[Curitiba] -

COMO FAZER A COMUNHÃO REPARADORA AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS?

A Grande Promessa do Sagrado Coração de Jesus e a comunhão reparadora das nove primeiras sextas-feiras do mês.

Nosso Senhor Jesus Cristo apareceu a Santa Margarida Maria de Alacoque numerosas vezes, de 1673 até 1675, mostrando-lhe seu Sacratíssimo Coração. Numa dessas aparições, o Senhor disse a Santa Margarida:

Eis o Coração que tanto amou os homens, que nada poupou, até se esgotar e se consumir para lhes testemunhar seu amor. Como reconhecimento, não recebo da maior parte deles senão ingratidões, pelas suas irreverências, sacrilégios, e pela tibieza e desprezo que têm para comigo na Eucaristia. Entretanto, o que Me é mais sensível é que há corações consagrados que agem assim[1].

Aparição do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida.Aparição do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida.

Numa sexta-feira, durante a Sagrada Comunhão, Jesus Cristo fez aquela que ficou conhecida como a Grande Promessa:

Prometo-te, na excessiva misericórdia do meu Coração, que o seu amor onipotente obterá a todos aqueles que comunguem nove primeiras sextas-feiras do mês seguidas a graça da penitência final, que não morrerão na minha desgraça, sem receber os seus sacramentos e que o Meu divino Coração será o seu refúgio assegurado no último momento[2].

A comunhão reparadora ao Sagrado Coração de Jesus

Para cumprir fielmente a comunhão das nove primeiras sextas-feiras, em reparação das ofensas cometidas contra o Sacratíssimo Coração de Jesus, há cinco condições essenciais:

1 – Receber a Eucaristia;

2 – Na primeira sexta-feira do mês;

3 – Durante nove meses seguidos;

4 – Estar em estado de graça e sem más intenções, e comungar na intenção de honrar o Sagrado Coração de Jesus e de reparar a ingratidão e o abandono de muitas almas para com Ele, principalmente no Santíssimo Sacramento;

5 – Renovar, em cada comunhão, a intenção de cumprir a devoção das nove primeiras sextas-feiras durante nove meses seguidos.

Lembramos que, se interrompermos a devoção das nove primeiras sextas-feiras, ainda que seja por um motivo justo, deveremos começar tudo de novo, desde o início. Pois, o Senhor Jesus expressa, de modo claro, preciso e inequívoco, que é indispensável comungar em nove primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos.

Ato de Reparação ao Sacratíssimo Coração de Jesus (Papa Pio XI)

Dulcíssimo Jesus, cuja infinita caridade para com os homens é por eles tão ingratamente correspondida com esquecimentos, friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados na Vossa presença, para Vos desagravarmos, com especiais homenagens, da insensibilidade tão insensata e das nefandas injúrias com que é de toda parte alvejado o Vosso amorosíssimo coração.

Reconhecendo, porém, com a mais profunda dor, que também nós mais de uma vez cometemos as mesmas indignidades, para nós, em primeiro lugar, imploramos a Vossa misericórdia, prontos a expiar não só as próprias culpas, senão também as daqueles que, errando longe do caminho da salvação, ou se obstinam na sua infidelidade, não Vos querendo como pastor e guia, ou, conculcando as promessas do batismo, sacudiram o suavíssimo jugo da Vossa santa lei.

De todos estes tão deploráveis crimes, Senhor, queremos nós hoje desagravar-Vos, mais particularmente da licença dos costumes e imodéstia do vestido, de tantos laços de corrupção armados à inocência, da violação dos dias santificados, das execrandas blasfêmias contra Vós e Vossos Santos, dos insultos ao Vosso Vigário e a todo o Vosso clero, do desprezo e das horrendas e sacrílegas profanações do Sacramento do divino amor e, enfim, dos atentados e rebeldias das nações contra os direitos e o Magistério da Vossa Igreja.

Oh! Se pudéssemos lavar com o próprio sangue tantas iniquidades!

Entretanto, para reparar a honra divina ultrajada, Vos oferecemos, juntamente com os merecimentos da Virgem Mãe, de todos os santos e almas piedosas, aquela infinita satisfação, que Vós oferecestes ao eterno Pai sobre a cruz, e que não cessais de renovar todos os dias sobre nossos altares.

Ajudai-nos Senhor, com o auxílio da Vossa graça, para que possamos, como é nosso firme propósito, com a vivência da fé, com a pureza dos costumes, com a fiel observância da lei e caridade evangélicas, reparar todos os pecados cometidos por nós e por nosso próximo, impedir, por todos os meios, novas injúrias de Vossa divina Majestade e atrair ao Vosso serviço o maior número de almas possíveis.

Recebei, ó benigníssimo Jesus, pelas mãos de Maria santíssima reparadora, a espontânea homenagem deste nosso desagravo, e concedei-nos a grande graça de perseverarmos constantes, até a morte, no fiel cumprimento de nossos deveres e no Vosso santo serviço, para que possamos chegar todos à pátria bem-aventurada, onde Vós com o Pai e o Espírito Santo viveis e reinais por todos os séculos dos séculos.

Amém[3].

Links relacionados:

TODO DE MARIA. Orações de consagração e reparação ao Coração de Jesus
TODO DE MARIA. A devoção aos Corações de Jesus e de Maria.
TODO DE MARIA.
O Sagrado Coração de Jesus e o mistério do amor.

Referências:


[1]  DERRADEIRAS GRAÇAS. O Sagrado Coração de Jesus.
[2] Idem, ibidem.
[3]  PADRE PAULO RICARDO. Ato de Reparação ao Sagrado Coração de Jesus.

Fonte: Canção Nova

Comentários

pg



DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém

Postagens mais visitadas deste blog

CRONOLOGIA DA VIDA DE JESUS CRISTO

ONDE ESTAVA JESUS ENTRE SUA MORTE E RESSURREIÇÃO?