

Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 26-12-2016, Gaudium Press) Ao encerrar a série de quatro pregações sobre o Advento, o Padre Raniero Cantalmessa voltou a expor suas reflexões para o Papa Francisco e membros da Cúria Romana.
A última das reflexões teve como tema "Encarnado por obra do Espírito Santo através da Virgem Maria".
A introdução para a pregação foi feita com uma frase latina:

"Dum medium silentium tenerent omnia", ou seja, "enquanto tudo ao redor era silêncio..."

FELIZ NATAL 2016

http://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/b0/19/e8/b019e8c80d7f6673d82d4a979c7a3b44.gif

Nesse momento de paz,
onde todas as pessoas se abraçam,
se entendem, se cumprimentam e buscam por novos sonhos, para tentar descobrir a razão de ser feliz de verdade.
Neste momento onde Deus se faz presente em cada oração,
cada família, em todos os lares, eu também gostaria de expressar o meu carinho por você.
Quero desejar que os seus passos nunca estejam sós; estejam sempre amparados pelos querubins e arcanjos que têm a missão de caminhar com você segurando firme em suas mãos, para que os seus pés nunca venham a tropeçar no meio do caminho.
Que neste Natal você possa sentir a presença de Deus, da paz, do amor e do perdão.
Feliz Natal, na paz de Deus, que sempre pode todas as coisas; pois, para o Senhor nada é impossível.
Desejo que você realize os seus ideais.
Feliz Natal

três dicas para bem celebrar o natal

Está chegando o Natal, mais uma vez. A primeira grande festa do ano litúrgico. Durante as 4 semanas que antecedem o Natal, vivemos um período de preparação para esta grande data, o chamado período do Advento.

Neste vídeo, o Prof. Felipe Aquino oferece três dicas para celebrar bem o Natal.

Confira:

 

Fonte: Prof. Felipe de Aquino

ORAÇÃO PARA O CASAMENTO

Vocês querem salvar seu casamento? Então rezem esta oração

Uma profunda e poderosa oração para os casais em crise

couple in crisis

Jesus, aqui estamos, os dois na tua presença, como naquele dia em que recebemos o sacramento do matrimônio, como naquele dia em que abençoaste o nosso amor. Mas agora, Jesus, estamos cansados, secos, longe de Ti, sem a água do teu amor.

Derrama teu Espírito Santo sobre nós, para que nos purifique, nos lave, nos restaure e nos renove, para que esse amor que Tu abençoaste brote novamente.

Jesus, corta e liberta todas as correntes e ataduras de ambos ao pecado; afasta tdo espírito de infidelidade; passeia pela nossa família, pelo nosso lar; abençoa nossos filhos, abençoa nossas vidas. Permite, Senhor, que eu seja o que o meu cônjuge anseia, e que ele seja o que eu anseio.

Senhor, restaura esse sacramento forte pelo qual estamos unidos. Cura, Jesus!

Senhor, que a Sagrada Família se mude para o nosso lar, para que saibamos educar nossos filhos com o estilo de Maria e José, e para que nossos filhos sejam como Tu.

Envia teus santos anjos, os arcanjos Rafael, Gabriel e Miguel, para que nos protejam. Derrama teu sangue preciso sobre o nosso matrimônio, sobre nosso lar, sobre nossa família.

Santíssima Virgem Maria, cobre-nos com teu manto.

Amém.

Fonte: Aleteia

AS DISTRAÇÕES INVOLUNTÁRIAS NA ORAÇÃO

Saiba o que são as distrações involuntárias durante os momentos de oração e quais são as suas causas.

Nesta aula do curso “Ensina-nos a Orar”, Padre Paulo Ricardo trata das distrações involuntárias na oração e das suas causas. Anteriormente, vimos qual é a natureza das distrações, ou seja, o que é uma distração. Agora precisamos ver quais são as suas causas; por quê? Porque não existem somente as distrações voluntárias, ou seja, colocamo-nos numa tentativa de rezar, mas a nossa cabeça começa a “voar” para tantas coisas e preocupações; por quê? Pode ser porque não temos virtude, ou seja, não estamos querendo tomar as rédeas de sua vida espiritual.

Saiba o que são as distrações involuntárias durante os momentos de oração e quais são as suas causas.Jesus, Pedro, Tiago e João no horto das Oliveiras

Bom, se a distração fosse somente isso, estava resolvido o problema. Era só promover a nossa virtude e então ficaremos sempre concentrados. Mas, infelizmente, não é somente isso. Não existem somente as distrações voluntárias. Existem distrações involuntárias, das quais nós não somos culpados. É importante saber quais são essas distrações e quais são as suas, para que não fiquemos nos torturando. Porque senão, propomo-nos a rezar, mas as distrações acontecem e então dizemos: “puxa vida, eu sou um pecador mesmo…”, não é? E vamos nos confessar de uma coisa que, no fundo, no fundo, não temos culpa alguma.

O QUE É ESCATOLOGIA?

O estudo da Escatologia diz respeito aos acontecimentos que afetarão cada indivíduo no fim de sua jornada terrestre. São eles: Morte, Juízo Particular, Purgatório, Inferno e Céu. E a Escatologia coletiva trata dos acontecimentos relacionado com o fim dos tempos, a saber: Parousia (2a. vinda de Cristo), Ressurreição da Carne, Juízo Final ou Universal e os “Novos Céus e Nova Terra”.

A MORTE é onde se dá a separação entre o corpo e a alma. Deus não é o autor da morte. Foi o homem que, usando mal a liberdade que Deus lhe deu, pecou, e ao pecar, permitiu que a morte entrasse no mundo.

O JUÍZO PARTICULAR ocorre imediatamente após a morte, e define se a alma vai para o Céu, inferno ou purgatório. Não há uma ação violenta de Deus, mas simplesmente a alma terá nítida consciência do que foi sua vida terrestre, e assim, se sentirá irresistivelmente impelida para junto de Deus (Céu), ou para longe da presença de Deus (Inferno) ou ainda para um estágio de purificação (Purgatório).

PARUSIA OU A PRÓXIMA VOLTA DE CRISTO–EB–Parte 2

 

Mais precisamente, o autor constrói sua cronologia sobre dados do livro de Daniel (como, aliás, fazem os Adventistas e as Testemunhas de Jeová). Parte de Dn 9, 24-27, que afirma o seguinte:

“Um prazo de setenta anos foi fixado

A respeito do teu povo e da tua Cidade Santa,

Para pôr termo ao pecado,

Para dar fim à iniquidade,

Para expiar a culpa,

Para introduzir justiça eterna,

Para selar (= cumprir) visão e profecia,

Para ungir o Santo dos Santos.

PARUSIA OU A PRÓXIMA VOLTA DE CRISTO–EB–Parte 1

Em síntese: O livro do Pe. Léo Persch procura ilustrar as passagens de Daniel e do Apocalipse, aparentemente proféticas, à luz das revelações particulares atribuídas ao Senhor Jesus e a sua Mãe Santíssima; Medjugorje, Pe. Gobbi e Vassula Ryden seriam luzeiros para se entenderem os textos sagrados. Em consequência, Pe. Persch professa a volta de Cristo para breve (ano 2000), a fim de instaurar sobre a terra um reino de paz e bonança espiritual; esse evento, diz ele, será precedido de terríveis catástrofes, que punirão os maus e deixarão os bons incólumes.

A estas proposições se deve opor o caráter e subjetivo da interpretação da Bíblia por parte do autor; não leva em conta o gênero literário dos escritos apocalípticos de Daniel e de São João. Além do quê, é temerário dar tanto peso a revelações particulares como se fossem a continuação ou explicitação da revelação pública e oficial feita à Igreja por Jesus e pelos autores sagrados. A índole subjetiva e imaginosa da obra do Pe. Persch prejudica a sua credibilidade. – Dizemos isto sem pretender desmerecer o zelo do autor pelo reafervoramento de vida dos fiéis cristãos. Este zelo missionário é muito válido, mas vem sendo exercido sem base suficiente na Palavra de Deus.

A DIFERENÇA DE CRISTO NA HÓSTIA E SUA SEGUNDA VINDA

hostiaA presença Eucarística de Jesus é diferente da Segunda Vinda, onde Ele virá glorioso, para derrotar todos os inimigos do Reino, colocar fim na História e julgar para sempre os vivos e os mortos.

A sua presença na Hóstia Sagrada ainda é a sua presença no plano misericordioso do Pai para nos salvar; e não no plano da Justiça, como na Segunda Vinda. No sacrário e no altar Ele está escondido, submisso, preso, para nos salvar…

Sugiro que leia o livro: ”O Segredo da Sagrada Eucaristia”


Prof. Felipe Aquino

Fonte: Editora Cléofas

QUANDO CRISTO VOLTARÁ?

Resultado de imagem para jesus cristoCom relação à data em que acontecerá a renovação do mundo e a inauguração definitiva do Reino de Deus, ninguém sabe e não devemos especular a respeito. Muitos se enganaram sobre isto e levaram muitos outros ao engano e ao desespero. Até grandes santos da Igreja erraram neste ponto. Podemos citar alguns exemplos:

São Hipólito de Roma (+235) – chegou a afirmar que o final do mundo seria no ano 500.

Santo Irineu (+202)  – confirmava a tese do Os. Barnabé, de que o final seria no ano 6000 após a criação do mundo…

Santo Ambrósio (+397) e São Hilário de Poitres (+367) – apoiaram a mesma tese anterior.

São Gaudêncio de Bréscia (+405) – indicava o ano 7000 após a criação.

No século V, com a queda de Roma (476), S. Jeronimo (+420), São João Crisóstomo (+407), São Leão Magno (+461), defendiam que face à queda de Roma, o fim do mundo estava próximo…

VIGIAI: CRISTO VIRÁ DE NOVO

Jesus vai voltarPara impedir que os discípulos o interrogassem sobre o momento de sua vinda, disse-lhes Cristo: Aquela hora ninguém a conhece, nem os anjos nem o Filho. Não vos compete saber o tempo e o momento (cf. Mc 13,32-33). Ocultou-nos isso para que ficássemos vigilantes e cada um de nós pudesse pensar que esse acontecimento se daria durante a nossa vida. Se tivesse revelado o tempo de sua vinda, esta deixaria de ter interesse e não seria mais desejada pelos povos da época em que se manifestará. Ele disse que viria, mas não declarou o momento e por isso as gerações e todos os séculos o esperam ardentemente.

Embora o Senhor tenha dado a conhecer os sinais de sua vinda, não se vê exatamente o último deles, pois numa mudança contínua, esses sinais apareceram e passaram e, por outro lado, ainda perduram. Sua última vinda será igual à primeira.

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém